Considerações éticas da IA em salas de aula: interações entre professores e alunos

Authors

  • Marcos Antonio Soares de Andrade Filho
  • Alexandre Marins Duarte
  • Fernanda Souto dos Santos
  • Lays Méryce Coelho de Souza
  • Leandromar Brandalise
  • Renato Fernandes dos Santos
  • Tayná Fabiano da Silva Souza
  • Thiago Henrique Catalano

DOI:

https://doi.org/10.54033/cadpedv21n5-036

Keywords:

Inteligência Artificial, Ética, Educação, Privacidade, Autonomia

Abstract

O presente estudo disserta sobre as considerações éticas da inteligência artificial (IA) em ambientes educacionais, com foco particular nas interações entre professores e alunos. Este trabalho investiga como a IA pode ser implementada de forma ética e responsável no contexto educativo, levantando questões importantes sobre privacidade, viés algorítmico e autonomia. O objetivo deste estudo é analisar essas considerações éticas e propor diretrizes práticas para garantir uma implementação segura e eficaz da tecnologia em salas de aula. Utilizando uma metodologia de revisão bibliográfica, o estudo examina fontes acadêmicas, incluindo artigos, livros e relatórios, para compilar uma visão abrangente dos benefícios e dos desafios apresentados pelo uso da IA na educação. Os resultados revelam que, embora a IA ofereça potenciais significativos para enriquecer a experiência educacional através da personalização do ensino, ela também introduz complexidades éticas que necessitam de diretrizes claras e rigorosas. As conclusões destacam a importância de desenvolver políticas e práticas que equilibrem inovação tecnológica e ética, enfatizando a necessidade de mais pesquisas para explorar métodos de mitigação de viés em algoritmos e de fortalecimento da proteção de dados dos alunos.

References

BOULAY, B. Inteligência artificial na educação e ética. RE@ D–Revista de Educação a Distância e eLearning, p. e202301, 2023. Disponível em: https://repositorioaberto.uab.pt/bitstream/10400.2/14808/1/READ_V6%20N1_20230717.pdf

DONEDA, D. C. M. et al. Considerações iniciais sobre inteligência artificial, ética e autonomia pessoal. Pensar-Revista de Ciências Jurídicas, v. 23, n. 4, p. 1-17, 2018. Disponível em: https://ojs.unifor.br/rpen/article/view/8257/pdf DOI: https://doi.org/10.5020/2317-2150.2018.8257

ENS, R. T. Relação Professor, Aluno, Tecnologia: um espaço para o saber, o saber fazer, o saber conviver e o saber ser. Colabora, Curitiba, v. 1, n. 1, p. 37-44, 2002. Disponível em: http://www.nuted.edu.ufrgs.br/oa/tics/tics.pdf

FEY, A. F. A linguagem na interação professor-aluno na era digital: considerações teóricas. Revista Tecnologias na Educação, v. 3, n. 1, p. 57-77, 2011. Disponível em: https://tecedu.pro.br/wp-content/uploads/2015/07/Art1-ano3-vol-4-julho2011.pdf

GARCIA, A. C. Ética e inteligência artificial. Computação Brasil, n. 43, p. 14-22, 2020. Disponível em: https://sol.sbc.org.br/journals/index.php/comp-br/article/view/1791/1625

GIRAFFA, L.; K., P. Inteligência Artificial e Educação: conceitos, aplicações e implicações no fazer docente. Educação em Análise, Londrina, v. 8, n. 1, p. 116–134, 2023. DOI: 10.5433/1984-7939.2023v8n1p116. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/educanalise/article/view/48127. DOI: https://doi.org/10.5433/1984-7939.2023v8n1p116

MORAN, J. M. Mudar a forma de ensinar e aprender com tecnologias. Interações, n. 9, p. 57-72, 2000. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/354/35450905.pdf

Published

2024-05-07

How to Cite

Andrade Filho, M. A. S. de, Duarte, A. M., Santos, F. S. dos, Souza, L. M. C. de, Brandalise, L., Santos, R. F. dos, Souza, T. F. da S., & Catalano, T. H. (2024). Considerações éticas da IA em salas de aula: interações entre professores e alunos. Caderno Pedagógico, 21(5), e4150 . https://doi.org/10.54033/cadpedv21n5-036

Issue

Section

Articles