Ambiente, saúde e sistemas agroalimentares políticas públicas para o cumprimento do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável nº 02 da Agenda-2030 da ONU

Authors

  • Erivan José dos Santos
  • Moacyr Cunha Filho
  • Gleidson Alves de Farias

DOI:

https://doi.org/10.54033/cadpedv21n5-075

Keywords:

Desigualdade, Fome, Dignidade, Existência, Pacto Global

Abstract

No ano de 2015 foi apresentado ao mundo um “Pacto Global” o qual surgiu do consenso de 193 países que se reuniram em Nova Yorque com o propósito de elaborar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável-ODS que viessem a ser prioridade para todos os envolvidos, de modo que um desses objetivos tem se mostrado fundamental para o desenvolvimento com mais equidade e justiça alimentar, além de buscar atenuar as mazelas que a desigualdade provoca, como a miséria e a falta de perspectivas para milhões de pessoas em todo o mundo, trata-se do ODS nº 02 é o que representa maior sentido ao termo referente à dignidade da pessoa humana, vez que para se ter dignidade não é o bastante a sobrevivência, mas a existência digna como pessoa e como sujeito de direitos. O Brasil exerce importante papel nessa jornada mundial, pois, temos grande parte de nossas terras agriculturáveis e deveras propícias para o desenvolvimento de sistemas agroalimentares capazes de suprir a necessidade de nossa população, bem como de contribuir sobremaneira para debelar a forma em nações ao redor do planeta, assim, o presente artigo pretende alertar para a importância da concretização de ODS n° 02 da Agenda-2030 da Organização das Nações Unidas, O ODS 2 pretende acabar com todas as formas de fome e má nutrição até 2030, de modo a garantir que todas as pessoas - especialmente as crianças - tenham acesso suficiente a alimentos nutritivos durante todos os anos, o presente artigo está didaticamente distribuído tendo em seu bojo a introdução que visa preparar o leitor para a perfeita compreensão do objeto em deslinde; na sequência vem o desenvolvimento que tem por finalidade abordar de forma mais aprofundada ao cerne da questão aventada e, por fim, tem-se a conclusão como forma de enfeixar toda a discussão promovida neste ensaio, sem desprezar de forma alguma as diversas nuances, que, porventura, deixaram de ser abordadas por questões de ordem meramente práticas e limitadoras, pois, um trabalho de tamanha magnitude não se encerra num artigo por mais que se tenha envidado esforços para tratar da matéria trazida a lume.

References

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federal do Brasil. Disponível:http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/ConstituicaoCompilado.htmAcesso em 20. maio.2023.

ELKINGTON, J. Canibais com garfo e facas. São Paulo: M. Books, 2012.

IPEA. Objetivos de Desenvolvimento do Milênio: Relatório Nacional de Acompanhamento. Brasília: Ipea, 2014. Disponível em https://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/140523_relatorioodm.pdf Acesso em 16.jun.2023

ORGANIZAÇÕES DAS NAÇÕES UNIDAS (ONU). Transformando nosso mundo: a agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável. Relatório técnico anual 2015. Disponível em: https://brasil.un.org/pt-br Acesso em: 15 jun. 2023.

SACHS, I. Caminhos para o desenvolvimento sustentável. Rio de Janeiro: Garamond, 2000.

Published

2024-05-13

How to Cite

Santos, E. J. dos, Cunha Filho, M., & Farias, G. A. de. (2024). Ambiente, saúde e sistemas agroalimentares políticas públicas para o cumprimento do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável nº 02 da Agenda-2030 da ONU. Caderno Pedagógico, 21(5), e4243. https://doi.org/10.54033/cadpedv21n5-075

Issue

Section

Articles