Eficácia e segurança de diferentes formas de metilfenidato no tratamento do TDAH: uma revisão integrativa dos resultados clínicos e efeitos adversos

Authors

  • Bruna Alves de Sousa
  • Lillian Socorro Menezes de Souza
  • Marco Antônio Soares
  • Carolina Rodrigues Adorno
  • Michael Chavenet
  • Nadiny Paim Solano
  • Beatriz Nogueira Porto
  • Beatriz Lima Silva Bastos
  • Isabela Soares de Souza
  • Vitoria Abdala Manso

DOI:

https://doi.org/10.54022/shsv5n1-026

Keywords:

TDAH, metilfenidato, eficácia, segurança, eventos adversos, crianças, tratamento

Abstract

Este artigo discute a eficácia e segurança do uso de metilfenidato no tratamento do transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) em crianças. A revisão integrativa da literatura examinou estudos que avaliaram a eficácia, segurança e eventos adversos do uso de metilfenidato em crianças com TDAH. Quatro estudos foram incluídos na revisão e todos relataram melhorias significativas nos sintomas de TDAH em relação aos grupos controle. No entanto, todos os estudos também relataram efeitos adversos, como perda de apetite, insônia, dor de cabeça e dor abdominal. A maioria dos estudos classificou a segurança do medicamento como moderada, embora um tenha classificado como baixa. Outros estudos semelhantes também relatam resultados semelhantes no uso de metilfenidato no tratamento do TDAH, mas destacam a importância de monitorar cuidadosamente a segurança do medicamento a longo prazo. Além disso, a terapia comportamental também pode ser uma opção eficaz e segura para o tratamento do TDAH em crianças. É importante notar que os medicamentos estimulantes, incluindo o metilfenidato, são classificados como substâncias controladas devido ao seu potencial de abuso e dependência.

References

AMERICAN PSYCHIATRIC ASSOCIATION. Diagnostic and statistical manual of mental disorders. 5. ed. Arlington, VA: American Psychiatric Publishing; 2013.

OLIVEIRA, J. A.; COUTINHO, G.; BEIRÃO, C. Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade em adultos: Revisão sistemática de literatura. Rev Bras Med Fam Comunidade, v. 14, n. 41, p. 1974-2010, 2019.

PLISZKA, S. R. Effectiveness of methylphenidate in the treatment of ADHD: overview and analysis. Journal of clinical psychiatry, v. 68, suppl 11, p. 34-40, 2007.

CASTELLS, X., RAMOS-QUIROGA, J. A., RIGAU, D., BOSCH, R., NOGUEIRA, M., VIDAL, X., ..., CAPELLÀ, D. Efficacy of methylphenidate for adults with attention-deficit hyperactivity disorder: a meta-regression analysis. CNS drugs, v. 25, n. 2, p. 157-169, 2011.

NICE. Attention deficit hyperactivity disorder: diagnosis and management. National Institute for Health and Care Excellence, 2018. Retrieved from https://www.nice.org.uk/guidance/ng87.

FARAONE, S. V.; BIEDERMAN, J. What is the prevalence of adult ADHD? Results of a population screen of 966 adults. Journal of attention disorders, v. 9, n. 2, 384-391, 2005.

CORTESE, S.; ADAMO, N.; DEL GIOVANE, C. et al. Comparative efficacy and tolerability of medications for attention-deficit hyperactivity disorder in children, adolescents, and adults: a systematic review and network meta-analysis. Lancet Psychiatry, v. 5, n. 9, p. 727-738, 2018.

BIEDERMAN, J.; BOELLNER, S. W.; CHILDRESS, A. et al. Lisdexamfetamine dimesylate and mixed amphetamine salts extended-release in children with ADHD: a double-blind, placebo-controlled, crossover analog classroom study. Biol Psychiatry, v. 62, n. 9, p. 970-976, 2007.

STOREBØ, O. J.; RAMSTAD, E.; KROGH, H. B. et al. Methylphenidate for attention deficit hyperactivity disorder (ADHD) in children and adolescents – assessment of adverse events in non-randomised studies. Cochrane Database Syst Rev., v. 5, CD012069, 2018.

SONUGA-BARKE, E. J.; BRANDEIS, D.; CORTESE, S. et al. Nonpharmacological interventions for ADHD: systematic review and meta-analyses of randomized controlled trials of dietary and psychological treatments. Am J Psychiatry, v. 170, n. 3, p. 275-289, 2013.

FABIANO, G. A.; PELHAM, W. E.; COLES, E. K. et al. A meta-analysis of behavioral treatments for attention-deficit/hyperactivity disorder. Clin Psychol Rev., v. 29, n. 2, p. 129-140, 2009.

Published

2024-03-20

How to Cite

Sousa , B. A. de, Souza, L. S. M. de, Soares, M. A., Adorno, C. R., Chavenet, M., Solano, N. P., Porto, B. N., Bastos, B. L. S., Souza, I. S. de, & Manso, V. A. (2024). Eficácia e segurança de diferentes formas de metilfenidato no tratamento do TDAH: uma revisão integrativa dos resultados clínicos e efeitos adversos. STUDIES IN HEALTH SCIENCES, 5(1), 368–377. https://doi.org/10.54022/shsv5n1-026