Metaverso, resíduos eletrônicos e os desafios da sustentabilidade

Authors

  • Olavo Bilac Quaresma de Oliveira Filho
  • Ernesto Gomes Pereira Junior
  • Nathália Leão dos Santos
  • Márcia Pantoja de Oliveira

DOI:

https://doi.org/10.54033/cadpedv21n6-037

Keywords:

Lixo Eletrônico, Metaverso, Reciclagem, Tecnologia

Abstract

Atrelado aos avanços tecnológicos, como o desenvolvimento do metaverso, que ocorrem constantemente está um fator preocupante para o futuro da sociedade uma vez que, por diversos motivos, a troca de dispositivos ocorre, além do despejo incorreto dos mesmos. A produção de lixo eletrônico atinge números elevados que crescem exponencialmente ano após ano. Falta de clareza na apresentação de números totais e de exposição ao público sobre o problema são fatores que ajudam a agravar a situação atual. Dentre os inúmeros malefícios causados pelo despejo irregular de resíduos eletrônicos estão os males à natureza, uma vez que muitos dispositivos apresentam em sua composição elementos químicos prejudiciais ao meio ambiente. No entanto, existem alternativas viáveis para o tratamento e possível reaproveitamento de tais eletrônicos, como empresas de reciclagem e organizações que usam os mesmos para fins sociais, além de ações ambientais de logística reversa e ecopontos que estão sendo implantadas no Brasil e auxiliam no descarte correto desses resíduos. Tal pesquisa foi realizada com o intuito de aprofundar os conhecimentos sobre o assunto de estudo, evidenciando dados e pesquisas previamente realizadas que, todavia, não tiveram o alcance de público esperado, uma vez se tratando de um tema que atinge a vida de grande parte da população brasileira. Para o desenvolvimento desta pesquisa, utilizou-se de metodologias de pesquisa teórica, buscando fontes diversificadas para que os dados encontrados pudessem ser comparados. Neste artigo será apresentado um panorama de três temas atuais, o metaverso, a sustentabilidade e os impactos provocados por resíduos eletrônicos, considerando fatores socioeconômicos, ambientais e o possível destino para o respectivo tratamento sabendo que tal temática de estudo apresenta números preocupantes para o desenvolvimento sustentável da tecnologia.

References

BASSIANI, I. R. et al. Sustainable management of waste electrical and electronic equipment in Latin America. Disponível em: http://www.who.int /ceh/publications/ewaste_latinamerica/en/. Acesso em: 02 dez. 2022.

BOECHAT, Lucas. Gerenciamento de Lixo Eletrônico no Brasil. Disponível em: https://techinbrazil.com.br/gerenciamento-de-lixo-eletrônico-no-brasil. Acesso em: 05 dez. 2022.

BRASIL. Lei n. 9.605, de fevereiro de 1998. Dispõe sobre as sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente, e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/

ccivil_03/leis/L9605.html. Acesso em: 02 dez. 2022.

BRASIL. Lei n. 12.305, de 2 de agosto de 2010. Institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos; altera a Lei no 9.605, de 12 de fevereiro de 1998; e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/

ccivil_03/_ato2007-2010/2010/lei/ l12305.htm. Acesso em: 03 dez. 2022.

BRASIL. Lei n. 13.576, de 6 de julho de 2009. Institui normas e procedimentos para a reciclagem, gerenciamento e destinação final de lixo tecnológico. Disponível em: http://www.al.sp.gov.br/repositorio/legislacao/lei/2009/lei-13576-06.07.2009.html. Acesso em: 02 dez. 2022.

EXAME. Estatística de uso de celular no Brasil. Disponível em: http://exame.abril.com.br/negocios/dino/estatisticas-de-uso-de-celular-no-brasil- dino89091436131/. Acesso em: 02 dez. 2022.

IBE. Qual é o problema do lixo tecnológico eletroeletrônico (“e-lixo”) ?. Disponível em: http://www.biet.org.br/problema.html. Acesso em: 02 dez. 2022.

IPT/CEMPRE. Instituto de Pesquisas Tecnológicas / Compromisso Empresarial para a Reciclagem. Lixo Municipal: Manual de Gerenciamento Integrado. São Paulo, 1995.

MARTINS, D. L. et al. Resíduos Eletrônicos no Brasil. Disponível em: http://wiki.nosdigitais.teia.org.br/images/9/98/Lixo_eletrônico_no_brasil_2008.pdf. Acesso em: 02 dez. 2022.

ONU. ONU Prevê que o mundo terá 50 milhões de toneladas de lixo eletrônico em 2017. Disponível em: https://nacoesunidas.org/onu-preve-que-mundo-tera-50-milhoes-de- toneladas-de-lixo-eletrônico-em-2017. Acesso em: 04 dez. 2022.

ONU. Brasil produziu 1,4 milhão de toneladas de resíduos eletrônicos em 2014, afirma novo relatório da ONU. Disponível em: https://nacoesunidas.org/brasil-produziu-14-milhao-de-toneladas-de- resíduos-eletrônicos-em-2014-afirma-novo-relatorio-da-onu/. Acesso em: 02 dez. 2022.

ONU. No Brasil, 80 mil toneladas de resíduos sólidos são descartadas de forma inadequada por dia, afirma ONU. Disponível em: https://nacoesunidas.org/no-brasil-80- mil-toneladas-de-resíduos-solidos-sao-descartados-de-forma-inadequada-afirma-onu/ Acesso em: 03 dez. 2022.

SEBRAE. Como montar um serviço de reciclagem de lixo eletrônico. Disponível em: https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/ideias/como-montar-um-servico-de-reciclagem-de-lixo-eletrônico,e4397a51b9105410VgnVC M1000003b74010aRCRD>. Acesso em: 01 dez. 2022.

SPITZCOVSKY, D. ONU lança primeiro mapa global de lixo eletrônico. Disponível em: http://planetasustentavel.abril.com.br/noticia/lixo/onu-lanca-primeiro-mapa-global-lixo- eletrônico-e-lixo-world-map-763469.shtml>. Acesso em: 02 dez. 2022.

UNEP. Relatório do PNUMA mostra os perigos do lixo eletrônico despejado e comercializado ilegalmente. Disponível em: http://drustage.unep.org/relat%C3%B3rio-do-pnuma-mostra-os-perigos-do-lixo-eletr%C3%B4nico-despejado-e-comercializado- ilegalmente. Acesso em: 04 dez. 2022.

Published

2024-06-05

How to Cite

Oliveira Filho, O. B. Q. de, Pereira Junior, E. G., Santos, N. L. dos, & Oliveira, M. P. de. (2024). Metaverso, resíduos eletrônicos e os desafios da sustentabilidade. Caderno Pedagógico, 21(6), e4745. https://doi.org/10.54033/cadpedv21n6-037

Issue

Section

Articles