Desenvolvendo criatividade e raciocínio lógico no ensino de matemática infantil

Authors

  • Alberto da Silva Franqueira
  • Andréia Anciutti dos Santos
  • Bianca Blandino Florentino
  • Fernanda Souto dos Santos
  • Francisco José dos Santos
  • Jamir Adolfo Corrêa
  • José Rogério Linhares
  • Silvana Maria Aparecida Viana Santos

DOI:

https://doi.org/10.54033/cadpedv21n5-115

Keywords:

Gamificação, Educação Matemática Inclusiva, Metodologias Ativas, Engajamento dos Alunos, Pensamento Crítico

Abstract

O presente estudo investigou o crescente desafio do desinteresse dos alunos pelas aulas de matemática, propondo uma avaliação sobre o impacto de abordagens pedagógicas inovadoras no aumento da participação e no aprimoramento da aprendizagem. O foco principal foi examinar como a gamificação, a educação matemática inclusiva e as metodologias ativas podem transformar o ensino de matemática. Através de uma metodologia de revisão sistemática da literatura, foram coletados e analisados dados de estudos que implementaram essas estratégias em variados ambientes educacionais. Os achados revelaram que cada estratégia proposta possui um potencial distinto para engajar alunos: a gamificação se destacou ao capturar e manter o interesse dos estudantes; a educação matemática inclusiva provou ser fundamental na facilitação do acesso ao conteúdo curricular para alunos com necessidades especiais; e as metodologias ativas foram cruciais no fomento ao desenvolvimento de habilidades de pensamento crítico. Os resultados sugerem que a integração dessas abordagens em um modelo pedagógico unificado pode ser eficaz para superar os obstáculos atuais enfrentados no ensino de matemática. Este estudo conclui com a recomendação de que pesquisas futuras se concentrem na implementação prática e nos efeitos duradouros dessas estratégias combinadas, visando uma transformação educacional sustentável e inclusiva.

References

ALVES, D. M.; CARNEIRO, R. S.; CARNEIRO, R. dos S. Gamificação no ensino de matemática: uma proposta para o uso de jogos digitais nas aulas como motivadores da aprendizagem. Revista Docência e Cibercultura, v. 6, n. 3, p. 146–164, 2022. DOI: 10.12957/redoc.2022.65527. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/re-doc/article/view/65527.

BARBOSA, E.; PONTES, M. M.; CASTRO, J. B. de. A utilização da gamificação aliada às tecnologias digitais no ensino da matemática: um panorama de pesquisas brasileiras. Revista Prática Docente, v. 5, n. 3, p. 1593–1611, 2020. DOI: 10.23926/RPD.2526-2149.2020.v5.n3.p1593-1611.id905. Disponível em: https://periodicos.cfs.ifmt.edu.br/periodicos/index.php/rpd/article/view/421.

CAZORLA, I. M.; SILVA JÚNIOR, A. V.; SANTANA, E. R. S. Reflexões sobre o ensino de variáveis conceituais na Educação Básica. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 9, n. 2, p. 354–373, 2018. DOI: 10.26843/rencima.v9i2.1674. Disponível em: https://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/rencima/article/view/1674.

COSTA, A. B.; GIL, M. S. C. A.; ELIAS, N. C. Ensino de matemática para pessoas com deficiência visual: uma análise de literatura. Revista Educação Especial, v. 33, p. 1-22, 2020. Disponível em: https://www.redalyc.org/journal/3131/313162288025/313162288025.pdf.

HINO, K. H. et al. Sala de aula invertida como estratégia para o ensino de matemática em escola pública. Revista de Educação Matemática, v. 1, n. 8, p. 157-179, 2019.

MALAGUETA, A. S.; NAZÁRIO, F. F.; CAVALCANTE, J. A. A influência da gamificação no ensino da matemática nas séries iniciais do ensino fundamental. Revista Ibero-Americana de Humanidades, Ciências e Educação, v. 9, n. 9, p. 263–279, 2023. DOI: http://doi.org/10.51891/rease.v9i9.11141. Disponível em: https://periodicorease.pro.br/rease/article/view/11141.

MAMCASZ-VIGINHESKI, L. V.; RUTZ DA SILVA, S. C.; SHIMAZAKI, E. M.; MACIEL PINHEIRO, N. A. Jogos na alfabetização matemática para estudantes com deficiência visual numa perspectiva inclusiva. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 14, n. 2, p. 404-419, 2019. DOI: 10.21723/riaee.v14i2.8893. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/8893.

MARTINS, A.; MAIA, M.; TINTI, D. S. Utilizando a gamificação em uma intervenção pedagógica nas aulas de matemática do 7° ano. Revista Insignare Scientia - RIS, v. 3, n. 1, p. 309-321, jan./abr. 2020. Disponível em: https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/11228.

MIRANDA, F. A. M.; MIRANDA, J. S.; MARTINI, L. C.; SOUZA, K.; CORRÊA, A. G. D. ALFAMATECA: SOFTWARE DE MATEMÁTICA PARA DEFICIENTES VISUAIS EM FASE DE ALFABETIZAÇÃO. In: VI CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO, 2019. Disponível em: https://www.editorarealize.com.br/editora/anais/conedu/2019/TRABALHO_EV127_MD1_SA19_ID10573_16092019001236.pdf.

Published

2024-05-15

How to Cite

Franqueira, A. da S., Santos, A. A. dos, Florentino, B. B., Santos, F. S. dos, Santos, F. J. dos, Corrêa, J. A., Linhares, J. R., & Santos, S. M. A. V. (2024). Desenvolvendo criatividade e raciocínio lógico no ensino de matemática infantil. Caderno Pedagógico, 21(5), e4298. https://doi.org/10.54033/cadpedv21n5-115

Issue

Section

Articles