Pneumonia no Brasil: uma comparação da incidência hospitalar pré e pós-pandemia de COVID-19

Authors

  • Aline Soares de Santana Dutra
  • Marcos Vinícius Maldonado de Barros Lacerda
  • Lucas Salvadego Moia
  • Júlia Cristini Thomas Pies
  • Gustavo Salvadego Moia
  • Michelle Silvestre do Vale
  • Vicente Paulo Afonso Abreu
  • Diogo Henrique Araújo Nogueira
  • Vanessa Albuquerque Pinto
  • Mariana Santos de Abreu
  • Charlize Dias Rocha
  • Jorge Augusto Souza Almeida
  • Maria Eduarda de Aragão Peixoto
  • Daniely Saraiva Pimentel
  • Larychelle de Pinho Antunes

DOI:

https://doi.org/10.54033/cadpedv21n5-217

Keywords:

Pneumonia, Internações, COVID-19, Epidemiologia

Abstract

A pneumonia continua sendo uma das principais causas de morbidade e mortalidade em todo o mundo, representando um desafio significativo para os sistemas de saúde. A necessidade de internações devido a essa doença respiratória aguda é uma realidade frequente, especialmente entre os grupos vulneráveis, como idosos, crianças e pessoas com condições médicas subjacentes. A pandemia de COVID-19 desencadeou uma crise de saúde global, afetando milhões em todo o mundo. Um dos desafios mais significativos enfrentados pelos sistemas de saúde durante esse período foi o aumento das internações por pneumonia, uma complicação frequentemente associada à infecção pelo coronavírus. A avaliação da incidência das internações desempenha um papel crucial na identificação de disparidades de saúde. Ao analisar dados epidemiológicos relacionados às internações por pneumonia, é possível identificar grupos populacionais que estão em maior risco e que podem se beneficiar de intervenções direcionadas. Isso é essencial para garantir que os recursos sejam alocados de forma equitativa e que todas as comunidades tenham acesso igualitário aos cuidados de saúde. O objetivo deste trabalho foi analisar a influência da COVID-19 nas internações causadas por pneumonia no Brasil. Este é um estudo de séries temporais, que usou dados do Sistema de Informações Hospitalares (SIH) do DATASUS. Essa fonte abrangente oferece uma visão detalhada das internações causadas por pneumonia no Brasil. Nesse estudo, demostramos um aumento de 2% nas internações causadas por pneumonia no Brasil, com o sudeste sendo responsável pela maioria das internações e custos hospitalares. Além disso, identificamos que homens pardos, com 80 anos ou mais, foram os principais afetados. O aumento das internações por pneumonia é um indicador preocupante que requer atenção imediata tanto dos profissionais de saúde quanto das autori-dades responsáveis pela saúde pública.

References

ALMEIDA, João Victor Duarte Rodrigues et al. Mortalidade Por Pneumonia: Uma Jornada De Altos E Baixos No Brasil (2018-2022). Revista Ibero-Americana de Humanidades, Ciências e Educação, São Paulo, v.10, n.04, abr. 2024 DOI: https://doi.org/10.51891/rease.v10i4.13514

COELHO, Luis et al. Como Diagnosticar e Tratar Pneumonias. Revista Brasileira de Medicina, dez. 2009.

COSTA, Márcia da Silva. Trabalho informal: um problema estrutural básico no entendimento das desigualdades na sociedade brasileira. Caderno CRH, v. 23, n. 58, p. 171–190, abr. 2010. DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-49792010000100011

FERRER, Ana Paula Scoleze. Estudo das causas de internação hospitalar das crianças de 0 a 9 anos de idade no município de São Paulo. Tese (Doutorado) – Universidade de São Paulo, 2009.

FIOCRUZ, Fundação Oswaldo Cruz. Pneumonia. 2013. Disponível em: https://agencia.fiocruz.br/pneumonia. Acesso em: 15 set. 2020.

GASPAR, Maria Augusta Ribeiro et al. Desigualdade social e hospitalizações por pneumonia em crianças menores de cinco anos no Estado do Maranhão, Brasil. Rev Bras Saude Mater Infant, v. 20, n. 1, p. 87-94; 2020.

GIRARDI, Juliana da Motta et al. Uso de máscaras para a redução da transmissão da COVID-19: revisão integrative. Com. Ciências Saúde. 32(1):17‑30; 2021. DOI: https://doi.org/10.51723/ccs.v32i01.800

GOMES, Romeu et al. Por que os homens buscam menos os serviços de saúde do que as mulheres? As explicações de homens com baixa escolaridade e homens com ensino superior. Cadernos de Saúde Pública, v. 23, n. 3, p. 565–574, mar. 2007. DOI: https://doi.org/10.1590/S0102-311X2007000300015

GOUVEIA, Nelson et al. Air pollution and hospitalizations in the largest Brazilian metropolis. Revista de Saúde Pública, v. 51, p. 117, 2017.

GUIMARÃES, Esther Gonçalves et al. Perfil epidemiológico das crianças com Pneumonia no Espírito Santo entre 2018 e 2023. Brazilian Journal of Implantology and Health Sciences, [S. l.], v. 5, n. 5, p. 6104–6112, 2023. DOI: https://doi.org/10.36557/2674-8169.2023v5n5p6104-6112

MATTA, Gustavo Corrêa et al. Os impactos sociais da Covid-19 no Brasil: populações vulnerabilizadas e respostas à pandemia [online]. Rio de Janeiro: Observatório Covid 19; Editora FIOCRUZ, 2021, 221 p. Informação para ação na Covid-19 series. ISBN: 978-65-5708-032-0. DOI: https://doi.org/10.7476/9786557080320

MEGIANI, Isabela Nishimura et al. Análise temporal e financeira das internações por pneumonia na população infantojuvenil brasileira. Research, Society and Development, v. 13, n. 2, e7713245031, 2024. DOI: https://doi.org/10.33448/rsd-v13i2.45031

MICHELIN, Lessandra et al. Mortalidade e custos da pneumonia pneumocócica em adultos: um estudo transversal. Jornal Brasileiro de Pneumologia, v. 45, n. 6, p. e20180374, 2019. DOI: https://doi.org/10.1590/1806-3713/e20180374

MOURA, Roudom Ferreira et al. Fatores associados às desigualdades das condições sociais na saúde de idosos brancos, pardos e pretos na cidade de São Paulo, Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, v. 28, n. 3, p. 897–907, mar. 2023. DOI: https://doi.org/10.1590/1413-81232023283.08582022

RODRIGUES. Pneumonias agudas na criança. Boletim da Sociedade de Pediatria de São Paulo, v. 1, n. 5, p. 4-7, 2016.

ROSSETTO, Caroline et al. Causas de internação hospitalar e óbito em idosos brasileiros entre 2005 e 2015. Rev. Gaúcha Enferm, v. 40, p. e20190201, 2019.

SILVA, Delmira Santos da Conceição et al. Impactos causados pela COVID-19: um estudo preliminar. Revbea, São Paulo, v. 15, n. 4, p. 128-147, 2020. DOI: https://doi.org/10.34024/revbea.2020.v15.10722

SOUSA, Nadja Maria Nacimento et al. Influência de variáveis meteorológicas sobre a incidência do dengue, meningite e pneumônia em João Pessoa-PB. Revista Brasileira de Meteorologia, v. 22, n. 2, p. 183–192, ago. 2007. DOI: https://doi.org/10.1590/S0102-77862007000200004

VIANA, Carlos Bruno Gonçalves et al. Pneumonia Pós-Covid-19: Um Relato de Caso Sobre os Achados Mais Comuns em Exames de Imagem. Id on Line Rev. Psic., v. 17, n. 66, p. 287-296, Maio 2023. DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v17i66.3761

Published

2024-05-29

How to Cite

Dutra, A. S. de S., Lacerda, M. V. M. de B., Moia, L. S., Pies, J. C. T., Moia, G. S., Vale, M. S. do, Abreu, V. P. A., Nogueira, D. H. A., Pinto, V. A., Abreu, M. S. de, Rocha, C. D., Almeida, J. A. S., Peixoto, M. E. de A., Pimentel , D. S., & Antunes, L. de P. (2024). Pneumonia no Brasil: uma comparação da incidência hospitalar pré e pós-pandemia de COVID-19. Caderno Pedagógico, 21(5), e4267. https://doi.org/10.54033/cadpedv21n5-217

Issue

Section

Articles