Influência da afetividade nas práticas pedagógicas: uma análise do filme “Escritores da Liberdade”

Authors

  • Robson Macedo Novais
  • Arnaldo Antonio da Silva-Junior
  • Gabriela de Carvalho Azevedo

DOI:

https://doi.org/10.54033/cadpedv21n5-159

Keywords:

Afetividade, Práticas Pedagógicas, Formação de Professores, Filmes Comerciais

Abstract

A afetividade é uma das dimensões que influencia a aprendizagem, por isso deve ser reconhecida e considerada no contexto escolar. Entretanto, no campo da formação de professores, pouco se discute sobre as implicações de aspectos afetivos e emocionais nas práticas pedagógicas. Considerando esse pressuposto, definiu-se como objetivo realizar a análise fílmica do longa-metragem “Escritores da liberdade”, buscando um diálogo com a temática da afetividade na escola. Baseado em fatos reais, o filme conta a comovente história da professora de Língua Inglesa Erin Gruwell. Com evidente paixão por ensinar, a atuação docente de Erin transforma a dinâmica da sala de aula e promove a criação de vínculos afetivos entre os estudantes e os conteúdos escolares através do seu engajamento e inovação educativa. A partir da análise de algumas cenas do filme, buscou-se oferecer parâmetros para a discussão sobre a afetividade nas práticas pedagógicas em cursos de formação de professores, utilizando esse filme comercial como recurso didático para promover a reflexão crítica sobre a temática. A análise envolveu: (i) assistir ao filme por três vezes, com diferentes perspectivas, (ii) seleção de cenas de interesse, (iii) descrição e pré-análise e (iv) categorização e produção de um texto interpretativo. Durante o processo de análise, foram identificadas diversas cenas que evidenciam aspectos relacionados à afetividade no contexto educativo, porém a abordagem restringiu-se aos seguintes temas: (i) as atividades propostas, (ii) as aprendizagens que vão além dos conteúdos e (iii) a repercussão na relação aluno-objeto de conhecimento. Por fim, concluiu-se que o filme representa um importante recurso didático para promover a reflexão e discutir sobre a afetividade na escola, todavia, cabe salientar que sua utilização para esse fim deve ser feita de forma crítica, pois, se por um lado a narrativa do filme destaca aspectos de uma prática pedagógica inovadora, por outro, pode induzir a uma visão romantizada da atuação docente.

References

ALMEIDA, L. R. Afetividade e aprendizagem: contribuições de Henri Wallon. In: NOVAIS, R. M. (org.). Aspectos afetivos e emocionais da prática educativa: pressupostos e perspectivas para o processo de ensino-aprendizagem. Curitiba: CRV, 2021, p. 47-62.

ALMEIDA, L. R.; PRANDINI, R. C. A. R. Grupo de estudos “Henri Wallon, psicólogo e educador”: contribuições às pesquisas sobre afetividade na educação e à formação de professores. In: NOVAIS, R. M. (org.). Aspectos afetivos e emocionais da prática educativa: pressupostos e perspectivas para o processo de ensino-aprendizagem. Curitiba: CRV, 2021, p. 33-43.

ARROIO, A.; GIORDAN, M. O vídeo educativo: aspectos da organização do ensino. Química Nova na Escola, São Paulo: SBQ, n. 24, p. 8-11, nov. 2006.

BUENO, A. J. A.; SILVA, S. L. R. O cinema como linguagem no ensino de ciências. ACTIO: Docência em Ciências, Curitiba, PR, v. 3, n. 2, p. 154-172, maio/ago. 2018.

COSTA, E. C. P.; BARROS, M. D. M. Luz, câmera, ação: o uso de filmes como estratégia para o ensino de Ciências e Biologia. Revista Práxis, Volta Redonda, RJ, v. 6, n. 11, p. 81-93, jun. 2014.

CUNHA, M. B; GIORDAN, M. A imagem da ciência no cinema. Química Nova na Escola, São Paulo, SBQ, v. 31, n. 1, p. 9-17, fev. 2009.

FARIA, A. C. M.; BIZERRIL, M. X. A.; GASTAL, M. L. A.; ANDRADE, M. M. “A ciência que a gente vê no cinema”: uma intervenção escolar sobre o papel da ciência no cotidiano. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, v. 15, n. 3, p. 645-659, 2015.

LAGRAVENESE, R. (dir.). Escritores da Liberdade. Produção: DEVITO, D.; SHAMBERG, M.; SHER, S. Paramount Pictures, 2007 (122 min.).

LEITE, S. A S.; TASSONI, E. C. M.; SILVA, J. O. M. Afetividade: 20 anos de pesquisa do grupo do Afeto. In: NOVAIS, R. M. (org.). Aspectos afetivos e emocionais da prática educativa: pressupostos e perspectivas para o processo de ensino-aprendizagem. Curitiba: CRV, 2021. p. 15-29.

LEITE, S. A. S. Apresentação. In: LEITE, S. A. S. (org.). Afetividade: as marcas do professor inesquecível. Campinas: Mercado de Letras, 2018. p. 20.

LEITE, S. A. S. Afetividade nas práticas pedagógicas. Temas em Psicologia, Ribeirão Preto, v. 20, n. 2, p. 355-368, 2012.

LEITE, S. A. S.; KAGER, S. Efeitos aversivos das práticas de avaliação da aprendizagem escolar. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, v. 17, n. 62, p. 109-134, 2009.

MAHONEY, A. A.; ALMEIDA, L. R. Afetividade e processo ensino-aprendizagem: contribuições de Henri Wallon. Psicologia da Educação, São Paulo, n. 20, p. 11-30, 2005.

MARTINS, H. H. T. S. Metodologia qualitativa de pesquisa. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 30, n. 2, p. 289-300, maio/ago. 2004.

NAZÁRIO, C. L. Vídeo: reflexões sobre a linguagem e o seu uso na educação. In: PHILIPPI JR, A; PELICIONI, M. C. F. (org.). Educação Ambiental e Sustentabilidade, Barueri, SP: Manole, 2005. p. 529-545.

NOVAIS, R. M. (org.). Aspectos afetivos e emocionais da prática educativa: pressupostos e perspectivas para o processo de ensino-aprendizagem. Curitiba: CRV, 2021.

SANTOS, M. O. S.; GURGEL, I. G. D.; AUGUSTO, L. G. S. Documentário e cinedebate como estratégia de pesquisa-ação em saúde: comunicando perigos, construindo saberes, promovendo saúde. Rev. Bras. Pesq. Saúde, Vitória, Editora UFES, v. 20, n. 2, p. 129-139, abr./jun. 2018.

SANTOS, P. N.; AQUINO, K. A. S. Utilização do cinema em sala de aula: aplicação da química dos perfumes no ensino de funções orgânicas oxigenadas e bioquímica. Química Nova na Escola, São Paulo, SBQ, v. 33, n. 3, p. 160-167, ago. 2011.

TASSONI, M. E. C.; LEITE, S. A. S. Afetividade no processo de ensino-aprendizagem: as contribuições da teoria walloniana, Educação, v. 36, n. 2, p. 262-271, 2013.

VANOYE, F.; GOLIOT-LÉTÉ, A. Ensaio sobre a análise fílmica, 7. ed. Campinas, SP: Papirus, 2012. 143 p.

VIEIRA, F. Z.; ROSSO, A. J. O cinema como componente didático da educação ambiental. Rev. Diálogo Educ., Curitiba, v. 11, n. 33, p. 547-572, maio/ago. 2011.

VYGOTSKY, L. S. Psicologia Pedagógica. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2010.

WALLON, H. A evolução psicológica da criança. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

Published

2024-05-21

How to Cite

Novais, R. M., Silva-Junior, A. A. da, & Azevedo, G. de C. (2024). Influência da afetividade nas práticas pedagógicas: uma análise do filme “Escritores da Liberdade”. Caderno Pedagógico, 21(5), e3993. https://doi.org/10.54033/cadpedv21n5-159

Issue

Section

Articles