Cultivo seminífero in vitro de Cyrtopodium cardiochilum: influência de concentrações de carvão ativado, sacarose e sais do meio Suprimento (S)

Authors

  • Brenda Ventura Lima
  • André Ferreira Santos
  • Eliane Mayumi Inokuti
  • Claudinei Martins Guimarães
  • Rodrigo Vieira da Silva
  • Isabeli Barbosa Brito
  • Robert Weingart Barreto

DOI:

https://doi.org/10.54033/cadpedv21n5-105

Keywords:

Orquídea, Orchidaceae, Sumaré-do-mato, Cultivo in vitro, Meios de Crescimento

Abstract

Na propagação in vitro de orquídeas, são utilizados meios de cultura específicos para cada espécie. Contudo, para aumentar a eficácia e rapidez na produção de orquídeas, vários elementos, tais como vitaminas, aminoácidos, aditivos orgânicos, sacarose, carvão ativado e sais minerais podem ser adicionados ao meio de cultivo. Informações sobre a propagação in vitro da orquídea C. cardiochilum são escassas. Assim, a presente pesquisa teve como objetivo avaliar diferentes combinações de carvão ativado, sacarose e sais do meio de cultura Suprimento (S) com a finalidade de se determinar a composição mais favorável para a produção de plântulas de C. cardiochilum. O experimento foi realizado no Laboratório de Cultura de Tecidos do Departamento de Biologia Vegetal da Universidade Federal de Viçosa (UFV). O estudo foi conduzido em delineamento de blocos casualizados, com 22 tratamentos e 10 repetições, onde cada tratamento foi representado por uma combinação de teores de carvão ativado, sacarose e sais do meio de cultura Suprimento (S). Após seis meses de cultivo, a matéria seca de calos e plântulas foi avaliada. Os dados foram submetidos à ANOVA e à curva de dose-resposta. A máxima produção de matéria seca de calos foi obtida com a utilização de 0,8 g L-1, 70 g L-1 e 8 g L-1 de carvão ativado, sacarose e sais do meio S, respectivamente. No entanto, uma curva de dose-resposta para plântulas indicou que concentrações de 3,0 g L-1, 33 g L-1 e 3,2 g L-1 de carvão ativado, sacarose e sais do meio S, respectivamente, foram as mais apropriadas para a produção de plântulas de C. cardiochilum. Assim, para a produção seminífera de plântulas de C. cardiochilum in vitro, é recomendada a adição de 3,0, 33, e 3,2 g L-1 de carvão ativado, sacarose e sais do meio S, respectivamente, ao meio de cultura.

References

ARDITTI, J.; ERNST, R. Micropropagation of orchids. 1a ed. New York, Chin-chester, Brisbane, Toronto, Singapore, John Wiley & Sons. 1992. 682 p.

BARRETO, D. W.; PARENTE, J. P. Chemical properties and biological activity of a polysaccharide from Cyrtopodium cardiochilum. Carbohydrate Polymers, 64: 287-291. 2006. DOI: https://doi.org/10.1016/j.carbpol.2005.11.038

CALDAS, L. S.; HARIDASSAN, P.; FERREIRA, M. E. Meios nutritivos. In: TORRES, A. C.; CALDAS, L. S. (Eds). Técnicas e aplicações da cultura de tecidos de plantas. Brasília, ABCTP/ EMBRAPA. p.37-63. 1990.

DIGNART, S. L.; CASTRO, E. M.; PASQUAL, M.; FERRONATO, A.; BRAGA, F. T.; PAIVA, R. Luz natural e concentrações de sacarose no cultivo in vitro de Cattleya walkeriana. Ciência e Agrotecnologia, 33: 780-787. 2009. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-70542009000300017

FARIA, R. T.; SANTIAGO, D. C.; SARIDAKIS, D. P.; ALBINO, U. B.; ARAÚJO, R. Preservation of brasilian orchid Cattleya walkeriana Gardner using in vitro propagation. Crop Breeding and Applied Biotechnology, 2: 489-492. 2002. DOI: https://doi.org/10.12702/1984-7033.v02n03a24

FIGUEIREDO, M. A.; SANTOS, F. M. S.; SILVA, J. O. C.; COSTA, F. H. S; PASQUAL, M. Variações no meio de cultura sobre o crescimento in vitro em híbridos de orquídea. Revista Brasileira de Biociências, 5: 294-296. 2007.

GRATTAPAGLIA, D.; MACHADO, M. A. Micropropagação. In: Torres AC, Caldas LS & Buso JA (Eds.). Cultura de tecidos e transformação genética de plantas. Brasília, DF: Embrapa-SPI, 183-260, 1998. 509 p.

LEITE, R. A. Uso de matrizes experimentais e de modelos estatísticos no estudo do equilíbrio fósforo-enxofre na cultura de soja em amostras de dois Latossolos de Minas Gerais. 1984. 87 f. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 1984.

MENEZES, L. C. Genus Cyrtopodium: espécies brasileiras. Brasília, Ed. IBAMA. 2000. 208 p.

MORAES, L.; FARIA, R. T.; CUQUEL, F. L. Activated charcoal for in vitro propa-gation of brazilian orchids. Acta Horticulturae, 683: 383-390. 2005. DOI: https://doi.org/10.17660/ActaHortic.2005.683.50

NETO, V. B. P.; OTONI, W. C. Carbon sources and their osmotic potential in plant tissue culture: does it matter? Scientia Horticulturae, 97: 193–202. 2003. DOI: https://doi.org/10.1016/S0304-4238(02)00231-5

PAN, M. J.; STADEN, J. V. The use of charcoal in vitro culture – a review. Plant Growth Regulation, 26: 155-163. 1998. DOI: https://doi.org/10.1023/A:1006119015972

PARK, S. W. JEON, J. H.; KIM, H. S.; PARKY, M.; ASWATH, C.; JOUNG, H. Ef-fect of sealed and vented gaseous microenvironments on the hyperhydricity of potato shoots in vitro. Science Horticulturae, 99: 199-205. 2004. DOI: https://doi.org/10.1016/S0304-4238(03)00097-9

PIVETTA, K. F. L.; MARTINS, T. A.; JUNIOR, R. F. G.; GIMENES, R.; FARIA, R. T.; TAKANE, R. J. Crescimento in vitro de plântulas de Caularthron bicornutum em diferentes concentrações de sacarose. Ciência Rural, 40(9): 1897-1902. 2010. DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-84782010005000153

REGO-OLIVEIRA, L. V.; FARIA, R. T.; FONSECA, I. C. B.; STANCATO, C. Influência da fonte e concentração de carboidrato no crescimento vegetativo e enraizamento in vitro de Oncidium varicosum Lindl. Semina: Ciências Agrárias, 24: 265-272. 2003.

RODRIGUES, D. T.; NOVAIS, R. F.; ALVAREZ, V. V. H.; DIAS, J. M. M.; OTONI, W. C.; VILLANI, E. M. A. Cultivo in vitro de plântulas de orquídea em meios com diferentes concentrações de fertilizante mineral. Revista Ceres. 59(1): 9-15. 2012. DOI: https://doi.org/10.1590/S0034-737X2012000100002

RODRIGUES, D. T.; NOVAIS, R. F.; ALVAREZ, V. V.H.; DIAS, J. M. M.; VILLA-NI, E. M. A.; OTONI, W. C. In vitro germination of Cattleya intermedia R. Gra-ham by means of chemical disinfection and without laminar flow. Propagation of Ornamental Plants, 11(3): 119-124. 2011.

SANTOS, A. F. Composição mineral do meio de cultura para crescimento in vitro de Cattleya walkeriana. 2009. 24 f. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2009.

SERRET, M. D.; TRILLAS, M. I.; MATAS, J.; ARAUS, J. L. The effect of different closure types, light, and sucrose concentration on carbon isotope composition and growth of Gardenia jasminoides plantlets during the micropropagation and subsequent acclimation ex vitro. Plant Cell Tissue and Organ, 47: 217-230. 1997. DOI: https://doi.org/10.1007/BF02318976

STANCATO, G. C.; ABREU, M. F.; FURLANI, A. M. C. Crescimento de orquídeas epífitas in vitro: adição de polpa de frutos. Bragantia, 67: 51-57. 2008. DOI: https://doi.org/10.1590/S0006-87052008000100006

STANCATO, G. C.; FARIA, R. T. In vitro growth and mineral nutrition of the lith-ophytic orchid Laelia cinnabarina Batem (Orchidaceae) I: Effects of macro and microelements. Lindleyana, 11(1): 41-43. 1996.

VENTURA, G. M. Propagação in vitro de orquídeas do grupo Cattleya. 2002. 147 f. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2002.

VENTURA. G. M. Propagação in vitro de orquídeas do grupo Cattleya, em diferentes meios de cultura e irradiância. 2007. 110 f. Tese de Doutorado. Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2007.

Published

2024-05-14

How to Cite

Lima, B. V., Santos, A. F., Inokuti, E. M., Guimarães, C. M., Silva, R. V. da, Brito, I. B., & Barreto, R. W. (2024). Cultivo seminífero in vitro de Cyrtopodium cardiochilum: influência de concentrações de carvão ativado, sacarose e sais do meio Suprimento (S). Caderno Pedagógico, 21(5), e4050. https://doi.org/10.54033/cadpedv21n5-105

Issue

Section

Articles