Tecnologias digitais e metodologias ativas na educação

Authors

  • Silvana Maria Aparecida Viana Santos
  • Aldemiro Dantas Mendes
  • Cícero Alexandro Diniz Rodrigues
  • Jakeline Farias Souza
  • Juliana Frioli Teixeira Callado
  • Lidia Maria Carneiro Ibrahim
  • Roberto Dezan Vicente
  • Rodrigo Rodrigues Pedra

DOI:

https://doi.org/10.54033/cadpedv21n5-110

Keywords:

Tecnologias Digitais, Metodologias Ativa, Educação, Desenvolvimento Profissional, Resistência ao Novo

Abstract

Este trabalho abordou a integração de tecnologias digitais e metodologias ativas na educação, um tema de crescente importância no contexto educacional moderno. O problema central investigado foi como essas tecnologias e metodologias podem ser integradas para melhorar o ensino e a aprendizagem, enfrentando desafios como a resistência de professores e a falta de infraestrutura adequada. O objetivo geral da pesquisa foi analisar a implementação de tecnologias digitais e metodologias ativas na educação e avaliar os impactos percebidos tanto por educadores quanto por alunos. Para isso, realizou-se uma revisão bibliográfica extensa, utilizando como fontes principais os estudos recentes que discutem as implicações dessas tecnologias e práticas pedagógicas no ambiente educacional. Os resultados da análise indicaram que, embora as tecnologias digitais e as metodologias ativas ofereçam significativas oportunidades para enriquecer a experiência educacional, sua implementação efetiva ainda enfrenta numerosos desafios. Estes incluem a necessidade de desenvolvimento profissional contínuo para os educadores, a superação da resistência ao novo e a garantia de acesso equitativo às tecnologias. Através da lente dos trabalhos de Formosinho (2007), Nóvoa (1991) e Tardif (2002), é possível perceber que a integração eficaz dessas inovações pedagógicas requer mais do que apenas mudanças estruturais ou curriculares; ela exige uma transformação na maneira como os educadores percebem seu próprio processo de aprendizagem e desenvolvimento. Formosinho propõe que a pedagogia da infância deve envolver um diálogo contínuo com o passado e o futuro, enfatizando a importância da autoformação na adaptação às novas demandas educacionais. Nóvoa realça que a profissão docente deve ser vista como uma constante construção de identidade, implicando numa reflexão crítica sobre as práticas pedagógicas e na disposição para aprender ao longo da vida. Tardif complementa estas ideias ao discutir que os saberes docentes são dinâmicos e construídos na interação entre teoria e prática, ressaltando a necessidade de uma formação que seja adaptativa e responsiva às mudanças tecnológicas e metodológicas. As considerações finais destacaram a necessidade de políticas educacionais e de um comprometimento com a formação contínua dos professores para que a integração de tecnologias digitais e metodologias ativas seja bem-sucedida. Sublinhou-se também a importância de uma colaboração efetiva entre os diversos stakeholders na educação para promover um ambiente de aprendizado que seja inclusivo e eficaz. Ressalta-se, assim, a necessidade de um modelo de formação docente que não apenas ensine técnicas, mas que também fomente a autoformação, a adaptabilidade e o desenvolvimento profissional contínuo, preparando os educadores para serem agentes ativos na transformação educacional.

References

ARRUDA, J. S.; CASTRO FILHO, J. A.; SIQUEIRA, L. M. R. C.; HITZSCHKY, R. A. Tecnologias digitais e a prática docente: Como as metodologias ativas podem transformar a formação de professores. Em XXV Workshop de Informática na Escola, 2019. Disponível em: 10.5753/cbie.wie.2019.1429. DOI: https://doi.org/10.5753/cbie.wie.2019.1429

FERRARINI, R.; SAHEB, D.; TORRES, P. L. Metodologias ativas e tecnologias digitais: aproximações e distinções. Revista Educação em Questão, Natal, v. 57, n. 52, abr./jun. 2019. Epub 17-Set-2019. DOI: 10.21680/1981-1802.2019v57n52id15762. Disponível em: http://educa.fcc.org.br/scielo.php?pid=S0102-77352019000200010&script=sci_arttext. DOI: https://doi.org/10.21680/1981-1802.2019v57n52ID15762

FORMOSINHO, J. O. Pedagogia da infância: dialogando com o passado: construindo o futuro. Porto Alegre: Artmed, 2007.

GONÇALVES, B.; TORRES, E.; CHUMBO, I.; GONÇALVES, V. Massive open online courses (MOOC) na formação contínua de professores: um estudo de caso. Revista Onis Ciência, v. 5, n. 3, p. 5-21, 2015. Disponível em: https://bibliotecadigital.ipb.pt/bitstream/10198/13108/1/Artigo_Bruno_Esther_Isabel_VG%20.pdf

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Fundamentos de metodologia científica. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2003.

NÓVOA, A. (Org.). Profissão professor. Porto: Porto Editora, 1991.

PARREIRA, A.; LEHMANN, L.; OLIVEIRA, M. O desafio das tecnologias de inteligência artificial na Educação: percepção e avaliação dos professores. Ensaio: aval. pol. públ. Educ., Rio de Janeiro, v. 29, n. 113, p. 975-999, out./dez. 2021. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ensaio/a/nM9Rk8swvtDvwWNrKCZtjGn/?format=pdf&lang=pt DOI: https://doi.org/10.1590/s0104-40362020002803115

PRODANOV, C. C.; FREITAS, E. C. Metodologia do trabalho científico: Métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo: Feevale, 2013. Disponível em: .

SEVERINO, A. J. Metodologia do trabalho científico. 1. ed. São Paulo: Cortez, 2013. Disponível em: https://www.cortezeditora.com.br.

SILVA, J. B.; ANDRADE, M. H.; OLIVEIRA, R. R.; SALES, G. L.; ALVES, F. R. V. Tecnologias digitais e metodologias ativas na escola: o contributo do Kahoot para gamificar a sala de aula. Revista Thema, Pelotas, v. 15, n. 2, p. 780-791, 2018. DOI: 10.15536/thema.15.2018.780-791.838. Disponível em: https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/thema/article/view/838. DOI: https://doi.org/10.15536/thema.15.2018.780-791.838

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis: Vozes, 2002.

Published

2024-05-15

How to Cite

Santos, S. M. A. V., Mendes, A. D., Rodrigues, C. A. D., Souza, J. F., Callado, J. F. T., Ibrahim, L. M. C., Vicente, R. D., & Pedra, R. R. (2024). Tecnologias digitais e metodologias ativas na educação. Caderno Pedagógico, 21(5), e4291. https://doi.org/10.54033/cadpedv21n5-110

Issue

Section

Articles