A relação entre o uso de amiodarona e as patologias da tireoide: uma revisão de literatura

Authors

  • Mateus Rodrigues Linhares
  • Wallysson Correia Aniceto
  • Gilmar Bernardes Lagares Filho
  • Carolina Faria Leal Telino
  • Beatriz Regis da Cunha
  • João Vitor Rezio Peres
  • João Cláudio Kechichian Santana
  • Laylla Amaral Santos
  • João Vitor Nogueira Porto
  • André Brasil Cardoso de Godoy
  • Luís Fernando Farias de Paula
  • Paul William Santos
  • Izabela dos Santos Cardoso
  • Renato Magalhães Iqueda
  • Patrik Tomazini dos Reis
  • Maria Clara Miotto Morelatti
  • Manuela Perin de Oliveira
  • Isabela Vitória Pilla Garcia
  • Daniel Bruno Alves Ascari
  • Davi Carvalho Barbosa

DOI:

https://doi.org/10.54022/shsv4n5-021

Keywords:

amiodarona, tireoide, disfunção

Abstract

A glândula tireoide é a maior glândula endócrina do corpo e tem um papel fundamental na manutenção da homeostase corporal. Níveis adequados de hormônios tireoidianos circulantes são cruciais para o funcionamento adequado de praticamente todos os tecidos e órgãos do corpo. Contudo, quando se faz uso a longo prazo de amiodarona, agente antiarrítmico de classe III, nota-se alterações significativas na função tiroidiana, que persiste não só na fase aguda, mas também na fase crônica do tratamento prolongado. Entretanto, vale ressaltar que, embora amplamente utilizada em crianças com arritmia, a amiodarona e seus efeitos na tireoide não foram completamente avaliados como nos adultos, podendo levar a complicações irreversíveis do desenvolvimento neurológico induzidas por AIH ou AIT quando administrado cedo na infância. Dessa forma, com o crescente corpo de literatura sobre a relação entre o uso de amiodarona e as patologias que acometem a tireoide, como hipotireoidismo e hipertireoidismo, foi possível a realização de uma revisão integrativa de literatura por meio da plataforma pubmed, com seleção e análise criteriosa dos artigos, a fim de revisar e analisar as evidências atuais sobre a relação e impacto da amiodarona na glândula tireoide. Nesta revisão foi identificado que a disfunção tireoidiana induzida por amiodarona (AITD) é um efeito adverso comum, irreversível e imprevisível da tireoide, levando à falha da terapia e mortalidade significativa. Ademais, devido a amiodarona ser rica em iodo, grandes quantidades de iodeto liberadas durante o metabolismo desta droga inibem a biossíntese do hormônio tireoidiano, desenvolvendo quadros de hipo e hipertireoidismo. Portanto, modelos e métodos de reamostragem para prever a disfunção tireoidiana induzida pela amiodarona podem servir como ferramenta de apoio para previsão de risco individualizada e apoio à decisão clínica única para cada paciente.

References

LU, Y. et al. Técnicas explicáveis de aprendizado de máquina para prever o risco de disfunção tireoidiana induzida por amiodarona: estudo multicêntrico retrospectivo com validação externa. Pubmed, [s. l.], v. v.25, 7 fev. 2023. DOI 10.2196/43734. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC9944157/. Acesso em: 13 nov. 2023.

MARIANI, J. et al. O papel da medicina nuclear no tratamento clínico das doenças benignas da tireoide, parte 1: hipertireoidismo. Pubmed, [s. l.], v. v.62, n. 3, 2 out. 2020. DOI 10.2967/jnumed.120.243170. Disponível em: https://jnm.snmjournals.org/content/62/3/304.long. Acesso em: 13 nov. 2023.

MEDIC, F. et al. AMIODARONA E DISFUNÇÃO TIREÓIDEA. Pubmed, [s. l.], v. v.61, n. 2, 2022. DOI 10.20471/acc.2022.61.02.20. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC9934045/. Acesso em: 13 nov. 2023.

MONTENEZ, S. et al. Disfunção tireoidiana induzida por amiodarona em crianças: insights do estudo THYRAMIO. Pubmed, [s. l.], v. v.12, 2021. DOI 10.1177/20420188211001165. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC8072847/. Acesso em: 13 nov. 2023.

SUGIYAMA, K. et al. Efeito do tratamento prolongado com amiodarona na função tireoidiana em pacientes japoneses eutireoidianos: uma análise retrospectiva de 12 meses. Pubmed, [s. l.], v. v.67, 28 dez. 2020. DOI 10.1507/endocrj.EJ20-0307. Disponível em: https://www.jstage.jst.go.jp/article/endocrj/67/12/67_EJ20-0307/_article. Acesso em: 13 nov. 2023.

TROHMAN, R. G. et al. Amiodarona e fisiologia, fisiopatologia, diagnóstico e manejo da tireoide. Pubmed, [s. l.], v. v.29, n. 5, 28 jul. 2019. DOI 10.1016/j.tcm.2018.09.005. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC6661016/. Acesso em: 13 nov. 2023.

Published

2023-11-23

How to Cite

Linhares, M. R., Aniceto, W. C., Lagares Filho, G. B., Telino, C. F. L., da Cunha, B. R., Peres, J. V. R., Santana, J. C. K., Santos, L. A., Porto, J. V. N., de Godoy, A. B. C., de Paula , L. F. F., Santos, P. W., Cardoso, I. dos S., Iqueda, R. M., dos Reis, P. T., Morelatti, M. C. M., de Oliveira, M. P., Garcia, I. V. P., Ascari, D. B. A., & Barbosa, D. C. (2023). A relação entre o uso de amiodarona e as patologias da tireoide: uma revisão de literatura. STUDIES IN HEALTH SCIENCES, 4(4), 1404–1417. https://doi.org/10.54022/shsv4n5-021

Most read articles by the same author(s)

1 2 3 > >>