Estado da arte da produção científica em agroecologia e agricultura orgânica do IFSULDEMINAS de 2009 a 2023

Authors

  • Rooseveldt Heldt Junior
  • Felipe Facci Inguaggiato
  • Jonas Campo Francisco
  • Sergio Pedini

DOI:

https://doi.org/10.54033/cadpedv21n5-085

Keywords:

Bibliometria, Agricultura, Educação, Ensino

Abstract

O presente artigo aborda, de forma temporal, a trajetória da pesquisa voltada à agroecologia e agricultura orgânica referente ao Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais, entre os anos de 2009 e 2023, fazendo um resgate teórico e conceitua sobre os efeitos negativos da agricultura convencional, ressaltando a agroecologia e agricultura orgânica como práticas alternativas e sustentáveis. Como processo metodológico, o trabalho empregou uma abordagem mista, combinando análises quantitativas e qualitativas, tendo como materiais o Google Acadêmico para realização de buscas e revisões sistemáticas sobre publicações pertinentes ao tema, utilizando da bibliometria como parâmetro comparativo entre as publicações levantadas e suas datas de publicação. Como resultado, foram identificados 585 artigos voltados à temática, sendo observado um expressivo aumento em publicações a partir do ano de 2018, o que denota uma crescente adesão, tanto do ponto de vista acadêmico quanto prático de questões voltadas a estas práticas agrícolas. O campi Inconfidentes do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais despontou como o principal centro de produção científica dessa temática, seguido pelos campi de Machado, Muzambinho e Pouso Alegre, assim como Poços de Caldas. De modo conclusivo, observa-se a importância da cooperação e integração entre os diferentes campi do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais e os produtores orgânicos e agroecológicos locais para fomentar adoção de práticas agrícolas mais sustentáveis e ambientalmente responsáveis. Além disso, o presente artigo destaca a iminente necessidade de uma transição para os sistemas de produção alimentar mais sustentáveis, destacando o papel fundamental da educação, da ciência, da pesquisa de da colaboração interinstitucional – no caso estudado, de diferentes campi­ -para esse processo.

References

ALTIERI, M. El “estado del arte” de la agroecología y su contri-bución al desarrollo rural en América Latina. In: CADENAS, M. A. (Org.). Agricultura y desarrollo sostenible. Madrid: MAPA, 1995.

ASSIS, L.; ROMEIRO, A.R. Agroecologia e agricultura orgânica: controvérsias e tendências. Desenvolvimento e Meio Ambiente, n. 6, p. 67-80, jul./dez. 2002. Editora UFPR. Disponível em: <https://revistas.ufpr.br/made/article/view/22129/14493> Acesso em: 01 jul. 2023. DOI: https://doi.org/10.5380/dma.v6i0.22129

BAGIATIS, V.K.; OXOUZI, E.T. The evolution of the relative position of 15 eu member states regarding organic agriculture. Journal of Agricultural Sciences, Toronto, v.56, n.2, p.133-143, 2011. DOI: https://doi.org/10.2298/JAS1102133B

BARBOZA, L.G.A.; THOMÉ, H.V.; RATZ, R.J.; MORAES, A.J. Para além do discurso ambientalista: percepções, práticas e perspectivas da agricultura agroecológica. Ambiência, Guarapuava, v.8, n.2, p.389-401, 2012. DOI: https://doi.org/10.5777/ambiencia.2012.02.01rb

BRASIL. Lei no 10.831, de 23 de dezembro de 2003. Dispõe sobre a agricultura orgânica e dá outras providências. Disponível em: <https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2003/L10.831.htm>. Acesso em: 01 jul. 2023.

BRASIL. Lei no 11.892, de 29 de dezembro de 2008. Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, e dá outras providências. Disponível em <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11892.htm>. Acesso em: 01 jul. 2023.

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Produtos orgânicos: sistemas participativos de garantia / Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperativismo. – Brasília : Mapa/ACS, 2008. 44 p. Disponível em: <https://www.gov.br/agricultura/pt-br/assuntos/sustentabilidade/organicos/arquivos-publicacoes-organicos/sistema_participativo.pdf>. Acesso em: 01 jul. 2023.

CERRI, C.E.P.; SPAROVEK, G.; BERNOUX, M.; EASTERLING, W.E.; MELILLO, J.M.; CERRI, C.C. Tropical agriculture and global warming: impacts and mitigation options. Scientia Agricola, Piracicaba, v.64, n.1, p.83-99, 2007. DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-90162007000100013

FOLEY, J.A.; RAMANKUTTY, N.; BRAUMAN, K.A.; CASSIDY, E.S.; GERBER, J.S.; JOHNSTON, M.; MUELLER, N.D.; O’CONNELL, C.; RAY, D.K.; WEST, P.C.; BALZER, C.; BENNETT, E.M.; CARPENTER, S.R.; HILL, J.; MONFREDA, C.; POLASKY, S.; ROCKSTROM, J.; SHEEHAN, J.; SIEBERT, S.; TILMAN, D.; ZAKS, D.P.M. Solutions for a cultivated planet. Nature, Londres, v.478, p.337-342, 2011. DOI: https://doi.org/10.1038/nature10452

GABERELL, L.; HOINKES, C. Lucros altamente perigosos: como a Syngenta ganha bilhões vendendo agrotóxicos nocivos. Lausanne: Public Eye, 2019. Disponível em: <https://www.publiceye.ch/fileadmin/doc/Pestizide/2019_PublicEye_Lucros_altamente_perigosos_Report.pdf>. Acesso em: 21 dez. 2023.

GIBBS, H.K.; RUESCH, A.S.; ACHARD, F.; CLAYTON, M.K.; HOLMGREN, P.; RAMANKUTTY, N.; FOLEY, J.A. Tropical forests were the primary sources of new agricultural land in the 1980s and 1990s. Proceedings of the National Academy of Sciences of the United States, Califórnia, v.107, p.16732–16737, 2010. DOI: https://doi.org/10.1073/pnas.0910275107

IFSULDEMINAS. Campus Inconfidentes. Selo de Certificação Orgânica por Sistema Participativo de Garantia (SPG). Inconfidentes - MG, 2021. Disponível em: <https://portal.ifs.ifsuldeminas.edu.br/index.php/setor-agroecologia/setor-agroecologia-sistemas-participativos>. Acesso em: 01 jul. 2023.

KAMIYAMA, A.; MARIA, I.C.; SOUZA, D.C.C.; SILVEIRA, A.P.D. Percepção ambiental dos produtores e qualidade do solo em propriedades orgânicas e convencionais. Bragantia, Campinas, v.70, n.1, p.176-184, 2011. DOI: https://doi.org/10.1590/S0006-87052011000100024

Published

2024-05-13

How to Cite

Heldt Junior, R., Inguaggiato, F. F., Francisco, J. C., & Pedini , S. (2024). Estado da arte da produção científica em agroecologia e agricultura orgânica do IFSULDEMINAS de 2009 a 2023. Caderno Pedagógico, 21(5), e4257. https://doi.org/10.54033/cadpedv21n5-085

Issue

Section

Articles