Metodologias ativas e jogos didáticos: contribuições para o ensino de anatomia e fisiologia humana

Authors

  • Luan Felipe de Oliveira Conceição
  • Ana Carolina Gomes Miranda

DOI:

https://doi.org/10.54033/cadpedv21n5-006

Keywords:

Jogos Didáticos, Metodologias Ativas, Ensino de Ciências, Sistema Digestório

Abstract

A área de Ensino de Ciências tem a responsabilidade de disseminar o ensino e aprendizado de natureza científica entre os discentes. Contudo, a temática anatomia e fisiologia por apresentar peculiaridades, seja pela riqueza de detalhes, na falta de recursos ou baixa interação discente/docente e discente/discente na construção do conhecimento, faz-se necessário o uso de abordagens que auxiliem no processo de aprendizagem.Neste estudo, investigamos as contribuições de uma Sequência Didática (SD), fundamentadas em metodologias ativas e jogos didáticos, no ensino do Sistema Digestório para alunos do 8º ano de uma escola de ensino fundamental, localizada no interior de Minas Gerais. A proposta pedagógica inclui jogos didáticos, experimentação e atividades de criação, visando superar os desafios apresentados pelo ensino de anatomia e fisiologia, como a complexidade do conteúdo e a limitação de recursos. Para a análise dos dados obtidos após a implementação da SD, empregou-se a metodologia de Análise de Conteúdo de Bardin (2016), abordando aspectos qualitativos com ênfase na avaliação dos indícios de aprendizagem durante o processo e decorrentes da elaboração e aplicação da SD, especialmente relacionados ao uso dejogos didáticos como ferramenta pedagógica. Os resultados indicam que a abordagem adotada promoveu melhor compreensão dos conceitos referentes ao sistema digestório, sugerindo o potencial dos jogos didáticos e das metodologias ativas para o ensino de ciências.

References

ARUZZA, C.; BHATTACHARYA, T.; FRASER, N. Feminismo para os 99%: um manifesto. São Paulo: Boitempo, 2019.

BACICH, Lilian; MORAN, José (orgs.). Metodologias ativas para uma educação inovadora. Porto Alegre: Penso, 2018.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BERBEL, Neusi. As metodologias ativas e a promoção da autonomia dos estudantes. Seminário: Ciências Sociais e Humanas, Londrina, v. 32, n. 1, p. 25-40, jan./jun. 2011. DOI: https://doi.org/10.5433/1679-0359.2011v32n1p25

BERBEL, N. A. N. A problematização e a aprendizagem baseada em problemas: diferentes termos ou diferentes caminhos? Interface - Comunicação, Saúde, Educação, v.2, n.2, 2011. DOI: https://doi.org/10.1590/S1414-32831998000100008

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais: Introdução aos Parâmetros Curriculares Nacionais. Brasília: MEC/SEF, 1997. 126 p.

DILGER, G. et al. Descolonizar o imaginário: debates sobre pós-extrativismo e alternativas ao desenvolvimento. São Paulo: Fundação Roxa Luxemburgo, 2016.

GUYTON, A. C.; HALL, J. E. Tratado de Fisiologia Médica. 10 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2011. 973 p.

KRENAK, A. Ideias para adiar o fim do mundo. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

ORLANDI, Eni Puccinelli. Análise de discurso: princípios & procedimentos. 10. Ed. Campinas, SP: Pontes, 2012. 100 p. ISBN: 9788571131316.

PAULA, Jussara de; MARQUES FILHO, Adair; CERQUEIRA, Leandro Moura de. A zona de desenvolvimento proximal (ZDP) como elemento de otimização das competências profissionais em organizações que compõem o arranjo produtivo de confecções de Jaraguá-Goiás. Jaraguá: [s.n], 2014.

PIAGET, Jean. A Construção do real na criança. Rio de Janeiro: Zahar, 1970.

PIAGET, Jean. A epistemologia genética. Petrópolis: Vozes, 1971.

PIAGET, Jean. A formação do símbolo na criança: Imitação, jogo e sonho, imagem e representação. 3º ed. Rio de Janeiro: LTC, 1964.

PIAGET, Jean. Desenvolvimento e aprendizagem. Porto Alegre: UFRGS/FACED/DEBAS, 1995.

PIAGET, Jean. A teoria de Piaget. In: MUSSEN, P. H. (org). Psicologia da criança. Desenvolvimento Cognitivo. São Paulo: E.P.U., 1975. Vol. 4, p. 71-117.

SILBERMAN, Mel. Active learning: 101 strategies to teach any subject. Massachusetts: Ed. Allyn and Bacon, 1996.

VALENTE, José Armando. A sala de aula invertida e a possibilidade do ensino personalizado: uma experiência com a graduação em midialogia. In: BACICH, Lilian; MORAN, José (orgs.). Metodologias Ativas para uma Educação Inovadora: Uma Abordagem Teórico-Prática. Porto Alegre: Penso, p. 80, 2018.

Published

2024-05-02

How to Cite

Conceição , L. F. de O., & Miranda, A. C. G. (2024). Metodologias ativas e jogos didáticos: contribuições para o ensino de anatomia e fisiologia humana. Caderno Pedagógico, 21(5), e4075. https://doi.org/10.54033/cadpedv21n5-006

Issue

Section

Articles