O par conceitual formado pelo apátrida em Hanna Arendt e o cidadão sacrificial do neoliberalismo: uma análise da cidadania em contrapartida aos direitos humanos

Authors

  • Micheli Pilau de Oliveira
  • Juliana Tozzi Tietböhl
  • Dafhini Carneiro da Silva
  • Juliana Mayer Goulart
  • Deivid Jonas Silva da Veiga

DOI:

https://doi.org/10.54033/cadpedv21n3-024

Keywords:

cidadania, direitos humanos, neoliberalismo

Abstract

O presente estudo, realizado pelo método hipotético-dedutivo e elaborado a partir da técnica de pesquisa bibliográfica, objetiva analisar criticamente a intersecção entre as figuras do apátrida, em Hanna Arendt, e do cidadão sacrificial, cunhado a partir da razão política neoliberal, sob o seu ponto em comum, identificado como o ideal da cidadania. O problema de investigação é: como a cidadania transita entre ambas as categorias (o apátrida e o cidadão sacrificial) e se instala como fator categórico à (in)efetividade dos Direitos Humanos? Parte-se da hipótese de que, em relação ao apátrida, a cidadania atua como pressuposto político aos Direitos Humanos, ao passo que, no século XXI, tal prerrogativa se inverte a partir da razão neoliberal, à medida que utiliza do ideário cidadão como forma de irromper violações aos direitos fundamentais; fazendo da exceção, a regra –  tal qual no século XX.

References

AGAMBEN, Georgio. Homo sacer: o poder soberano e a vida nua I. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2010.

AGAMBEN, Giorgio. Meios sem fim: notas sobre a política. Belo Horizonte: Autêntica, 2015.

ARENDT, Hanna. Origens do totalitarismo: antissemitismo, imperialismo, totalitarismo. Trad. Roberto Raposo. São Paulo: Companhia das Letras, 2012.

BROWN, Wendy. Cidadania Sacrificial: neoliberalismo, capital humano e políticas de austeridade. Rio de Janeiro: Zazie Edições, 2018.

BROWN, Wendy. Nas ruínas do neoliberalismo: a ascenção da política antidemocrática no ocidente.São Paulo: Editora Filosófica Politeia, 2019.

CASARA, Rubens R R. Contra a miséria neoliberal. São Paulo: Autonomia Literária, 2021.

CASARA, Rubens R R. Estado pós-democrático: neo-obscurantismo e gestão dos indesejáveis. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2017.

NIELSSON, Joice Graciele; WERMUTH, Maiquel Ângelo Dezordi. É isto um golpe?: a (in)discernibilidade entre democracia e exceção no Brasil contemporâneo. São Paulo: Tirant lo Blanch, 2020.

WERMUTH, Maiquel Ângelo Dezordi; NIELSSON, Joice Graciele. De Hannah Arendt a Judith Butler: em busca da humanidade perdida nas fronteiras do Estado-nação. Revista Pensar, Fortaleza, v. 22, n. 1, 2017. Disponível em: <https://periodicos.unifor.br/rpen/article/view/4322/pdf>. Acesso em 06 ago. 2022. DOI: https://doi.org/10.5020/2317-2150.2017.4322

Published

2024-03-06

How to Cite

Oliveira, M. P. de, Tietböhl, J. T., Silva, D. C. da, Goulart, J. M., & Veiga, D. J. S. da. (2024). O par conceitual formado pelo apátrida em Hanna Arendt e o cidadão sacrificial do neoliberalismo: uma análise da cidadania em contrapartida aos direitos humanos. Caderno Pedagógico, 21(3), e3008. https://doi.org/10.54033/cadpedv21n3-024

Issue

Section

Articles