Feridas crônicas e cuidados paliativos: novas possibilidades e estratégias em saúde

Authors

  • Malrydennya Rodrigues Sobrinho
  • Maura Madalena do Nascimento Oliveira
  • Gilvanise do Nascimento de Melo
  • Leônidas Nelson Martins Júnior
  • Leoni Lima de Souza
  • Paula Gabriella Pereira dos Santos
  • Alex Kleyton Pereira da Silva
  • Marcia Alencar de Medeiros Pereira
  • Judete Silva Nunes
  • Raíssa Isabella Pereira de Souza Madureira

DOI:

https://doi.org/10.54033/cadpedv21n3-208

Keywords:

Feridas, Prevenção, Cuidado

Abstract

Feridas crônicas são interrupções na continuidade de um tecido corpóreo que apresentam difícil processo de cicatrização, ultrapassando a duração de seis semanas. Essas feridas causam sofrimento e diminuição da qualidade de vida, os efeitos psicossociais incluem dor, alterações nos padrões de sono, apetite e libido, irritabilidade, alterações de energia, diminuição da capacidade de concentração, e restrições nas atividades familiares, profissionais e sociais. Assim, este estudo refletiu acerca do cuidado quanto as feridas crônicas que necessitam de abordagem paliativa. A enfermagem é a profissão que está cuidando de feridas crônicas nos cuidados paliativos,  bem  como sendo necessária  a  ampliação  de  conhecimentos  que  vislumbrem  as necessidades  de  atualização  profissional  e  de  assistência  especializada  em  feridas  crônicas neste  contexto  de  saúde.  Deste  modo,não  depende  apenas  dos  profissionais  de  saúde,  dos enfermeiros,  mas também,da  rede  de  atenção  à  saúde  que  envolve  gestores  e  as  esferas  de governo. Conclui-se que, faz-se necessáriaa capacitação dos enfermeiros na assistência de enfermagem voltada para  humanização  do  cuidado  ao  paciente  portador  de  ferida  crônica;é  justificadapelo inadequado  conhecimento  da  assistência  de  enfermagem  prestada  ao  paciente.  Alguns profissionais de enfermagem  esquecem  da  complexidade  do  cuidado  ao  paciente  portador  desta  ferida,  e apresentam dificuldades na realização de curativos, sem embasamento científico, utilizando-se de práticas rotineiras com pouca ou nenhuma atualização. Assim como, a enfermagem é a profissão que está cuidando de feridas crônicas nos cuidados paliativos,  bem  como sendo necessária  a  ampliação  de  conhecimentos  que  vislumbrem  as necessidades  de  atualização  profissional  e  de  assistência  especializada  em  feridas  crônicas neste  contexto  de  saúde.  Deste  modo, a limitação do estudo se apresenta de forma que não depende  apenas  dos  profissionais  de  saúde,  dos enfermeiros,  mas também,da  rede  de  atenção  à  saúde  que  envolve  gestores  e  as  esferas  de governo.

References

AGRA, G. .; FERNANDES, M. A. .; PLATEL, I. C. dos S. .; FREIRE, M. E. M. Cuidados Paliativos ao Paciente Portador de Ferida Neoplásica: uma Revisão Integrativa da Literatura. Revista Brasileira de Cancerologia, [S. l.], v. 59, n. 1, p. 95–104, 2013. DOI: 10.32635/2176-9745.RBC.2013v59n1.555. Disponível em: https://rbc.inca.gov.br/index.php/revista/article/view/555. DOI: https://doi.org/10.32635/2176-9745.RBC.2013v59n1.555

BRASIL. (2002). Ministério da Saúde. Secretaria de Políticas de Saúde. Departamento de Atenção Básica. Manual de condutas para úlceras neurotróficas e traumáticas. Série J. Cadernos de Reabilitação em Hanseníase; n. 2. Brasília: Ministério da Saúde. 56 p. Disponível:http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/manual_feridas_final.pdf

BURKIEVCZ, C.J.C. et al. (2012). Prevalência de deficiência de vitamina D em pacientes com úlceras de perna de etiologia venosa. Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, 39 (1), 060-063.Disponível em: <https://www.scielo.br/pdf/rcbc/v39n1/a12v39n1.pdf> DOI: https://doi.org/10.1590/S0100-69912012000100012

DOS SANTOS, M.D.S.H; PACHECO, P.Q.C; DE SOUZA, S.R. A qualidade de vida do paciente portador de feridas neoplásicas: uma revisão integrativa. Rev Enferm Atual In Derme. 2019;88(26). DOI: https://doi.org/10.31011/reaid-2019-v.88-n.26-art.438

FREDERICO, G; KOCHRAIBER, F; SALA, D; ROSA, A.; GAMBA, M. Integralidade no cuidado de enfermagem às pessoas com úlceras cutâneas. Rev enferm UFPE on line. 2018;12(7):1997-2011. DOI: https://doi.org/10.5205/1981-8963-v12i7a234800p1997-2011-2018

GOMES, A.L.Z.; OTHERO, M.B. Cuidados paliativos. FapUNIFESP Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/s0104-07072011000400007.

LENTSCK, M.H. et al. Qualidade de Estudos Avançados, [S.L.], v. 30, n. 88, p. 155-166, dez. 2016. DOI: https://doi.org/10.1590/s0103-40142016.30880011

MACHADO, F.S. et al. Perspectiva do enfermeiro frente à assistência no tratamento de feridas em ambiente hospitalar. Rev. epidemiol. controle infecç. 2017;7(3):134-139. DOI: https://doi.org/10.17058/reci.v7i3.8920

OLIVEIRA, P.G.D; OLIVEIRA, T.B.D . Principais tipos de feridas em cuidados paliativos. Revista Feridas 2019; 07 (35): 1205-1210. DOI: https://doi.org/10.36489/feridas.2019v7i35p1205-1210

Psicossociais das feridas crônicas em usuários da estratégia de saúde da família. International Journal Of Development Research, Florianópolis, v. 12, n. 04, p. 55716-55720, abr. 2022.

PEREIRA, S.A.; SHITSUKA, D.M.; PARREIRA, F.J.; SHITSUKA, R. (2018). Metodologia da pesquisa científica [recurso eletrônico]. Santa Maria (RS): UFSM, NTE.p. 67. Disponível em: <https://repositorio.ufsm.br/bitstream/handle/1/15824/Lic_Computacao_Metodologia-Pesquisa-Cientifica.pdf?sequence=1>.

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE/SP – Manual de Padronização de Curativos – Janeiro/2021. Disponível em: https://docs.bvsalud.org/biblioref/2021/04/1152129/manual_protocoloferidasmarco2021_digital_.pdf

SMANIOTTO, P. H. DE S., DALLI, R., CARVALHO, V. F. DE, e FERREIRA, M. C. (2010). Tratamento clínico das feridas - curativos. Revista De Medicina, 89(3-4), 137-141. Disponível em: https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v89i3/4p137-141 DOI: https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v89i3/4p137-141

SOARES, R.D.S. O perfil bacteriológico e as variáveis relacionadas a feridaneoplásica no paciente em cuidado paliativo. Dissertação [Mestrado Acadêmico em Ciências do Cuidado em Saúde] - Universidade Federal Fluminense; 2019.

TILLEY, C.; LIPSON, J.; RAMOS, M. Palliative wound care for malignant fungating wounds: holistic considerations at end-of-life. Nurs Clin North Am.

WAIDMAN, M.A.P.; ROCHA, S.C.; CORREA, J.L.; BRISCHILIARI, A.; MARCON, S.S. O cotidiano do indivíduo com ferida crônica e sua saúde mental. Texto & Contexto - Enfermagem, [S.L.], v. 20, n. 4, p. 691-699, dez. 2011. DOI: https://doi.org/10.1590/S0104-07072011000400007

Published

2024-03-27

How to Cite

Sobrinho, M. R., Oliveira, M. M. do N., Melo, G. do N. de, Martins Júnior, L. N., Souza, L. L. de, Santos, P. G. P. dos, Silva, A. K. P. da, Pereira, M. A. de M., Nunes, J. S., & Madureira, R. I. P. de S. (2024). Feridas crônicas e cuidados paliativos: novas possibilidades e estratégias em saúde . Caderno Pedagógico, 21(3), e3431. https://doi.org/10.54033/cadpedv21n3-208

Issue

Section

Articles