Atenção primária à saúde e apoio matricial: a nasf e as contribuições do profissional de educação física para a saúde da mulher

Authors

  • Cleyton Dias de Carvalho
  • Quésia Postigo Kamimura
  • Edson Aparecida Araújo Querido Oliveira
  • Sóstenes Postigo
  • Vitória Kedy Cornetta

DOI:

https://doi.org/10.54033/cadpedv21n3-237

Keywords:

Gestão de Serviços de Saúde, Saúde da Mulher, Planejamento, Desenvolvimento Local

Abstract

A Atenção Primária à Saúde (APS) é reconhecida nacional e internacionalmente como princípio norteador de sistemas de saúde integrais que visam ampliar o acesso e a utilização dos serviços e das ações para alcançar a saúde universal.  O estudo, desenvolvido no período de pandemia, tem como objetivo analisar a contribuição do profissional de Educação Física na qualidade de vida das mulheres cadastradas no NASF (Núcleo de Apoio à Saúde da Família), na cidade de Imperatriz, Estado do Maranhão, Brasil. O estudo, de abordagem qualitativa, foi realizado durante o período de pandemia, por meio de entrevista semiestruturada via plataforma zoom, aplicado por quatro profissionais de educação física que trabalham nos NASF, por ser um período de pandemia Covid-19. Para a análise dos dados utilizou-se da técnica análise temática e contou com o apoio do software Iramuteq. Os principais resultados mostraram a importância da atividade física à saúde da mulher, no entanto, os profissionais apontam para a necessidade de estrutura física para essas ações, que se utilizam das academias da saúde, pátios dos postos de saúde e das igrejas e durante a pandemia as atividades foram limitadas às atividades ao ar livre. Conclui-se que é primordial aprimorar políticas de saúde que ampliem o atendimento efetivo do NASF em ações de promoção de saúde e prevenção de doenças, por meio de equipe multidisciplinar que contempla o profissional de educação física, podendo desenvolver abordagens de cunho prático no que se refere ao suporte para a gestão da saúde da mulher e ao desenvolvimento local.

References

BARROS, A. P. M. Política nacional de promoção da saúde: práticas e saberes dos enfermeiros da estratégia saúdem da família. 2017.

BRAUN, V.; CLARKE, V. Using thematic analysis in psychology. Qualitative research in psychology, v. 3, n. 2, p. 77-101, 2006.

BRASIL (Ministério da Saúde). Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Política nacional de atenção básica. Série A. Normas e Manuais Técnicos. Brasília: Ministério da Saúde. 2006.

CAMARGO, B. V.; JUSTO, A. M. IRAMUTEQ: um software gratuito para análise de dados textuais. Temas em psicologia, v. 21, n. 2, p. 513-518, 2013.

GERALDO, D. S. T. Avaliação das Ações do Profissional de Educação Física no NASF para Qualidade de Vida em Saúde da Mulher nas fases de Climatério, Menopausa e Pós-menopausa. Dissertação de Mestrado (Mestrado em Planejamento e Desenvolvimento Regional). Universidade de Taubaté, 2017.

GERALDO, D. S. T.; KAMIMURA, Quésia Postigo. Avaliação das ações do profissional de educação física no nasf para qualidade de vida em saúde da mulher nas fases de climatério, menopausa e Pós-menopausa. Revista Brasileira de Gestao e Desenvolvimento Regional, v. 14, n. 1, p. 354-376, 2018.

LAROCCA, L. M.; CHAVES, M.; KAMI, M. T.; LOWEN, I. V. Trabalhar no Consultório na Rua Uma análise por meio do uso do software Iramuteq. CIAIQ2015, v. 1, 2015.

LAVRAS, C. Atenção Primária à Saúde e a Organização de Redes Regionais de Atenção à Saúde no Brasil. Saúde e Sociedade São Paulo, v. 20, n. 4, p. 867-874, 2011.

MAIA, M. A. C.; SANTOS, J. S.; MACHADO, G. A. B.; ANDRADE, R. D. Entrelaços: teoria e prática na atenção primária à saúde. São José dos Pinhais: Editora Brazilian Journals, 2021.

MARCACINE, P. R.; CASTRO, S. D. S.; CASTRO, S. S. D.; MEIRELLES, M. C. C. C.; HAAS, V. J.; WALSH, I. A. P. D. Qualidade de vida, fatores sociodemográficos e ocupacionais de mulheres trabalhadoras. Ciência & Saúde Coletiva, v. 24, p. 749-760, 2019.

MINAYO, M. C. S. (org.). Pesquisa Social: Teoria, método e criatividade. 18 ed. Petrópolis: Vozes, 2001.

RATINAUD, P.; MARCHAND, P. Application of the ALCESTE method to the large corpus and stabilised lexical worlds or ‘cablegate’, using IRAMUTEQ. Actes des 11eme JADT, v. 2012, p. 835-844, 2012.

SANTOS SFS, BENEDETTI TRB. Cenário de implantação do Núcleo de Apoio a Saúde da Família e a inserção do profissional de Educação Física. Rev bras ativ. fís. saúde, 2012; v. 17, n. 3, p. 188-194.

SOUZA, Socorro Silvania et al. Mulher e climatério: concepções de usuárias de uma unidade básica de saúde. Reprodução & Climatério, v. 32, n. 2, p. 85-89, 2017.

Published

2024-03-29

How to Cite

Carvalho, C. D. de, Kamimura, Q. P., Oliveira, E. A. A. Q., Postigo, S., & Cornetta, V. K. (2024). Atenção primária à saúde e apoio matricial: a nasf e as contribuições do profissional de educação física para a saúde da mulher. Caderno Pedagógico, 21(3), e3519. https://doi.org/10.54033/cadpedv21n3-237

Issue

Section

Articles