Avaliação da estruturação de uma competência por discentes do curso de Geografia

Authors

  • Antonio Carlos Santos do Nascimento Passos-de-Oliveira
  • Heitor Borges Cruz
  • Nuria Pérez Gallardo

DOI:

https://doi.org/10.54033/cadpedv21n2-093

Keywords:

competências, aprendizagem baseada em competências, ensino de geografia

Abstract

O ensino por meio de competências é uma demanda presente em grande parte dos cursos do vinculados Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (CONFEA). Nesse sentido, este artigo resolveu verificar como discentes do curso de Bacharelado em Geografia, de uma Instituição de Ensino Superior e Pública (IESP), no sudeste do Pará, elaboram competências que um gestor deveria ter, no contexto da disciplina Planejamento e Gestão Ambiental. Se considerou competência enquanto constructo constituído de conhecimentos, habilidades e atitudes, ou seja, saber, saber fazer e querer utilizar esse saber. Por mais que as Diretrizes Curriculares Nacionais para os cursos de Geografia citem a demanda de explicitarem as competências, como o documento é genérico e adota um sentido divergente da literatura sobre o conceito de competência, adotou-se como norte referencial as Diretrizes Nacionais para os cursos de graduação em Engenharia, partido do pressuposto que Geógrafos podem redigir competências, enquanto gestores, que Engenheiros deverão ter para participar de projetos. Afinal, como explicitados, ambos os profissionais estão no sistema CONFEA. Focou-se em competências ligadas para implantação de políticas de estímulo à diversidade, dentro de uma proposta interdisciplinas que permita abordar diversidade (de gênero, sexual e étnico-racial), entretanto, o enfoque será particularmente sobre o processo de construção da competência pelos discentes, tentando compreender como eles conseguem estruturar uma competência. Assim, foi sugerido que 16 discente redigem que competências um gestor deveria possuir para realizar a implantação de uma política de estímulo à diversidade. Percebeu-se que grande parte dos discentes, por mais que conseguissem vincular um conhecimento a saber realização uma ação (habilidade), não conseguia descrever de forma elucidativa uma atitude.

References

ALVES, M. A.; GALEÃO-SILVA, L. G. A crítica da gestão da diversidade nas organizações. Revista de Administração de Empresas [online], v. 44, n. 3, p. 20-29, 2004. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0034-7590200400030

Acesso em: 22 mar. 2023.

BRANDÃO, H. P.; GUIMARÃES, T. A. Gestão de competências e gestão de desempenho: tecnologias distintas ou instrumentos de um mesmo construto? Revista de Administração de Empresas, v. 41, n. 1, p. 8-15, 2001. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0034-75902001000100002. Acesso em: 22 mar. 2023.

CARBONE, P. P.; BRANDÃO, H. P.; LEITE, J. B. D.; VILHENA, R. M. de P. Gestão por competências e gestão do conhecimento. Rio de Janeiro: Fundação Getulio Vargas, 2005.

DURAND, T. L'alchimie de la compétence. Revue française de gestion, v. 127, n. 160, p. 261-292, 2000. Disponível em: https://doi.org/10.3166/rfg.160.261-292. Acesso em: 24 mar. 2023.

DUTRA, J. S. Competências: conceitos e instrumentos para a gestão de pessoas na empresa moderna. São Paulo: Atlas S.A, 2004.

FISCHER, A. L. Um resgate conceitual e histórico dos modelos de gestão de pessoas. In: FLEURY, M. T. (Coord.). As pessoas na organização. São Paulo: Gente, 2002. p. 11-34.

FLEURY, M. T. L.; FLEURY, A. (2001). Construindo o conceito de competência. Revista de Administração Contemporânea [online], v. 5, n. spe, p. 183-196, 2001. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S1415-65552001000500010. Acesso em: 30 mar. 2023.

HAMEL, G.; PRAHALAD, C. K. The core competence of the corporation. Harvard Business Review, v. 68, n. 3, p. 79-91, 1990. Disponível em: https://hbr.org/

/05/the-core-competence-of-the-corporation. Acesso em: 01 abr. 2023.

IRIGARAY, H. A. R. As diversidades nas organizações brasileiras: estudo sobre orientação sexual e ambiente de trabalho. 2008. Tese (Doutorado em Administração de Empresas) – Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas, São Paulo.

SANSONE, C. A question of competence: the effects of competence and task feedback on intrinsic interest. Journal of Personality and Social Psychology, v. 51, n. 5, p. 918-931, 1986. Disponível em: https://doi.org/10.1037/0022-3514.51.5.918. Acesso em: 02 abr. 2023.

ZARIFIAN, P. Objetivo competencia: por uma nova lógica. Tradução de Maria Helena C. V. Trylinski. Sao Paulo: Atlas, 2001.

Published

2024-02-22

How to Cite

Passos-de-Oliveira, A. C. S. do N., Cruz, H. B., & Gallardo, N. P. (2024). Avaliação da estruturação de uma competência por discentes do curso de Geografia. Caderno Pedagógico, 21(2), e2827. https://doi.org/10.54033/cadpedv21n2-093

Issue

Section

Articles