Caracterização da formação lato sensu em Environmental, Social and Governance no Brasil

Authors

  • Marcos Geraldo Gonzalez
  • Denise Helena Lombardo Ferreira
  • Duarcides Ferreira Mariosa
  • Juan Arturo Castañeda-Ayarza
  • Orandi Mina Falsarella

DOI:

https://doi.org/10.54033/cadpedv21n3-046

Keywords:

pós-graduação, especialização lato sensu, ESG

Abstract

Esta pesquisa tem como objetivo caracterizar a inclusão do Environmental, Social and Governance (ESG) nas ofertas de cursos de especialização Lato Sensu nas Instituições de Ensino Superior (IES) públicas e privadas, localizadas no Brasil e credenciadas pelo Ministério da Educação, visto que, em contraste com a crescente relevância do tema ESG para o mercado e a demanda de profissionais especializados, não foi possível encontrar dados específicos sobre a oferta des ses cursos no país. Nesse sentido, realizou-se uma pesquisa documental a partir da base de dados eletrônica do site do Ministério da Educação denominado e-MEC, dos cursos de especialização lato sensu em ESG. Observou-se que nos últimos anos houve aumento no número de instituições de ensino superior que disponibilizam esse tipo de curso, cerca de 76 cursos oferta dos por 43 IES. No entanto, observou-se que entre 2021 e 2022 houveram mais de 16 mil vagas    ofertadas, com menos de 200 egressos. Não se identificou uma capilaridade na distribuição dos cursos por região geográfica, já que estão concentrados nas regiões Sul e Sudeste do Brasil. A natureza administrativa privada é a predominante e a maioria dos cursos ofertados    concentra-se na modalidade a distância. Pode-se concluir que a oferta crescente dos cur sos de especialização em ESG, as vagas disponíveis e os profissionais formados pelas IES po dem ser ainda insuficientes para atender a demanda do mercado nacional. Para futuros trabalhos, sugere-se a realização de um estudo ampliando o universo de palavras-chave no que tange à denominação do curso de especialização, tais como “Sustentabilidade”, “Governança” e “Meio Ambiente”, e sugere-se a realização de estudos com potenciais consumidores para confrontar a oferta versus a demanda.

References

BANERJEE; SUBHABRATA, B. Organizational strategies for sustainable development: developing a research agenda for the new Millennium. Australian Journal of Management, v. 27, Special Issue, 2002. DOI: https://doi.org/10.1177/031289620202701S11

CMMAD. Comissão mundial sobre o meio ambiente e desenvolvimento. Nosso Futuro Comum. 2. ed. Rio de Janeiro: Editora da Fundação Getúlio Vargas, 430 p., 1991.

CREDIT SUISSE. Global ESG Research – What ESG investors buy and sell, 2021. Disponível em: https://www.credit-suisse.com/br/pt/secure-sign-new.html

?cs-gs-field=relat%C3%B3rio+Global+ESG+Research+%E2%80%93+What+E

SG+investors+buy+ and+sell&cs-site=#. Acesso em: 07 abr. 2023.

DREAMSHAPER. Como o ESG impacta o ensino superior? 2023. Disponível em: https://dreamshaper.com/br/blog/como-o-esg-impacta-o-ensino-superior/. Acesso em: 08 abr. 2023.

E-MEC. Cadastro Nacional de Cursos e Instituições de Educação Superior. Cadastro e-MEC. Disponível em: https://emec.mec.gov.br/emec/nova. Acesso em 08 mai. 2023.

FOLHA DE SÃO PAULO. Em 12º lugar, Brasil tem bancos e companhias de energia em ranking verde – Meio Ambiente. 2. ed., 2022. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/seminariosfolha/2022/06/em-12o-lugar-brasil-tem

-bancos-ecompanhias-de-energia-em-rankingverde.shtml#:~:text=O%20Brasil

%20ocupa%20o%2012%C2%BA,de%20Minas%20Gerais)%20e%20Eletrobras. Acesso em: 28 out. 2022.

GATTI, B. A. Reflexão sobre os desafios da pós-graduação: novas perspectivas sociais, conhecimento e poder. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 3, n. 18, p. 108- 154, 2001. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-24782001000300010

GLADWIN, T. N.; KRAUSE, T.S.; KENNELLY, J. J;.Beyond eco- efficiency: toward socially sustainable business. Sustainable Development, v. 3, p. 35-43, 1995. DOI: https://doi.org/10.1002/sd.3460030105

GIL, A. C. Como Elaborar Projetos de Pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

GOMES, GOODANDERSON. Carreira em ESG: uma das mais requisitadas no momento. 2023. Capital Econômico. Disponível em: https://revistacapital

economico.com.br/carreira-em- esg-uma-das-mais-requisitadas-no-momento/. Acesso em: 07 abr. 2023.

HAWKEN, P. The Ecology of Commerce: A Declaration of Sustainability. New York: HarperCollins Publisher, 1993.

IT FORUM SÉRIES. Avanço do ESG esbarra em falta de especialistas, dizem empresas. 2023. Disponível em: https://itforum.com.br/noticias/avanco-do-esg-esbarra-em-falta-de-especialistas-dizem-empresas/#:~:text=Mais%20da

%20metade%20(55%25),Salarial%202023%2C%20da%20Robert%20Half. Acesso: em: 07 abr. 2023.

MEADOWS, D. H.; MEADOWS, D. L.; RANDERS, J. Além dos Limites: Colapso Global ou um Futuro Sustentável. Londres: Earthscan, 1992.

MEC. Ministério da Educação e Cultura. Qual a diferença entre pós-graduação lato sensu e stricto sensu? 1996. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/

component/content/article?id=13072:qual-a-diferenca-entre-pos-graduacao-lato

-sensu-e-stricto-sensu. Acesso: em: 09 abr. 2023.

NIELSEN. Estilo de vida 2019. 2019. Os Brasileiros estão cada vez mais sustentáveis e conscientes. Disponível em: https://www.nielsen.com/pt/insights/

/brasileiros-estao-cada- vez-mais-sustentaveis-e-conscientes/. Acesso em: 05 abr. 2023.

NEOENERGIA, 2023. Disponível em: https://www.neoenergia.com/pt-br/teinte

ressa/compromisso-social/Paginas/ESG.aspxwww.neoenergia.coom. Acesso em: 05 abr. 2023.

PACTO GLOBAL, 2021. Disponível em https://d335luupugsy2.cloudfront.net/

cms%2Ffiles%2F150560%2F1619627473Estudo_A_Evoluo_do_ESG_no_Brasil.pdf. Acesso em: 05 de abr. 2023.

SAVIANI, D. A pós-graduação em educação no Brasil: trajetória, situação atual e perspectivas. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 1, n. 1, p. 1-19, 2000. DOI: https://doi.org/10.7213/rde.v1i1.3211

SAVITZ, A. W.; WEBER, K. The Triple Bottom Line: How Today’s Best-Run Companies Are Achieving Economic, Social, and Environmental Success—and How You Can Too. São Francisco: Jossey-Bass, 2014.

SAVITZ, A. W.; WEBER, K. A empresa sustentável: o verdadeiro sucesso é o lucro com responsabilidade social e ambiental. Rio de Janeiro: Elsevier, 2007.

SILVA, E. G.; PAULISTA, J. E. S.; DUTRA, M. L. S.; FREITAS, L. G.; BARREIRO, J. H. L. C. A pós-graduação e sua contribuição para a formação profissional dos administradores. In: Simpósio de Excelência em Gestão e Tecnologia, 6, 2009. Anais eletrônicos. Rezende: RJ, 2009. Disponível em: https://www.aedb.br/seget/arquivos/artigos09/412_Seget_A_pos_graduacao_na_forma cao_do_administrador.pdf. Acesso em: 06 mai. 2023.

UNIVERSITY OF CALIFORNIA RIVERSIDE. Major corporations’ growing interest in sustainable product design. 2016. Disponível em: http://engineeringonline.ucr.edu/resources/infographic/major-corporations-growing- interest- insustainable-product-design/. Acesso em: 07 out. 2022.

Published

2024-03-08

How to Cite

Gonzalez, M. G., Ferreira , D. H. L., Mariosa, D. F., Castañeda-Ayarza, J. A., & Falsarella, O. M. (2024). Caracterização da formação lato sensu em Environmental, Social and Governance no Brasil. Caderno Pedagógico, 21(3), e3058. https://doi.org/10.54033/cadpedv21n3-046

Issue

Section

Articles