Análise sobre a inovação em instituições de ensino superior

Authors

  • Carlos Davi Genauch
  • Jaciel Santos Karvat
  • Jair Zaleski
  • Santa Cecilia Marques Herzog

DOI:

https://doi.org/10.54033/cadpedv21n6-056

Keywords:

Conhecimento, Desenvolvimento, Educação, Informação, Inovatividade, Tecnologias em Ensino

Abstract

Considerando que as Instituições de Ensino Superior (IES) são instituições prestadoras de serviços complexos de ensino nos níveis tecnológico, bacharelado, licenciatura e pós-graduação lato e stricto sensu, e que a inovação se faz presente na prestação de serviços, buscou-se verificar como encontra-se a produção científica sobre essa relação entre inovação e ensino superior. O objetivo deste trabalho foi de verificar a produção científica nas bases da SPELL, SCIELO e EBSCO na área de inovação em serviços educacionais de nível superior; e para isso foram consultadas as bases de dados científicas disponíveis de maneira sistemática, com intenção de verificar como a inovação está sendo apresentada em trabalhos científicos publicados. Foram utilizadas metodologias de revisão sistemática de literatura e das leis da bibliometria de Lotka, Bradford e Zipf para analisar a produção científica sobre a temática, sendo habilitados vinte e cinco artigos para análises de conteúdo, verificação das publicações nos últimos anos, palavras mais utilizadas e classificação dos periódicos em que foram publicados os artigos. Após leitura dos artigos, foram tabuladas informações em planilha de controle e organizadas as informações para realização das análises sob perspectiva da bibliometria, os artigos foram avaliados e classificados em categorias de conteúdo conforme a inovação em ensino, pesquisa, extensão e gestão universitária. Dentre os resultados positivos, revela-se que vem crescendo as pesquisas e publicações que relacionam a inovação com as instituições de ensino superior, e como negativos, a baixa produção no que seria a transferência tecnológica e desenvolvimento de pesquisa para a sociedade, em especial empresas.

References

AGUIAR, R. L.; REIS, D. L. Programas voltados à educação científica e inovação no amazonas: contribuição ao desenvolvimento econômico e social. RBPG Revista Brasileira de Pós-Graduação, v. 15, n. 34, p. 01-14, 2019.

ARRABAL, A. K., CARDOSO, R. S., WIGGERS, V. R., COLOMBO, A. P. Transformação digital em feiras tecnológicas universitárias. Revista de Administração Mackenzie, v. 5, n. 23, p. 1–26, 2022. https://doi.org/10.1590/1678-6971/eRAMR220093.pt

BAUERMANN, K. F.; GARCIA, C. A. X.; PASTORIO, E. Inovação no ensino superior: um estudo comparativo sobre a educação inovadora em um curso de graduação. REMOA Revista Monografias Ambientais, v. 19, 2020. DOI: http://doi.org/10.5902/2236130843400

BAVARESCO, J.; FERRAZ, R. R. N. Validação da ferramenta SCRIPTEMEC para gerenciamento da produtividade acadêmica de uma instituição de ensino superior. PRISMA, n. 41, p. 18-40, 2020. DOI: https://doi.org/10.21747/16463153/41a2

CABRAL, G. O.; LEBIODA, L.; LEMOS, D. C. Inovação em serviços: o caso de uma instituição de ensino superior no Brasil. Revista de Administração, Sociedade e Inovação – RASI, v. 6, n. 1, p. 101-116, 2020. DOI: http://doi.org/10.20401/rasi.6.1.355

CASSIAVILANI, C. Starteca: participação ativa da biblioteca universitária na constituição da universidade empreendedora. 2020. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2020. Disponível em: https://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/12411

CAVALLARI FILHO, R. O Líder ético de conflitos na busca de inovação e competitividade na educação. Revista Inteligência Competitiva, v. 9, n. 4, p. 15-31, 2019. DOI: http://doi.org/10.24883

COSTA, A.; PILATTI, L. A.; SANTOS, C. B. Inovação, desenvolvimento e transferência de tecnologia em universidade clássica e tecnológica: comparação entre UFABC e UTFPR. Avaliação, v. 26, n. 2, p. 347-376, 2021. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1414-40772021000200002

COSTA, E. S.; PREARO, L. C. Cooperação (im)possível: relacionamento entre universidades e empresas, uma proposta empírica. Revista de Administração, Sociedade e Inovação – RASI, v. 7, n. 3, p. 30-46, 2021. DOI: http://doi.org/10.20401/rasi.7.1.494

CRESWELL, J. W. Pesquisa Educacional: Planejando, Conduzindo e Avaliando Pesquisas Qualitativas e Quantitativas. Pearson, Nova York. 2019. DOI: 10.4236/jbcpr.2013.12004

FERNANDES, N.; ESPEJO, M. M. S. B. Uma nova configuração do sistema de gestão de desempenho de uma instituição federal de ensino superior à luz dos princípios globais de contabilidade gerencial. Sociedade, Contabilidade e Gestão, v. 5, n. 4, 2020. DOI: https://doi.org/10.21446/scg_ufrj.v0i0.27512

GALLON, Ives. Instituições culturais-cognitivas e a inovação em uma universidade pública brasileira. 174 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Administração) – Universidade Federal de Santa Maria (UFMS/RS), 2019. Disponível em: http://repositorio.ufsm.br/handle/1/1743

GIMENEZ, C. G.; ARANHA, F.; ROLIM, H. V.; NEVES, L. Q. Inovação nos cursos de administração no Brasil: uma análise do alinhamento às competências do século XXI. Administração, Ensino e Pesquisa, v. 21, n. 1, p. 181-213, 2020. DOI http://foi.org/10.13058/raep.2020.v21n1.1738

GUIMARÃES, J. C. Como ser criativo e inovador no ambiente universitário: um ensaio sob o paradigma do discente digital. Revista Capital Científico, v. 19, n. 2, 2021. DOI: http://doi.org/10.5935/2177-4153.20210010

HEIDERSCHEIDT, F. G.; FORCELLINI, F. A. Histórico das avaliações institucionais e sua mudança na percepção de valor. Avaliação, v. 26, n. 1, p. 177-196, 2021. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1414-40772021000100010

HORZ, V.; CRUZ, A. P. C.; FRARE, A. B.; BARBOSA, M. A. G. Orientação empreendedora em instituições públicas de ensino superior. FACES Journal, v. 19, n. 3, p. 86-102, 2020.

KLEIN, S. B.; AZEVEDO, S. S.; SILVA, P. B. Gestão do conhecimento como mecanismo de inovação organizacional: um estudo transdisciplinar. Revista Brasileira de Gestão e Inovação, v. 9, n. 1, 2021. DOI: http://doi.org/10.18226/23190639.v9n1.04

LACERDA, K. L. C. Habilitadores da inovação em uma instituição pública de ensino superior. Revista Eletrônica Gestão e Sociedade, v. 14, n. 37, p. 3262-3282, 2020. DOI: http://doi.org/10.21171/ges.v14i37.2659

MANSONI, C.; BRAMBILLA, F. R. Capacidade de inovação e cocriação: um estudo qualitativo em uma instituição de ensino. Revista Eletrônica de Administração e Turismo ReAT, v. 14, n. 1, 2020.

MEDEIROS, J. B. Redação científica: prática de fichamentos, resumos, resenhas. 13. ed. São Paulo: Atlas, 2019.

OLIVEIRA, I. T.; POIATTI, N. D. A importância do ensino superior para a inovação: o exemplo chinês. Educ. Soc., v. 43, 2022. https://doi.org/10.1590/ES.234975

PAOLIONELLI, S. M. R.; GAYDECZKA, B.; ANJO, L. F. R. S. As editoras universitárias no contexto da educação superior pública brasileira. Perspectivas em Ciências da Informação, v. 24, n. 1, p. 25-38, 2019. http://dx.doi.org/10.1590/1981-5344/3134

PIRES, P. K.; ALPERSTEDT, G. D. Disseminando e aplicando conhecimento sobre sustentabilidade e inovação social: o caso do Laboratório de Educação para Sustentabilidade e Inovação Social – LEdS. Avaliação, v. 27, n. 3, p. 651-673, 2022. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1414-40772022000300014

RIBEIRO, H. C. M. Bibliometria: quinze anos de análise da produção acadêmica em periódicos brasileiros. Biblios. n. 69. 2017. DOI http://doi.org/10.5195/biblios.2017.393

ROLIM, C.; SERRA, M. A cidade e as serras: onde criar (ou encerrar) uma universidade. Economia e Sociedade, v. 30, n. 1, p. 235-257, 2021. http://dx.doi.org/10.1590/1982-3533.2020v30n1art11

SANTOS, R. N. M. dos; KOBASHI, N. Y. Bibliometria, cientometria, infometria: conceitos e aplicações. Pesq. bras. Ci. Informação, v. 2, n. 1, p. 155-172, 2009.

SANTOS, S. E. OLIVEIRA, M. M. F. RODRIGUES, S. C. ALMEIDA, S. C. D. Avaliação da aprendizagem na educação superior: cooperação e inovação. Meta Avaliação, v. 14, n. 44, p. 580-602, 2022. http://dx.doi.org/10.22347/2175-2753v14i44.3766

SANTOS, T. R. M. O processo de inovação na educação superior a distância. Revista Foco, v. 15, n. 2, p. 01-10, 2022. DOI: http://doi.org/10.54751/revistafoco.v15n2-001

SILVA, D. S. M. et. al. Metodologias ativas e tecnologias digitais na educação médica: novos desafios em tempos de pandemia. RBEM Revista Brasileira de Educação Médica, v. 46, n. 2, 2022. DOI: https://doi.org/10.1590/1981-5271v46.2-20210018

SILVA, J. A.; NETO, A. R.; NASCIMENTO, J. C. H. B.; CASTRO, M. M. B.; NASCIMENTO, D. A. Cultura organizacional e o modelo de aceitação de tecnologia (tam): uma análise do módulo memorando eletrônico na universidade federal do Piauí. Desenvolvimento em Questão, n. 56, 2021. DOI: http://dx.doi.org/10.21527/2237-6453.2021.56.11337

WATARAI, L.; FARINA, M. C. Intraempreendedorismo em uma instituição de ensino superior público: características empreendedoras dos gestores. GeSec Revista de Gestão e Secretariado, v. 13, n. 4, p. 2159-2179, 2022. DOI: http://dx.doi.org/10.7769/gesec.v13i4.1467

Published

2024-06-06

How to Cite

Genauch, C. D., Karvat, J. S., Zaleski, J., & Herzog, S. C. M. (2024). Análise sobre a inovação em instituições de ensino superior. Caderno Pedagógico, 21(6), e4773 . https://doi.org/10.54033/cadpedv21n6-056

Issue

Section

Articles