A importância da colaboração de uma equipe multidisciplinar no cuidado de gestantes com Anemia Falciforme

Authors

  • Rafaella Menezes de Oliveira Parente
  • Karoline Petricio Martins
  • Francilene Bernardo Cordeiro Rôas
  • Yuri Alexander dos Santos Rôas
  • Emanuel de Freitas Correia
  • Francisco José de Oliveira Santos Neto
  • Gabriel Fragoso Peixoto
  • João Pedro Bruno e Silva Amaral
  • Kamila Miranda Davino Albernaz
  • Lara Moreira de Souza Farias
  • Maria Soares Quintella Lessa
  • Mariana Oliveira Barbosa
  • Pedro Dias Vanderlei Cardoso
  • Rosângela Natália Gomes Quintino de Holanda Cavalcante

DOI:

https://doi.org/10.54033/cadpedv21n3-012

Keywords:

Anemia Falciforme, gravidez, equipe multiprofissional

Abstract

Introdução: O trabalho em equipe multidisciplinar é fundamental para melhorar os resultados da gravidez em mulheres com doença falciforme, uma vez que essas gestantes apresentam risco aumentado de complicações durante a gravidez, incluindo parto prematuro, baixo peso ao nascer e eclâmpsia do parto prematuro. Porém, com a expertise de uma equipe multidisciplinar, esses riscos podem ser gerenciados e minimizados. Objetivo: Avaliar os benefícios da colaboração multidisciplinar no tratamento de gestantes com anemia falciforme. Métodos: Trata-se de uma revisão de literatura com o objetivo de evidenciar o que já foi dito na literatura científica sobre a importância da equipe multidisciplinar no cuidado de gestantes com anemia falciforme. Para tanto, foram elencados os seguintes critérios de participação: preferencialmente dos últimos cinco anos, estar disponível de forma totalmente gratuita em português, inglês ou espanhol, e o tema deve estar alinhado com a proposta do artigo desenvolvido. Foram excluídos os artigos que não atendiam à classificação acima. Resultados e Discussão: A equipe pode incluir obstetras, hematologistas, conselheiros genéticos, assistentes sociais e outros profissionais de saúde. Juntas, a equipe pode desenvolver um plano de tratamento abrangente que atenda às necessidades exclusivas de cada paciente e leve a melhores resultados na gravidez. Além disso, a equipe multidisciplinar pode prestar diversos serviços, como exames regulares, monitoramento fetal e controle da dor. A equipe também pode fornecer educação e apoio ao paciente e família e responder às suas preocupações e dúvidas. A equipe pode trabalhar em conjunto para garantir que a paciente receba cuidados e tratamento adequados durante a gravidez e o parto. Atender às complexas necessidades das gestantes com anemia falciforme requer a expertise de uma equipe multidisciplinar. Trabalhando em conjunto, a equipe pode garantir que a paciente receba os melhores cuidados e tratamento possíveis durante e após a gravidez. Conclusão: Concluindo, o trabalho em equipe multidisciplinar é essencial no manejo de gestantes com anemia falciforme, pois a equipe pode fornecer atendimento e manejo abrangentes, atender às necessidades complexas dos pacientes e melhorar os resultados da gravidez.

References

ASSISTÊNCIA a gestante com anemia falciforme. Revista Ibero-Americana de Humanidades, Ciências e Educação, periodicorease.pro.br, 29 abr. 2023. Disponível em: https://periodicorease.pro.br/rease/article/view/9333/3684

CHAVES, Marcela Pessoa et al. Assistência Integral: Condutas Profiláticas e Terapêuticas em Gestantes com Anemia Falciforme. Brazilian Journal of Health Review, v. 3, n. 5, p. 11989-12002, 2020. Disponível em: https://scholar.googleusercontent.com/scholar?q=cache:gfUBhSNv4F4J:scholar.google.com/+gestantes+com+anemia+falciforme&hl=pt-BR&as_sdt=0,5&as_ylo=2020 DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n5-051

DALELLASTE, S.; REISER, M. N.; KUSE, E. A. Anemia falciforme e gestação: principais complicações. Revista Científica da Faculdade de Educação e Meio Ambiente, v. 13, n. 2, p. 173–179, 28 out. 2022. Disponível em: https://revista. DOI: https://doi.org/10.31072/rcf.v13i2.1156

unifaema.edu.br/index.php/Revista-FAEMA/article/view/1156/1068

LIMA, F. R. et al. Comunicação entre profissionais de saúde e pessoas com anemia falciforme: revisão integrativa. Research, Society and Development, v. 11, n. 4, p. e47611427673, 24 mar. 2022. Disponível em: https://rsdjournal.org/ DOI: https://doi.org/10.33448/rsd-v11i4.27673

index.php/rsd/article/view/27673/24113

NETO, J. L. DOS S. et al. Gestação na anemia falciforme e suas principais complicações. Caderno de Graduação – Ciências Biológicas e da Saúde – UNIT – Alagoas, v. 6, n. 2, p. 114–114, 8 nov. 2020. Disponível em: https://periodicos.grupotiradentes.com/fitsbiosaude/article/view/7499/4292

NOMURA, R. M. Y. et al. Resultados maternos e perinatais em gestações complicadas por doenças falciformes. Revista Brasileira de Geofísica, v. 32, n. 8, ago. 2010. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbgo/a/JQwSSDP4xSZqL DOI: https://doi.org/10.1590/S0100-72032010000800008

NJjBhKLxtg/?lang=pt

PEDRAZA, D. F.; LINS, A. C. DE L. Complicações clínicas na gravidez: uma revisão sistemática de estudos com gestantes brasileiras. Ciência & Saúde Coletiva, v. 26, n. suppl 3, p. 5329–5350, out. 2021. Disponível em: https://www.scielo.br/j/csc/a/vQJ3Y9FwQ8tBdsRH6k6ttwH/?lang=pt DOI: https://doi.org/10.1590/1413-812320212611.3.33202019

XAVIER, A. S. G. et al. Perception of women suffering from sickle cell anemia regarding pregnancy: an exploratory study. Online Brazilian Journal of Nursing, v. 12, n. 4, 2013. Disponível em: https://objnursing.uff.br/index.php/ DOI: https://doi.org/10.5935/1676-4285.20134289

nursing/article/view/4289/html_19

Published

2024-03-01

How to Cite

Parente, R. M. de O., Martins, K. P., Rôas, F. B. C., Rôas, Y. A. dos S., Correia , E. de F., Santos Neto, F. J. de O., Peixoto, G. F., Amaral, J. P. B. e S., Albernaz, K. M. D., Farias, L. M. de S., Lessa, M. S. Q., Barbosa, M. O., Cardoso, P. D. V., & Cavalcante, R. N. G. Q. de H. (2024). A importância da colaboração de uma equipe multidisciplinar no cuidado de gestantes com Anemia Falciforme. Caderno Pedagógico, 21(3), e2950. https://doi.org/10.54033/cadpedv21n3-012

Issue

Section

Articles