Violência doméstica à luz da teoria de desenvolvimento moral de Lawrence Kohlberg

Authors

  • Luã Carlos Valle Dantas
  • Rita Melissa Lepre

DOI:

https://doi.org/10.54033/cadpedv21n2-082

Keywords:

violência doméstica, desenvolvimento moral, violência de gênero

Abstract

Este artigo tem como objetivo examinar a teoria do desenvolvimento moral de Lawrence Kohlberg como uma ferramenta essencial para compreender a complexidade da violência doméstica em todas as suas formas. Kohlberg propõe seis estágios de desenvolvimento moral, divididos em três níveis – pré-convencional, convencional e pós-convencional – ressaltando a universalidade da moralidade, independentemente das diferentes culturas e contextos sociais. A compreensão dos estágios de desenvolvimento moral dos perpetradores pode fornecer insights significativos sobre as motivações subjacentes aos seus comportamentos violentos, possibilitando uma abordagem mais eficaz para a prevenção e intervenção. Além disso, o artigo investiga uma variedade de manifestações de violência doméstica, destacando a importância crítica da Lei Maria da Penha como um marco legal para a proteção das vítimas e o combate à impunidade dos agressores. A análise abrange uma ampla gama de fatores, incluindo os contextuais, emocionais e morais, que desempenham papéis significativos na perpetuação dessas formas de violência. A falta de sentimentos morais, como empatia e respeito, emerge como um dos principais contribuintes para a persistência da violência. Em resumo, enfatiza-se a relevância central do desenvolvimento moral na análise e compreensão dessa questão multifacetada. A teoria de Kohlberg oferece uma estrutura conceitual robusta para examinar e entender as justificativas morais subjacentes à violência doméstica, proporcionando insights valiosos para a formulação de estratégias eficazes de prevenção e intervenção. Além de lançar luz sobre as raízes profundas desse problema social, são propostas diversas abordagens potenciais, como a implementação de programas educacionais voltados para o fortalecimento do desenvolvimento moral e a promoção da conscientização sobre os valores éticos nas relações interpessoais. Essas iniciativas são fundamentais para reduzir a incidência de violência doméstica, proteger as vítimas e fortalecer os laços familiares e comunitários.

References

ALVES, Sabrina Sacoman Campos; MONTOYA, Adrian Oscar Dongo. A relação entre desenvolvimento moral e violência: contribuições para a educação. Schème – Revista Eletrônica de Psicologia e Epistemologia Genéticas, Marília, Unesp, v. 9, n. 1, p. 70, jan./jul. 2017. Disponível em: https://doi.org/10.

/1984-1655.2017.v9n1.05.p70. Acesso em: 20 jan. 2023.

BARRETTA, João Paulo F. A origem da moralidade em Freud e Winnicott. Winnicott e-prints, São Paulo, v. 7, n. 1, p. 114-125, 2012. Disponível em <http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-432X2012000100005&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em: 14 out. 2023.

BATAGLIA, P. U. R., MORAIS, A., & LEPRE, R. M. (2010). A teoria de Kohlberg sobre o desenvolvimento do raciocínio moral e os instrumentos de avaliação de juízo e competência moral em uso no Brasil. Estudos de Psicologia, v. 15, n. 1, p. 25-32.

BATAGLIA, P. U. R. A validação do Teste de Juízo Moral (MJT) para diferentes culturas: o caso brasileiro. Psicol. Reflex. Crit., Porto Alegre, v. 23, n. 1, p. 83-91, Apr. 2010. Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_

arttext&pid=S0102-79722010000100011&lng=en&nrm=iso>. Access on: 07 Feb. 2020. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722010000100011.

BIAGGIO, Angela Maria Brasil. Lawrence Kohlberg: ética e educação moral. São Paulo: Moderna, 2002.

CERQUEIRA, Daniel et al. Atlas da Violência 2021. São Paulo: FBSP, 2021.

DAHLBERG, L. L.; KRUG, E. G. Violência: um problema global de saúde pública. Ciência & Saúde Coletiva, v. 11, p. 1163–1178, 2006.

DANI, L. S. C. (2011). Escola: os conflitos sociomorais e a construção da personalidade moral. Educação, v. 35, n. 3, p. 381–394. https://doi.org/10.5902/

FINI, D. T. Desenvolvimento moral: de Piaget a Kohlberg. Perspectiva, [S. l.], v. 9, n. 16, p. 58-78, 1991. DOI: 10.5007/%x. Disponível em: https://periodicos.

ufsc.br/index.php/perspectiva/article/view/9127. Acesso em: 14 out. 2023.

FÓRUM BRASILEIRO DE SEGURANÇA PÚBLICA. Anuário Brasileiro de Segurança Pública. São Paulo: FBSP, 2023. 357 p.: il.

DANTAS, L. C. V.; LEPRE, R. M.; BATAGLIA, P. U. R. Competência Moral: As Contribuições de Georg Lind e Seus Colaboradores Para O Estudo Da Moral. In: LEPRE, Rita Melissa; ARRUDA, Antônio Carlos Jesus Zanni de. (Org.). Moralidade, Escola e Contemporaneidade: Bases Teóricas e Relatos De Experiências. Bauru, SP: Gradus, 2020, v. 1.

LEPRE, Rita Melissa. Raciocínio moral e uso abusivo de álcool por adolescentes. 2005. Tese (Doutorado) – Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Filosofia e Ciências, 2005. Disponível em: http://hdl.handle.net/

/102268.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Violência intrafamiliar: orientações para a prática em serviço Secretaria de Políticas de Saúde. Brasília, DF, 2002. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/cd05_19.pdf

SAMPAIO, Leonardo Rodrigues. A psicologia e a educação moral. Psicol. cienc. prof., Brasília, v. 27, n. 4, p. 584-595, dez. 2007. Disponível em:

bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-98932007001200002&lng

=pt&nrm=iso>. Acesso em: 14 out. 2023.

Published

2024-02-22

How to Cite

Dantas, L. C. V., & Lepre, R. M. (2024). Violência doméstica à luz da teoria de desenvolvimento moral de Lawrence Kohlberg. Caderno Pedagógico, 21(2), e2807. https://doi.org/10.54033/cadpedv21n2-082

Issue

Section

Articles