Reflexões acerca da afetividade na relação professor-aluno

Authors

  • Lucas Vieira
  • Inauã Weirich Ribeiro
  • Lauren Waiss da Rosa
  • Fernanda Rocha da Trindade

DOI:

https://doi.org/10.54033/cadpedv21n3-197

Keywords:

Afetividade, Educação, Relação Professor-Aluno, Desenvolvimento Socioemocional, Aprendizagem

Abstract

No cenário educacional contemporâneo, a dinâmica entre professor-aluno desempenha um papel importante no ambiente educacional, exercendo uma influência significativa tanto no sucesso acadêmico quanto no crescimento pessoal dos alunos. No contexto desta interação surge a afetividade, um componente vital que define a natureza e a qualidade das relações estabelecidas no ambiente de aprendizagem. Este estudo propõe investigar a relevância da afetividade na conexão entre professores e alunos, destacando o impacto positivo que os laços emocionais podem ter sobre a motivação dos alunos, seu envolvimento com o material de estudo e, por extensão, seu desempenho acadêmico. A pesquisa se apoia em uma análise detalhada de literatura acadêmica, incluindo uma variedade de estudos, teorias educacionais e relatos de experiências práticas que discutem o papel da afetividade nas relações educacionais. Os achados desta análise sugerem que a formação de vínculos afetivos fortes entre educadores e estudantes cria um ambiente de aprendizado mais acolhedor e estimulante. Tal ambiente promove a participação ativa e o engajamento dos estudantes fortalecendo sua autoestima e desenvolvimento socioemocional. Os resultados desta investigação destacam a importância de integrar a dimensão afetiva nas estratégias pedagógicas. Evidencia-se que o cultivo de relações emocionalmente ricas no contexto educacional pode transformar significativamente a experiência de aprendizagem, tornando-a mais eficiente e enriquecedora. Portanto, reconhecer e valorizar a afetividade na educação não apenas beneficia o desenvolvimento acadêmico dos alunos e também contribui para a criação de um ambiente educacional mais positivo e produtivo. Este estudo reafirma a necessidade de os educadores estabelecerem conexões emocionais profundas com seus alunos, visando otimizar o processo educativo e fomentar um clima de aprendizado mais saudável e inclusivo.

References

ALVARENGA, E.S. Metodologia da Investigação quantitativa e qualitativa: normas técnicas de apresentação de trabalhos científicos. Edição Gráfica: A4 Diseños – Versão em Português: Cesar Amarilhas - Assunção, Paraguai, 2012.

CHEMIN, B. F. Manual da Univates para trabalhos acadêmicos: planejamento, elaboração e apresentação. 5ª edição. Lajeado: Editora da Univates, 2023.

CUNHA, A.E. Afeto e Aprendizagem, relação de amorosidade e saber na prática pedagógica. Rio de Janeiro: Wak, 2008.

DAVIS, C.O.; ZILMA, R. O desenvolvimento Cognitivo e Afetivo – A Psicologia na Educação. 2ª edição. São Paulo: Cortez, 1994.

FOLQUITTO, C.T.F. Dimensões cognitivas, afetivas e morais na infância. São Paulo: Senac, 2018.

FREIRE, P.; STRECK, E.R.; ZITKOSKI, J.J. Dicionário Paulo Freire. 2 ª edição. Belo Horizonte: Autentica Editora, 2010.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 25ª edição. São Paulo: Paz e Terra, 2002.

LEITE, Sergio Antonio Da Silva; COLOMBO, Fabiana Aurora. A afetividade na mediação do professor da pré-escola. Revista de Psicologia da Unesp,v.7,n.1, 2018.

LISBOA, A.M.J. O seu filho no dia-a-dia: dicas de um pediatra experiente. V. 3, Brasília: Linha Gráfica, 1998.

OLIVEIRA, Marta Kohl. O Problema da Afetividade em Vygotsky. In: DE LA TAILLE, Piaget, Vygotsky e Wallon: Teorias psicogenéticas em discussão. São Paulo: Ed. Summus, 1992.

SANTOS, E.A.M.; KAULFUSS, M.A. A Influência da Afetividade na Aprendizagem. Revista Científica Eletrônica de Ciências Aplicadas da FAIT,v.11, n. 2, 2022.

WAGNER, H.T.R. Sobre fenomenologia e relações sociais: Alfred Schutz. Petrópolis: Editora Vozes, 2012.

SILVA, A. S.J. Afetividade e construção do conhecimento: a produção textual como portadora de conteúdo. Programa de Pós Graduação em Educação. Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Porto Alegre, Brasil, 2008.

Published

2024-03-26

How to Cite

Vieira, L., Ribeiro, I. W., Rosa, L. W. da, & Trindade, F. R. da. (2024). Reflexões acerca da afetividade na relação professor-aluno. Caderno Pedagógico, 21(3), e3408. https://doi.org/10.54033/cadpedv21n3-197

Issue

Section

Articles