O impacto dos ambientes urbanos poluídos no desenvolvimento de doenças respiratórias crônicas: uma análise multidisciplinar

Authors

  • Lígia Cristina Pagotto
  • Pedro Henrique Vazão
  • Giovana Gabriela de Souza Ronas
  • Sâmela da Silva Oliveira
  • Rhanna Kézia Wandekoken Will
  • Sabrina Guerson Juste Azevedo Vieira
  • Lucas Luiz Fitipaldi Ferreira
  • Pedro Henrique Rodrigues Brito
  • Bruna Victoria Alves Teixeira Furtado
  • Luana Rafaela Saldanha Bogaski
  • Tiago Gonçalves de Araújo
  • Janilson Barros de Sá
  • Raianny Christina Niesing Rachid
  • Kassio Romulo Veras Leite

DOI:

https://doi.org/10.54033/cadpedv21n5-220

Keywords:

Doenças Respiratórias, Poluição Atmosférica, Saúde Pública, Urbanização

Abstract

À medida que a urbanização se intensifica ao redor do mundo, a poluição do ar emerge como uma preocupação crescente, particularmente devido à sua associação com o aumento na incidência de doenças como asma, doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) e câncer de pulmão. O objetivo deste estudo é consolidar e avaliar as evidências científicas que relacionam a exposição a poluentes atmosféricos urbanos com a saúde respiratória, identificando as principais fontes de poluição e seus efeitos patológicos. A metodologia adotada envolveu uma busca sistemática nas principais bases de dados científicas por artigos publicados nos últimos dez anos, utilizando palavras-chave pertinentes à poluição do ar e às doenças respiratórias em contextos urbanos. A revisão focou-se nos principais poluentes, explorando seus mecanismos de ação na patogênese das doenças respiratórias. Os resultados destacam uma correlação significativa entre altos níveis de poluição do ar em áreas urbanas e a prevalência de doenças respiratórias crônicas. Os estudos incluídos na análise demonstram que a exposição prolongada a esses poluentes compromete a função pulmonar e contribui para a exacerbação de condições respiratórias preexistentes. A revisão também aborda estratégias de mitigação, incluindo políticas de controle de emissões e melhorias na infraestrutura urbana, que têm demonstrado eficácia na redução dos níveis de poluição do ar e na melhoria da saúde pública. Conclui-se que a poluição do ar em ambientes urbanos é um determinante crítico para a saúde respiratória, exigindo ações coordenadas de políticas públicas, planejamento urbano e cooperação comunitária para mitigar seus efeitos. Este estudo contribui para o entendimento dos impactos complexos da urbanização na saúde respiratória e enfatiza a necessidade de abordagens multidisciplinares para desenvolver soluções eficazes e sustentáveis.

References

ACEITUNO, D.; URRUTIA, D.; SUJIMA, E.; GONZÁLEZ-HERNÁNDEZ, J. Manifestaciones neurológicas de la intoxicación aguda por monóxido de carbono: revisión de la literatura a propósito de un caso. Revista Memoriza.com, v. 5, p. 8-17, 2009. Disponível em: http://memoriza.com/documentos/revista/2009/CO2005_5_8-17.pdf. Acesso em: 10 mai. 2024.

ARBEX, M. A. et al. A poluição do ar e o sistema respiratório. Jornal Brasileiro de Pneumologia, v. 38, p. 643-655, 2012. Disponível em: https://www.scielo.br/j/jbpneu/a/sD3cLkXqQwmDFpgzsyj7gBm/?lang=pt. Acesso em: 11 mai. 2024.

BARROS, A. P. M. E. F. R. D. Manual de Estudo de Tráfego. Rio de Janeiro: Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, 2006.

BORGES, V. O. et al. Zonas climáticas locais e as ilhas de calor urbanas: uma revisão sistemática. Revista Brasileira de Climatologia, v. 31, p. 98-127, 2022. Disponível em: https://ojs.ufgd.edu.br/index.php/rbclima/article/

view/15755. Acesso em: 13 mai. 2024.

BRAGA, A.; PEREIRA, L. A. A.; SALDIVA, P. H. N. Poluição atmosférica e seus efeitos na saúde humana. In: EVENTO SUSTENTABILIDADE NA GERAÇÃO E USO DE ENERGIA. Anais. São Paulo: UNICAMP, 2002.

BRASIL. Conselho Nacional do Meio Ambiente. Resolução nº 3, de 28 de junho de 1990. Dispõe sobre padrões de qualidade do ar, previstos no PRONAR. Diário Oficial da União, Brasília, DF, n. 163, p. 15937-15939, 22 ago. 1990. Seção 1.

BRASIL. Conselho Nacional do Meio Ambiente. Resolução nº 491, de 19 de novembro de 2018. Dispõe sobre procedimentos para o licenciamento ambiental de empreendimentos de irrigação. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 21 nov. 2018. Seção 1, p. 89.

BRASIL. Ministério da Saúde (MS). Plano Nacional de Saúde 2020-2023. Brasília: MS; 2020. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/

plano_nacional_saude_2020_2023.pdf. Acesso em: 14 mai. 2024.

BRICKUS, L. S. R.; NETO, F. R. de. A. A qualidade do ar de interiores e a química. Química nova, v. 22, p. 65-74, 1999. Disponível em: https://www.

scielo.br/j/qn/a/CvLhCrVpXN9GJdWcHmcJR9h/. Acesso em: 04 mai. 2024.

CASTRO, A. H. S.; ARAÚJO, R. S.; SILVA, G. M. M. Qualidade do ar–parâmetros de controle e efeitos na saúde humana: uma breve revisão. Holos, v. 5, p. 107-121, 2013. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/4815/

pdf. Acesso em: 03 mai. 2024.

CETESB. Companhia Ambiental do Estado de São Paulo. Poluentes. São Paulo: CETESB, 2018.

COSTA, M. A. P. M. et al. Efeitos das Partículas Totais em Suspensão (PTS) na saúde da população dos bairros de Benfica, Bonsucesso, Ramos e Manguinhos – Rio de Janeiro/RJ. Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde – HYGEIA, v. 5, n. 9, p. 99 – 114, 2009. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/hygeia/article/viewFile/16957/9351. Acesso em: 13 mai. 2024.

DAPPER, S. K. et al. Poluição do ar como fator de risco para a saúde: uma revisão sistemática no estado de São Paulo. Estudos Avançados, v. 30, n. 86, 2016. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ea/v30n86/0103-4014-ea-30-86-00083.pdf. Acesso em: 15 mai. 2024.

DRUMM et al. Poluição atmosférica proveniente da queima de combustíveis derivados do petróleo em veículos automotores. Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Digital, v. 18, n. 1, p. 66-78, 2014. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/index.php/reget/article/view/10537. Acesso em: 09 mai. 2024.

ESQUIVEL, G. A. R.; GOMES, J.; GRAUER, A. F. Avaliação da correlação entre as concentrações de poluentes atmosféricos e a mortalidade de idosos no município de Curitiba. Engenharia Sanitária e Ambiental, v. 16, n. 1, p. 387-394, 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/esa/v16n4/

a10v16n4.pdf. Acesso em: 10 abr. 2024.

FERNANDES, A. R. Análise da qualidade do ar e preocupações com a saúde. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) – Faculdade de Engenharia Universidade do Porto, Porto, 2017.

GODOWITCH, J. M.; POULIOT, G. A.; RAO, S. T. Assessing multi-year changes in modeled and observed urban NOX concentrations from a dynamic model evaluation perspective. Atmospheric Environment, v.44, n.24, p.2894 – 2901, 2010. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1

?casa_token=KxVCrujUNIQAAAAA:MnADamKc0onhZbVOHMOecfD8rf_V6qllg9lkmozKZ1AuzTiFEB3RWgKvLoERjxXUDWGaxVwNRmw. Acesso em: 19 abr. 2024.

GOMES, E. P. Levantamento das principais fontes de emissões atmosféricas na cidade de Manaus. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2009.

HORGNIES, M.; DUBOIS-BRUGGER, I.; GARTNER, E. M. NOx de-pollution by hardened concrete and the influence of activated charcoal additions. Cement and Concrete Research, v.42, p.1348-1355, 2012. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0008884612001561?casa_token=UTL1WpfUxV0AAAAA:-tTfXdtDPYhrPDwu9tU9K7e44p8nfPw1NRBzyA

mJP6zYq7woMWQQfiz6DbA6qxPkbaTpUmMGDqY. Acesso em: 04 mai. 2024.

JASINSKI, R.; PEREIRA, L. A. A.; BRAGA, A. L. F. Poluição atmosférica e internações hospitalares por doenças respiratórias em crianças e adolescentes em Cubatão, São Paulo, Brasil, entre 1997 e 2004. Cadernos de Saúde Pública, v. 27, p. 2242-2252, 2011. Disponível em: https://www.scielosp.org/

pdf/csp/2011.v27n11/2242-2252/pt. Acesso em: 13 abr. 2024.

JUNGER, W. L.; LEON, A. P. de. Poluição do ar e baixo peso ao nascer no Município do Rio de Janeiro, Brasil, 2002. Cadernos de Saúde Pública, v. 23, n. suppl 4, p. S588-S598, 2007. Disponível em: https://www.scielosp.org/

df/csp/v23s4/11.pdf. Acesso em: 19 abr. 2024.

LISBOA, H. M. Efeitos da poluição atmosférica. In: Controle da poluição atmosférica. Montreal: Primeira versão, 2007.

MARIO, M. P. J. Poluição atmosférica como condicionante no processo de ocupação do espaço urbano: Análise na cidade de Porto Alegre. Dissertação (Mestrado em Planejamento Urbano e Industrial) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2012.

MENDES, A. et al. Impactos da poluição atmosférica na Saúde: perspetivas do projeto FUTURAR. Boletim Epidemiológico Observações, v. 6, n. 9, p. 11-46-50, 2017.

MOREIRA, J. K. R.; LIMA, A. C. M.; CARDOSO, B. A.; VINAGRE, M. V. A. Avaliação da Qualidade do Ar Através de Parâmetros Biológicos e Visuais nos Bairros de São Brás, Nazaré e Cidade Velha, Belém (PA). Educação Ambiental em Ação, v. 53, p. 1-16, 2015.

MUSHTAHA, E. et al. Um estudo do impacto dos principais fatores urbanos da ilha de calor em um pátio de clima quente: o caso da Universidade de Sharjah, Emirados Árabes Unidos. Cidades e Sociedade Sustentáveis, v. 69, p.102844, 2021.

OMS. Organização Mundial da Saúde. Health, environment and climate change. OMS, 2019. Disponível em: https://apps.who.int/gb/ebwha/pdf_files/

WHA72/A72_15-en.pdf?ua=1. Acesso em: 03 mai. 2024.

TORRES, L. M. et al. Poluição atmosférica em cidades brasileiras: uma breve revisão dos impactos na saúde pública e meio ambiente. Naturae, v. 2, n. 1, p. 23-33, 2020. Disponível em: https://sapientiae.com.br/index.php/natu

rae/article/view/CBPC2674-6441.2020.001.0003/54. Acesso em: 10 mai. 2024.

VESILIND, P. A.; MORGAN, S. M. Introdução à Engenharia Ambiental. 2 ed. São Paulo: Cengage Learning, 2011.

ZANOLLI, P. R. Avaliação dos impactos ambientais gerados pelos automóveis na cidade de Ilha Solteira/SP. Área de conhecimento: Recursos Hídricos e Tecnologias Ambientais. Dissertação (Mestrado) – Universidade Estadual Paulista, São Paulo, 2015.

Published

2024-05-31

How to Cite

Pagotto, L. C., Vazão, P. H., Ronas, G. G. de S., Oliveira, S. da S., Will, R. K. W., Vieira, S. G. J. A., Ferreira, L. L. F., Brito, P. H. R., Furtado, B. V. A. T., Bogaski, L. R. S., Araújo, T. G. de, Sá, J. B. de, Rachid, R. C. N., & Leite, K. R. V. (2024). O impacto dos ambientes urbanos poluídos no desenvolvimento de doenças respiratórias crônicas: uma análise multidisciplinar. Caderno Pedagógico, 21(5), e4615 . https://doi.org/10.54033/cadpedv21n5-220

Issue

Section

Articles