O uso dos procedimentos estéticos: abordando o lifting facial e o rejuvenescimento facial

Authors

  • Edimar Chaves Junior
  • Fernanda de Melo Garcia
  • Kassem Mohamed Barça Saidah
  • João Victor Sales Gedda
  • Arthur Vinicios Araújo de Souza
  • Matheus de Godoy Rocha
  • Márcio Henrique Correia Fernandes
  • Pedro Braga Silva Marciano
  • Fernando Zanzoni Marra
  • Rodrigo Resende de Sá
  • Isabella da Mata Silveira
  • Maria Clara Costa Carvalho Milhomem
  • Ana Beatriz Monserrath Antenor Ribeiro
  • Felipe Ferreira Fatureto
  • Natália Lopes de Siqueira Campos
  • Denis Vidamor Correia de Jesus e Silva
  • Gabriel Guimarães Noleto
  • Giulia Couto Bacellar Bon
  • Rodrigo Rodrigues Fernandes
  • Mariana Tempesta Muhe
  • Vitória Cavalcante Macedo

DOI:

https://doi.org/10.54022/shsv5n2-025

Keywords:

Cirurgia Plástica, Medicina Estética, Lifting facial, Rejuvenescimento

Abstract

A cirurgia estética facial é um campo emergente globalmente. Os procedimentos de lifting facial focam principalmente na manipulação do sistema músculo-aponeurótico superficial (SMAS), um grupo de músculos da face lateral. Eles visam ressuspender, reposicionar e liberar estruturas faciais subjacentes, além de remover o excesso de pele para melhorar a aparência facial. Existem diferentes tipos de facelifts, incluindo o subcutâneo com manipulação do SMAS, permitindo a modelagem dos tecidos moles profundos. Essa técnica pode envolver SMAS-ectomia, plicatura do SMAS e criação de retalho de SMAS. O lifting plano profundo, por sua vez, trata tanto o SMAS quanto a liberação dos ligamentos de retenção facial e cervical. Complicações na cirurgia plástica facial podem resultar em dor, sofrimento e danos permanentes. Dessa forma, estão sendo analisados a forma como o procedimento é feito de acordo com a literatura existente, contando com análise das complicações e efeitos adversos. Realizou-se uma revisão sistemática de literatura por meio da plataforma pubmed, com seleção e análise criteriosa dos artigos, a fim de elucidar os aspectos do facelift facial e o rejuvenescimento dos pacientes. Nesta revisão, foi identificada uma limitação dos procedimentos cirúrgicos, que não são adequados para tratar rugas finas, danos solares, pigmentação irregular ou problemas de textura, os quais são mais efetivamente abordados com técnicas de ressurgimento. Em comparação com intervenções minimamente invasivas, a cirurgia demanda um período de recuperação mais longo e está associada a um aumento do desconforto. A análise busca contribuir para um entendimento mais aprofundado dos benefícios, da sua eficácia, segurança e prognóstico visto que altera o contexto da “senescência” dos pacientes submetidos ao procedimento.

References

ALASLAWI, A. A. F.; ZEINA, A. M.; ZAHRA, T. Facelift Surgery after Permanent Filler: Outcomes after Removal of Permanent Filler under Local Anesthesia. Plastic and Reconstructive Surgery – Global Open, v. 10, n. 8, p. e4459, ago. 2022.

AZIZZADEH, B. et al. Subunit Approach to Facelifting and Facial Rejuvenation. Facial Plastic Surgery Clinics of North America, v. 28, n. 3, p. 253–272, ago. 2020.

DEVGAN, L.; SINGH, P.; DURAIRAJ, K. Surgical Cosmetic Procedures of the Face. Otolaryngologic Clinics of North America, v. 52, n. 3, p. 425–441, jun. 2019.

GIBSTEIN, A. et al. Facelift Surgery Turns Back the Clock: Artificial Intelligence and Patient Satisfaction Quantitate Value of Procedure Type and Specific Techniques. Aesthetic Surgery Journal, v. 41, n. 9, p. 987–999, 20 nov. 2020.

HASHEM, A. M. et al. Facelift Part II: Surgical Techniques and Complications. Aesthetic Surgery Journal, v. 41, n. 10, p. NP1276–NP1294, 9 fev. 2021.

HATAN MORTADA et al. Evolution of Superficial Muscular Aponeurotic System Facelift Techniques: A Comprehensive Systematic Review of Complications and Outcomes. JPRAS Open, 1 jun. 2023.

SANTOSA, K. B. et al. Perioperative Management of the Facelift Patient. Clinics in Plastic Surgery, v. 46, n. 4, p. 625–639, 1 out. 2019.

SOLTANY, A.; ALHALLAK, N.; AL AISSAMI, M. Tranexamic acid in rhytidectomy: a scoping review. Annals of Medicine and Surgery (2012), v. 85, n. 10, p. 4964–4968, 1 out. 2023.

XIE, Y. et al. Adverse events in facial plastic surgery: Data-driven insights into systems, standards, and self-assessment. American Journal of Otolaryngology, v. 42, n. 1, p. 102792, jan. 2021.

ZHANG, B. et al. Turning Back the Clock: Artificial Intelligence Recognition of Age Reduction after Face-Lift Surgery Correlates with Patient Satisfaction. v. 148, n. 1, p. 45–54, 1 jul. 2021.

Published

2024-06-04

How to Cite

Chaves Junior, E., Garcia , F. de M., Saidah , K. M. B., Gedda, J. V. S., Souza, A. V. A. de, Rocha, M. de G., Fernandes, M. H. C., Marciano, P. B. S., Marra, F. Z., Sá , R. R. de, Silveira , I. da M., Milhomem, M. C. C. C., Ribeiro , A. B. M. A., Fatureto, F. F., Campos, N. L. de S., Silva , D. V. C. de J. e, Noleto, G. G., Bon, G. C. B., Fernandes , R. R., Muhe, M. T., & Macedo, V. C. (2024). O uso dos procedimentos estéticos: abordando o lifting facial e o rejuvenescimento facial. STUDIES IN HEALTH SCIENCES, 5(2), e4711. https://doi.org/10.54022/shsv5n2-025

Most read articles by the same author(s)