Falar da escola, falar de si, falar do mundo: experiências instituintes no Programa de Residência Pedagógica em História

Authors

  • Everardo Paiva de Andrade
  • Adriana Mastrangelo Ebecken
  • Walter José Moreira Dias Junior

DOI:

https://doi.org/10.54033/cadpedv21n4-010

Keywords:

Residência Pedagógica, Formação de Professores, Ensino de História

Abstract

O artigo focaliza um coletivo de formação feito a muitas mãos, com integrantes de dois grupos do Programa de Residência Pedagógica (PRP), financiado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Iniciado em outubro de 2022, o núcleo de História experimenta reflexões a partir da parceria estabelecida entre a Universidade Federal Fluminense (UFF) e o Colégio Estadual Manuel de Abreu (MABREU), ambos localizados na cidade de Niterói, Estado do Rio de Janeiro. Parte do pressuposto de que professores e professoras protagonizam não apenas o que se passa no segredo de suas salas de aula, mas também o confronto com a redução democrática implícita nas transformações histórico-sociais e político-econômicas das últimas décadas. Suas vozes, diretamente articuladas, podem fortalecer uma contracultura capaz de enfrentar o silenciamento historicamente imposto, contribuindo para conhecer melhor o ambiente estruturado da educação básica. Focalizando a formação como percurso continuado, o texto envolve estudantes de licenciatura e professores de História da escola pública e da universidade, cujas vozes aparecem nas mônadas dos preceptores e do orientador e nos relatos dos residentes a partir das fichas de autoavaliação produzidas no decorrer do projeto. Desta forma, o texto propõe uma escuta sensível e um diálogo para falar com e entre professores, e não sobre ou para eles, reconhecendo que a pesquisa educacional pode contribuir para fortalecer um novo profissionalismo docente, investindo na busca por modos outros de escrita acadêmica, ao mesmo tempo que valoriza docentes como autores e pesquisadores, e não somente como colaboradores e transmissores dos saberes acadêmicos.

References

ANDRADE, Everardo Paiva de. Memórias sentimentais (e críticas) de um programa de iniciação à docência: o ponto de vista do PIBID História UFF 2014. In: Revista Interinstitucional Artes de Educar, v. 2, nº 3. Rio de Janeiro (RJ): UERJ/FFP, UFRRJ/IM-IE e UNIRIO. Out. 2016-jan. 2017. p. 84-99. DOI: https://doi.org/10.12957/riae.2016.25694

BENJAMIN, Walter. Sobre o conceito de história. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura (Obras escolhidas, v. 1). 7ª edição, São Paulo (SP): Brasiliense, 1996. p. 222-232.

CAPES – Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Portaria GAB Nº 38, de 28 de Fevereiro de 2018. Institui o Programa de Residência Pedagógica. [S. l.], 2018. Disponível em: https://www.gov.br/capes/pt-br/centrais-de-conteudo/28022018-portaria-n-38-institui-rp-pdf. Acesso em: 10 abr. 2023.

CONTRERAS, José. Os valores do profissionalismo e a profissionalidade docente. In: A autonomia de professores. São Paulo (SP): Cortez, 2002. p. 71-85.

FREIRE, Paulo. À sombra desta mangueira. São Paulo: Paz e Terra, 2019.

GOODSON, Ivor F. A vida e o trabalho docente. Petrópolis (RJ): Vozes, 2022. 264 p.

GULLAR, Ferreira. Na vertigem do dia. In: Toda poesia. 11ª edição, Rio de Janeiro (RJ): José Olympio, 2001. p. 293-340.

LARROSA BONDÍA, Jorge. Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Revista Brasileira de Educação, nº 19. Jan.-abr. 2002. p. 20-28. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-24782002000100003

LINHARES, Célia. Experiências instituintes na educação pública? Alguns porquês dessa busca. In: Revista de Educação Pública, v. 16, nº 31, mai.-ago. Cuiabá (MT): 2007. p. 139-160.

LÖWY, Michael. Walter Benjamin: aviso de incêndio (Uma leitura das teses “Sobre o conceito de história”). São Paulo (SP): Boitempo, 2007. 160 p.

NOGUEIRA, Braz. A pedagogia da maçaneta e a pedagogia da loteria, 2017. Disponível em: http://anabocchini.blogspot.com/2017/02/a-pedagogia-da-macaneta-e-pedagogia-da.html. (Acesso 30/01/2023.)

NÓVOA, António. Entre a formação e a profissão: ensaio sobre o modo como nos tornamos professores. In: Currículo sem Fronteiras, v. 19, n. 1. jan./abr. 2019. p. 198-208.

NÓVOA, António. Escolas e professores proteger, transformar, valorizar [com a colaboração de Yara Alvim]. Salvador, SEC/IAT, 2022.

NÓVOA, António. Pesquisa em educação como processo dinâmico, aberto e imaginativo: uma entrevista com António Nóvoa. In: Educação & realidade, v. 36, n. 2. Porto Alegre (RS): 2011. p. 533-543. Disponível em: http://seer.ufrgs.br/educacaoerealidade/article/view/21170.

PACHECO, José. Inovar é assumir um compromisso ético com a educação. Petrópolis, RJ: Vozes, 2019.

PASSEGGI, Maria da Conceição. Memoriais auto-bio-gráficos: a arte profissional de tecer uma figura pública de si. In: PASSEGGI, Maria da Conceição; BARBOSA, Mabel Nobre (org.). Memórias, memoriais: pesquisa e formação docente. Natal (RN): EDUFRN; São Paulo: Paulos, 2008.

SINGER, Helena. Inovação como contraponto à retirada de direitos sociais. 2018. Disponível em: https://movinovacaonaeducacao.org.br/noticias/entrevista-com-helena-singer-inovacao-como-contraponto-a-retirada-de-direitos-sociais/. (Acesso em: 30/01/2023.)

UFF. Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão. Resolução n° 131 de abril de 2018. Estabelece a Política Institucional para Formação Inicial e Continuada de Professores da Educação Básica, altera a Resolução CEP n.º 76 de 16/05/2007 e dá outras providências. [S. l.], 2018. Disponível em: https://www.uff.br/sites/default/files/sites/default/files/imagens-das-noticias/17._bs_073-18_-_resoluaeo_cepex_131-2018_poltica_institucional_para_a_formaaeo_de_professores.pdf. Acesso em: 10 abr. 2023.

Downloads

Published

2024-04-02

How to Cite

Andrade, E. P. de, Ebecken, A. M., & Dias Junior, W. J. M. (2024). Falar da escola, falar de si, falar do mundo: experiências instituintes no Programa de Residência Pedagógica em História. Caderno Pedagógico, 21(4), e3547. https://doi.org/10.54033/cadpedv21n4-010

Issue

Section

Articles