Lutas olímpicas na escola: implicações de uma formação continuada com professores de educação física

Authors

  • Mabel Dantas Noronha Cisne
  • Maria Petrília Rocha Fernandes
  • Jéssica Bruna Faustino Moura
  • Jean Silva Cavalcante
  • Itamárcia Oliveira de Melo
  • Symon Tiago Brandão de Souza
  • Aline Soares Campos
  • Gabriel Campelo Ferreira
  • Manoela de Castro Marques Ribeiro
  • Heraldo Simões Ferreira

DOI:

https://doi.org/10.54033/cadpedv21n3-212

Keywords:

Educação Física Escolar, Formação Continuada, Lutas

Abstract

As Lutas Olímpicas são modalidades esportivas que permitem um amplo conjunto de interpretações, possibilidades, princípios e conhecimentos, em diferentes aspectos, seja social, físico, motor e afetivo. Este estudo tem como objetivo analisar as implicações de uma formação continuada em ensino das Lutas Olímpicas realizada com professores de Educação Física Escolar da rede de ensino municipal de Fortaleza-Ceará. Como procedimentos metodológicos, utilizou-se uma pesquisa descritiva, com abordagem qualitativa, a partir de uma pesquisa exploratória. Os partícipes da pesquisa foram 6 (seis) professores de Educação Física, em efetivo exercício na rede municipal de ensino de Fortaleza, aos quais foi realizado uma formação e aplicada uma entrevista semiestruturada. Os dados foram analisados segundo a proposta de análise temática de Minayo (2017). A formação foi composta por quatro blocos com carga horária de 180 horas na modalidade à distância e certificado do Grupo de Estudos e Pesquisa em Educação Física Escolar – GEPEFE, tendo como finalidade proporcionar momentos de aproximação com a Unidade Temática Lutas, mais especificamente aquelas denominadas olímpicas, que se inserem no objeto de conhecimento lutas do mundo. Os resultados indicaram uma percepção satisfatória no que concerne à inserção das lutas na Educação Física Escolar. E mais, apresentaram sugestões para a melhoria da aplicabilidade do conteúdo Lutas na Educação Física escolar. Ainda, mostraram-se satisfeitos sobre a formação continuada na modalidade à distância, haja vista que permitiu a participação de todos os professores. Concluiu-se, assim, que a formação se mostrou efetiva no que se refere à aplicação das Lutas Olímpicas na Educação Física Escolar segundo a própria percepção dos envolvidos. Considera-se, portanto, que a Educação Física, enquanto componente curricular, deve contribuir para viabilizar a aprendizagem de valores considerando a formação e desenvolvimento de um cidadão crítico, autônomo e protagonista por meio de um trabalho planejado, inclusivo, democrático e integral, ampliando, assim, as possibilidades formativas, garantindo o direito dos alunos de vivenciar, discutir e se apropriar das práticas corporais mais diversas.

References

ALMEIDA, M. O; RUFINO, L. G. B; LAZZAROTTI FILHO, A; BACKES, A. F; RODRIGUES, H. de. A. A prática pedagógica com as Lutas na Educação Físi-ca: um retrato da formação e da realidade de ensino de professores do ensino médio do Distrito Federal. Rev Bras Ciênc Esporte, v. 44, 2022. DOI: https://doi.org/10.1590/rbce.44.e20220076

BARROS, A. M; GABRIEL, R. Z. 4 Lutas. In: Darido, Suraya Cristina (org). Educação Física Escolar: compartilhando experiências. São Paulo: Phorte editora, 2011. cap. 4, p. 76- 96.

Becker, A. C; Harnisch, G. S; Borges, G. A. O conteúdo "lutas" nas aulas de educação física em escolas do Oeste do Paraná. Revista Pensar a Prática. 2021, v.24:e68245. DOI: https://doi.org/10.5216/rpp.v24.68245

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Na-cionais: Educação Física. Brasília: Secretaria de Educação Fundamental, MEC/SEF, 1997.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular/Ministério da Educação. Secretá-ria de Educação Básica. Diretoria de Currículos e Educação Integral. Brasília: MEC, 2017.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular/Ministério da Educação. Secretá-ria de Educação Básica. Diretoria de Currículos e Educação Integral. Brasília: MEC, 2018.

CARDOSO, M. J. C; ALMEIDA, G.D.S; SILVEIRA, T.C. Formação continuada de professores para uso de Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) no Brasil. Revista Brasileira de Informática na Educação, v. 29, p. 97-116, 2021. DOI: https://doi.org/10.5753/rbie.2021.29.0.97

DARIDO, S. C. et al. Livro didático na educação física escolar: considerações iniciais. Motriz, Rio Claro, v. 16, n. 2, p. 450-457, abr./jun. 2010. DOI: https://doi.org/10.5016/1980-6574.2010v16n2p450

FERREIRA, Heraldo Simões. (org). Educação Física Escolar: possibilidades metodológicas. Fortaleza: Eduece, 2015.

FERREIRA, Heraldo Simões. Os Jogos da Antiguidade. In: Ferreira, Heraldo Simões. Artes Marciais, Esportes de Combate e Lutas nas Olimpíadas da Antiguidade e Era Contemporânea. Fortaleza: Eduece, 2017. cap. 1, p. 35-48.

FRANCO, Maria Amélia Santoro. Pedagogia e prática docente. São Paulo: Cortez, 2012.

IMBERNÓN, Francisco. Formação Continuada de Professores. Tradução Juliana dos Santos Padilha Porto Alegre: Artmed, 2010.

LOPES, Raphael Gregory Basílio; KERR, Tieme Okimura. O ensino das Lutas na Educação Física Escolar: uma experiência no ensino fundamental. Revista Motrivivência, Santa Catarina, v. 27, n. 45, p. 262-279, setembro/2015. DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8042.2015v27n45p262

MINAYO, Maria Cecília de Souza. O desafio do conhecimento. Pesquisa qualitativa em saúde. 13. Ed. São Paulo: HUCITEC, 2017.

NASCIMENTO, Daniele da Silva et al. V Modalidades de luta: Esgrima. In: FERREIRA, Heraldo Simões (org). Artes Marciais, Esportes de Combate e Lutas nas Olimpíadas da Antiguidade e Era Contemporânea. Fortaleza: Eduece, 2017. cap. 5, p. 111-128.

RUFINO, L.G.B.; DARIDO, S.C. Possíveis diálogos entre a Educação Física Escolar e o conteúdo Lutas na perspectiva da cultura corporal. Conexões: re-vista da Faculdade de Educação Física da UNICAMP, Campinas, v. 11, n. 1, p. 145-170, jan. /mar. 2013. 145 ISSN: 1983-9030. DOI: https://doi.org/10.20396/conex.v11i1.8637635

SANTOS, J. L. S.; CUNHA A. A. C.; AMARAL J. F. O ensino das lutas na edu-cação física escolar. Revista Eletrônica Nacional de Educação Física, Edi-ção Especial. v. 5, n. 6, ago. 2022.

SILVA, Adriane das Neves et al. Limites e possibilidades do ensino à distância (EaD) na educação permanente em saúde: revisão integrativa. Ciência & Sa-úde Coletiva. v.20, n. 4, p. 1099-1107, 2015. Disponível em:

https://doi.org/10.1590/1413-81232015204.17832013 DOI: https://doi.org/10.1590/1413-81232015204.17832013

SANTOS, J. L. S.; CUNHA, A. A.C.; AMARAL, J. F. O ensino das lutas na edu-cação física escolar. Revista Eletrônica Nacional de Educação Física, Edi-ção Especial. v. 5, n. 6, ago. 2022.

SOARES, C. L; CASTELLANI L. F; TAFFAREL C. N. Z, VARJAL, E; ORTEGA ESCOBAR, M; BRACHT, V. Metodologia do Ensino da Educação Física. 2ª ed. São Paulo: Cortez; 2012.

THIOLLENT, Michel. Metodologia da pesquisa-ação. 18. ed. São Paulo: Cor-tez, 2011.

Published

2024-03-27

How to Cite

Cisne, M. D. N., Fernandes, M. P. R., Moura, J. B. F., Cavalcante, J. S., Melo, I. O. de, Souza, S. T. B. de, Campos, A. S., Ferreira, G. C., Ribeiro, M. de C. M., & Ferreira, H. S. (2024). Lutas olímpicas na escola: implicações de uma formação continuada com professores de educação física. Caderno Pedagógico, 21(3), e3435. https://doi.org/10.54033/cadpedv21n3-212

Issue

Section

Articles