As contribuições das fábulas nas produções textuais como ferramenta estratégica no processo de letramento e alfabetização

Authors

  • Nadja Ully Martins Paula
  • Ítalo Rodrigo Paulino de Arruda
  • Aline Saraiva Ribeiro da Silva
  • Gisele Maria Santiago Teixeira
  • Keyla Mesquita Carvalho
  • Marianne Brunet Martins de Aquino Sales
  • Sílvia Helena Silveira de Araújo
  • Tereza Maria Miranda Siqueira Silva
  • Valéria Patrícia Araújo Silva

DOI:

https://doi.org/10.54033/cadpedv21n6-074

Keywords:

Escrita, Fábulas, Leitura, Produção Textual

Abstract

O presente trabalho descreve um estudo de caso aplicado realizado com crianças em diferentes níveis de escrita, baseado nas pesquisas teóricas-metodológicas da psicanálise, com o intuito de inferir as contribuições do uso das fábulas nas produções textuais para o desenvolvimento do processo de letramento e alfabetização, conceituados amplamente pelos Teóricos da Educação. Esse estudo foi realizado em uma turma do segundo ano do ensino fundamental – anos iniciais, de uma escola pública municipal na cidade de Fortaleza-Ceará. É importante frisar que conforme a teoria da psicogênese da escrita, elaborada por Ferreiro e Teberosky, os discentes passam por quatro períodos distintos sujeitos a hipóteses ou explicações para como a escrita alfabética funciona, sendo classificados em: pré-silábico (distinção entre desenho e escrita), silábico (construção de formas de diferenciação das escritas), silábico-alfabético (fonetização da escrita) e alfabético (a criança estabelece correspondência entre fonema e grafema). Destarte, a partir dos dados coletados foi possível observar que as utilizações das fábulas durante as produções textuais contribuíram positivamente para o desenvolvimento da escrita, favoreceram o protagonismo infantil e despertaram o interesse pela leitura. Sabe-se da importância de se identificar as etapas de leitura e escrita dos alunos. Pois, as melhores ferramentas pedagógicas poderão ser propostas visando o crescimento e desenvolvimento educacional fazendo-os progredir de forma eficiente e personalizada. O uso de fábula tornou as aulas de português e os assuntos interdiscipinares muito mais significativos. A prática possibilitou uma aprendizagem muito eficaz e possibilitou de forma efetiva a evolução da aprendizagem garantido assim uma educação de qualidade prevista na Constituição Federal e demais documentos norteadores.

References

ARRUDA, I. R. P. de; GUIMARÃES, T. de O. O uso do software microdem como ferramenta para o ensino de geografia Física. Revista Ensino De Geografia (Recife), v. 2, n. 3, p. 63–79, 2019. https://doi.org/10.51359/2594-9616.2019.242761

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, 2018.

BRASIL. Ministério de Educação e Cultura. LDB – Lei nº 9394/96, de 20 de dezembro de 1996. Brasília.

CEARÁ. Secretaria da Educação do Estado do Ceará. Documento Curricular Referencial do Ceará: educação infantil e ensino fundamental. Fortaleza: SEDUC, 2019.

FERREIRO, E.; TEBEROSKY, A. Psicogênese da língua escrita. Tradução de Beatriz Cardoso. 4. ed. São Paulo: Trajetória Cultural; Campinas: Editora da UNICAMP, 1999.

LIMA, J. DA S.; AISSA, J. C. A fábula como proposta para o desenvolvimento da leitura para o ensino fundamental. 2014. Disponível em: http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/cadernospde/

pdebusca/producoes_pde/2014/2014_unioeste_lem_artigo_judith_da_silva_lima.pdf. Acesso em: 15 ago. 2023

MARCHESONI, L. B.; SHIMAZAKI, E. M. Alfabetização e letramento: explorarando conceitos. Educ. Teoria Prática, Rio Claro, v. 31, n. 64, e07, jan. 2021. DOI: https://doi.org/10.18675/1981-8106.v31.n.64.s14368.

MICHELOTTI, A. O uso das metodologias ativas como promotoras da alfabetização científica no ensino de ciências. Tese (Doutorado em Educação em Ciências) – Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde, Universidade Federal de Santa Maria, RS, 2022.

OLIVIER, C. E.; ZAMPIN, I. C. Importância das aplicações das metodologias ativas em sala de aula. Revista Educação em Foco, v. 16, p. 1–19, 2024.

SILVA, A. K. F. da. Teorias do letramento: as práticas sociais de leitura e de escrita. Cadernos institucionais. Indaial: UNIASSELVI, 2021.

SOARES, Magda. Letramento: um tema em três gêneros. Belo Horizonte: Autêntica, 2003.

SOARES, M. Alfabetização e Letramento: caminhos e descaminhos. 29 fev. 2004. Disponível em: https://acervodigital.unesp.br/bitstream/123456789/

/1/01d16t07.pdf. Acesso em: 10 ago. 2023

SOARES, M. Letramento e alfabetização: as muitas facetas. Revista Brasileira de Educação, n. 25, p. 5–17, abr. 2004.

SOUSA, M. E. V. A importância da leitura e escrita na perspectiva da alfabetização e do letramento. Monografia (Graduação em Pedagogia – modalidade à distância) – UFPB, 2016.

Published

2024-06-10

How to Cite

Paula, N. U. M., Arruda, Ítalo R. P. de, Silva, A. S. R. da, Teixeira, G. M. S., Carvalho, K. M., Sales, M. B. M. de A., Araújo, S. H. S. de, Silva, T. M. M. S., & Silva, V. P. A. (2024). As contribuições das fábulas nas produções textuais como ferramenta estratégica no processo de letramento e alfabetização. Caderno Pedagógico, 21(6), e4828 . https://doi.org/10.54033/cadpedv21n6-074

Issue

Section

Articles