FlashFluent: uma ferramenta para o aprendizado de uma língua estrangeira no âmbito da dislexia

Authors

  • Letícia de Godoy Lima
  • Antonio Coutelo de Moraes
  • Francisco Madeiro
  • Luciana Cidrim

DOI:

https://doi.org/10.54033/cadpedv21n3-244

Keywords:

Língua Estrangeira, Website, Dislexia, Ambiente Digital, Memorização

Abstract

Aprender uma língua estrangeira não apenas fortalece competências linguísticas, mas também desempenha um papel fundamental no desenvolvimento cultural, pessoal e profissional do indivíduo e de acesso amplo à informação. No entanto, para uma parcela significativa da população, o domínio da aprendizagem de uma língua estrangeira se torna complexo, em especial para pessoas com dislexia, pois tanto pode afetar o desenvolvimento das competências cognitivo-linguísticas da primeira língua, como pode também influenciar a aquisição de línguas adicionais.  Nesse sentido, este artigo apresenta um website, FlashFluent, que foi idealizado como um espaço virtual amigável e adaptado, através do qual pessoas com dislexia possam colaborativamente aprimorar a aprendizagem de habilidades linguísticas, como vocabulário e pronúncia, em uma língua estrangeira. Nos últimos anos, a contribuição da tecnologia na área das dificuldades e transtornos de aprendizagem tem sido reconhecida. Com a tecnologia cada vez mais presente no nosso cotidiano, sua utilização pode ser útil e necessária, pois oferece práticas pedagógicas mais dinâmicas, colaborativas e interativas. A funcionalidade proposta pelo FlashFluent abrange tanto a facilidade no quesito familiaridade de novas palavras no vocabulário do usuário quanto a criação de uma rede em que as pessoas se sintam confortáveis para manter discussões e interagir com usuários em condições similares de aprendizagem. Destaca-se que o investimento em estratégias tecnológicas de ensino de língua estrangeira para disléxicos pode contribuir para o trabalho de profissionais na área da Educação.

References

Abu Rabia, S.; Salfety, A. The acquisition of English as a foreign language among different levels of learners with dyslexia. The Journal of Education Research. v.114, p. 317–331, 2021. DOI: https://doi.org/10.1080/00220671.2021.1933883

Anderson, L.; Krathwohl, D. A taxonomy for learning, teaching and assessing: A revision of Bloom’s Taxonomy of Educational Objectives. New York: Addison Wesley Longman, 2001.

Barnes, J. A. Class and committees in a Norwegian Island Parish. Human Relations. v. 7, p. 39–58, 1954. DOI: https://doi.org/10.1177/001872675400700102

Barros, R.; Cidrim, L.; Roazzi, M.; Madeiro, F. ‘Cartas na Manga’: Um aplicativo para apoio à intervenção da escrita ortográfica para jovens adultos com dislexia. Amazônica – Revista de Psicopedagogia, Psicologia Escolar e Educação, v. 16, n. 2, p. 770–793, 2023.

Bloom, B. S.; Englehart, M. D.; Furst, E. J.; Hill, W. H.; Krathwohl, D. R. Taxonomy of educational objectives. New York: David Mckay, 1956.

Bonifacci, P.; Canducci, E.; Gravagna, G.; Palladino, P. English as a foreign language in bilingual language‐minority children, children with dyslexia and monolingual typical readers. Dyslexia, v. 23, n. 2, p. 181–206, 2017. DOI: https://doi.org/10.1002/dys.1553

Cidrim, L.; Madeiro, F. Information and Communication Technology (ICT) applied to dyslexia: literature review. Revista CEFAC. v. 19, n. 1, p. 99–108, 2017. DOI: https://doi.org/10.1590/1982-021620171917916

Cidrim, L.; Braga, P.; Madeiro, F. Desembaralhando: A mobile application for intervention in the problem of dyslexic children mirror writing. Revista CEFAC, v. 20, n. 1, p. 13–20, 2018. DOI: https://doi.org/10.1590/1982-0216201820111917

Cidrim, L.; Nogueira, M.; Madeiro, F. Contribuições da Fonoaudiologia e da Tecnologia no Ensino da Língua Portuguesa na Educação Bilíngue. In: Capellini et al. (Orgs). Tratado de Fonoaudiologia Educacional. Belo Horizonte: Artesã Editora, 2022.

Crombie, M. Dyslexia and the learning of a foreign language in school: Where are we going? DYSLEXIA. v.6, p. 112–126, 2000. DOI: https://doi.org/10.1002/(SICI)1099-0909(200004/06)6:2<112::AID-DYS151>3.3.CO;2-4

Degirmenci, N.; Baglama, B.; Yucesoy, Y. The use of technology in dyslexia: An analysis of recent trends. International Journal of Emerging Technologies in Learning (iJET), v. 15, n. 5, p. 30–39, 2020. DOI: https://doi.org/10.3991/ijet.v15i05.11921

DSM-5. American Psychiatric Association – APA. Manual Diagnóstico e Estatístico dos Transtornos Mentais. Porto Alegre: Artmed, 2014.

Eden, S.; Shmila, L. Improving vocabulary in English as a foreign language among students with dyslexia using hybrid technology. Journal of Educational Computing Research, v. 61, n. 2, p. 283-303, 2023. DOI: https://doi.org/10.1177/07356331221117084

Enco-Jáuregui, L.; Meneses-Claudio, B.; Auccacusi-Kañahuire, M. Web accessibility for people with dyslexia: A systematic literature review. EAI Endorsed Transactions on Pervasive Health and Technology, v. 9, p. 1–12, 2023. DOI: https://doi.org/10.4108/eetpht.9.4274

Ferraz, A. P.; Belhot, R. V. Taxonomia de Bloom: Revisão teórica e apresentação das adequações do instrumento para definição de objetivos instrucionais. Gestão & Produção, São Carlos. v. 17, n. 2, p. 421–431, 2010. DOI: https://doi.org/10.1590/S0104-530X2010000200015

Ferraz, M.; Pedro, K. Tecnologias digitais na escolarização de estudantes com dislexia: uma revisão de literatura. Revista Devir Educação, Lavras, v. 7, n. 1, e-614, 2023 DOI: https://doi.org/10.30905/rde.v7i1.614

Ganschow, L.; Sparks, R. Learning difficulties and foreign language learning: A review of research and instruction. Language Teaching, v. 34, p. 79–98, 2001. DOI: https://doi.org/10.1017/S0261444800015895

Gul, R.; Kanwal, S.; Khan, S. Preferences of the teachers in employing revised blooms taxonomy in their instructions. Sir Syed Journal of Education & So-cial Research (sjesr), v. 3, n. 2, p. 258–266, 2020. DOI: https://doi.org/10.36902/sjesr-vol3-iss2-2020(258-266)

Kormos, J. The second language learning processes of students with Specific Learning Difficulties. New York: Routledge, 2017. DOI: https://doi.org/10.4324/9781315692371

Nijakowska, N. Dyslexia in the context of second language learning and teaching. Pragmalinguistica, iextra2.15, 2020. DOI: https://doi.org/10.25267/Pragmalinguistica.2020.iextra2.15

Nurseitova, Z.; Abaeva, G.; Yermagambet, A.; Bekzhanova, Z.; Nietbayeva, G. Speech therapy technologies to overcome dyslexia in primary school students. World Journal on Educational Technology, vol. 14, n. 4, p. 1187–1196, 2022. DOI: https://doi.org/10.18844/wjet.v14i4.7708

Reid, G. Dyslexia: A Practitioner's Handbook. Malden MA: John Wiley & Sons Ltd, 5th edition, 2016. DOI: https://doi.org/10.1002/9781394259274

Rocha, A.; Cidrim, L.; Soares, L.; Roazzi, M.; Madeiro, F. Descomplicando: Uma aplicação para apoio à intervenção em escolares com transtornos de aprendizagem no âmbito da ortografia. Revista AMAzônica, vol. 16, n. 2, p. 1093–1117, 2023.

Schuartz, A.; Sarmento, H. Tecnologias digitais de informação e comunicação (TDIC) e processo de ensino. Revista Katálysis, v. 23, n. 3, p. 429–438, 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/1982-02592020v23n3p429

Suárez-Coalla, P.; Martínez-García, C.; Andrés, C. Reading in English as a foreign language by Spanish children with dyslexia. Frontiers in Psychology, vol. 11, 2020. DOI: https://doi.org/10.3389/fpsyg.2020.00019

Svensson, I.; Nordström, T.; Lindeblad, E.; Gustafson, S.; Björn, M.; Sand, C.; Nilsson, S. Effects of assistive technology for students with reading and writing disabilities. Disability and Rehabilitation: Assistive Technology, vol. 14, n. 7, p. 1-13, 2019. DOI: https://doi.org/10.1080/17483107.2018.1499142

Tian, Z.; Samaan, N. A novel approach for modeling and managing spontaneous social communities over MANETs. Social Network Analysis and Mining, v. 3, p. 685–700, 2013. DOI: https://doi.org/10.1007/s13278-013-0115-y

Vouglanis, T. The use of ICT in the education of students with dyslexia. Magna Scientia Advanced Research and Reviews, v. 8, n. 2, p. 141–149, 2023. DOI: https://doi.org/10.30574/msarr.2023.8.2.0117

Published

2024-03-29

How to Cite

Lima, L. de G., Moraes, A. C. de, Madeiro, F., & Cidrim, L. (2024). FlashFluent: uma ferramenta para o aprendizado de uma língua estrangeira no âmbito da dislexia . Caderno Pedagógico, 21(3), e3527. https://doi.org/10.54033/cadpedv21n3-244

Issue

Section

Articles