Violência na escola: um estudo preliminar indicativo de polí-ticas públicas para as cidades educadoras

Authors

  • Maria Sílvia Bacila

DOI:

https://doi.org/10.54033/cadpedv21n3-227

Keywords:

Políticas Públicas, Cidades Educadoras, Violência na Escola

Abstract

A violência na escola é um fenômeno complexo e impactante, que abrange comportamentos agressivos, ameaçadores e prejudiciais no ambiente escolar, como bullying, agressões físicas, verbais, discriminação e vandalismo. Este estudo teve como objetivo geral compreender a natureza da violência na escola e como objetivos específicos identificar os tipos de violência prevalentes em cidades educadoras, bem como avaliar a percepção dos gestores sobre seu impacto no ambiente escolar e desempenho dos estudantes. Realizado por meio de uma pesquisa do tipo levantamento, a população-alvo foram gestores educacionais de cidades educadoras pertencentes à Rede Brasileira de Cidades Educadoras (sendo 9 respondentes de um total de 33 cidades membro), utilizando a técnica de coleta de dados por questionários via Google Forms. A análise dos dados foi qualitativa e/ou quantitativa. Embasado em autores como Abamovay e Rua (2002), Guimarães (1998), Maldonado (2011), Matos e Gonçalves (2009), Teixeira e Kassouf (2015), o estudo focou em 9 cidades membros da rede brasileira de cidades educadoras, comprometidas com a promoção da educação. Os resultados destacaram a importância das políticas públicas em cidades educadoras para promover ambientes escolares seguros e acolhedores, visando à prevenção da violência e ao melhor desempenho acadêmico dos estudantes. Para estudos futuros, recomenda-se explorar mais a fundo as causas subjacentes da violência nas escolas, bem como investigar estratégias eficazes de prevenção e intervenção. Além disso, seria relevante estudar a relação entre a violência escolar e o desempenho acadêmico a longo prazo, assim como investigar o papel das famílias e da comunidade na promoção de ambientes escolares seguros e saudáveis.

References

ABAMOVAY, M.; RUA, M. Violências nas escolas. 2. ed. v. 1. Unesco, Brasília, 2002.

GUIMARÃES, A. Escola, galeras e narcotráfico. Rio de Janeiro: UFRJ, 1998.

MALDONADO, Maria Tereza. Bullying e cyberbullying: o que fazemos com o que fazem conosco. São Paulo: Moderna, 2011.

MATOS, Margarida Gaspar de; GONÇALVES, Sónia M. Pedroso. Bullying nas escolas: comportamentos e percepções. Psicologia, saúde & doenças, Lisboa, Portugal, n. 1, v. 10, p. 3-15, 2009.

TEIXEIRA, E. C.; KASSOUF, A. L. Impacto da violência nas escolas paulistas sobre o desempenho acadêmico dos alunos. Economia Aplicada, v. 19, n. 2, p. 221-240, abr. 2015. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1413-8050/ea124436. Acesso em: 11 mar. 2024.

Published

2024-03-29

How to Cite

Bacila, M. S. (2024). Violência na escola: um estudo preliminar indicativo de polí-ticas públicas para as cidades educadoras. Caderno Pedagógico, 21(3), e3509. https://doi.org/10.54033/cadpedv21n3-227

Issue

Section

Articles