Education and heritage – subthemes: heritage education, interpretation and presentation of cultural heritage, heritage for our sambaquis generations in Laguna-SC: an Interpretation Center as a way to appreciate and safeguard cultural heritage

Authors

  • Índio de Azevedo Vignes
  • Americo Hiroyuki Hara

DOI:

https://doi.org/10.54033/cadpedv21n2-005

Keywords:

Sambaquis, cultural heritage, Laguna, Interpretation Center

Abstract

The sambaquis, Brazilian archeological and cultural heritage, are constructions where traces of prehistoric daily habits such as utensils, zoolites, food remains, tools, adornments, including burials, can be found. Through archeological analyzes, the continuous presence of ancient peoples was recognized in a sedentary way, as they located close to water slides – sources of food – and above the level of the sea of the full tide, acting as a landmark in the landscape. In Laguna-SC, the sambaquis are subject to disorderly urban expansion and all kinds of exploitation. This work supports the proposal of the implementation of an Interpretation Center (IC) to preserve the sambaquis in the region of the Santa Marta Lighthouse, in Laguna-SC, emphasizing the importance in the context of the landscape and highlighting the conflicts as regards municipal, state and federal legislation. The methodology is based on the bibliographic review referring to the characteristics of the sambaquis, their distribution in the region of Paleolaguna and the need for their preservation as a world cultural heritage, as well as the study of the legislation in the three spheres. The district of the Santa Marta Lighthouse, the proposed location for the implementation of the Interpretation Center, is distant 19 km from the city center, separated by dunes, lakes and mangrove swamps, lacking in sanitation equipment, health, education and culture and where most of the Sambaquis are concentrated. The cross-fertilization between environmental and land legislation and cultural heritage protection practices show conflicts in the management of the sambaquis that make up the local landscape. The management plan of the Environmental Protection Area Whale Franca (APABF – ICMBio), the Municipal Master Plan of Laguna and the National and State Coastal Management Plans, diverge on the characteristics of the areas where this archeological heritage exists, transforming the sambaquis into objects of difficult management. It is through the analysis of the legislation that this article identifies the difficulty of the legislators in understanding the importance of the archeological heritage and, in this way, justifies the implantation of an Interpretation Center in the Lighthouse of Santa Marta as equipment for raising awareness and preserving the local archeological heritage. It concludes with design guidelines for the implementation of the Interpretation Center in the batches defined as A and B considering the accesses and potential visualization of the natural and anthropic landscape.

References

ASSUNÇÃO, Danilo. Sambaquis da Paleolaguna de Santa Marta: em busca do contexto regional no litoral sul de Santa Catarina. Dissertação (Mestrado em Arqueologia) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas: Museu de Arqueologia e Etnologia. Universidade de São Paulo. São Paulo. 2010.

BESSARD, Mélanie; ROBINE, Nolwenn. Les Centres d’interprétation dans leur relation à la recherche et à la diffusion. La lettre de l’OCIM, n. 119, p. 12-17, 2008. DOI: https://doi.org/10.4000/ocim.349

BRASIL. Lei nº 7.661, de 16 de maio de 1988. Institui o Plano Nacional de Gerenciamento Costeiro e dá outras providências. Presidência da República – Casa Civil – Subchefia para Assuntos Jurídicos. Disponível em:

planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l7661.htm>. Acesso em 29 jan. 2023.

______. Carta de Lausanne, tradução oficial de 1990. Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Disponível em: <https://bit.ly/3gUwxVy>. Acesso em 30 set. 2019.

______. Portaria Nº 511, de 8 de dezembro 2009. Diretrizes para a criação, instituição e atualização do Cadastro Territorial Multifinalitário (CTM) nos municípios brasileiros. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. Brasília, DF. Disponível em: <https://bit.ly/3qpqnRC>. Acesso em 29 jan. 2023.

______. Plano de Manejo Área de Proteção Ambiental Baleia Franca de 2018. Instituto Chico Mendes – Ministério do Meio Ambiente. Disponível em: <https://www.gov.br/icmbio/pt-br/assuntos/biodiversidade/unidade-de-conserva

cao/unidades-de-biomas/marinho/lista-de-ucs/apa-da-baleia-franca/arquivos/pla

no_de_manejo_apa_da_baleia_franca.pdf>. Acesso em: 20 out. 2019.

______. Caracterização cultural dos municípios pertencentes à área de proteção ambiental da baleia franca. Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – Superintendência do Estado de Santa Catarina. Escritório Técnico II – Laguna. 2021. 32p.

______. Consulta sobre Sítios Arqueológicos/CNSA/SGPA. Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN. 2023. Disponível em <http://portal.iphan.gov.br/sgpa/cnsa_resultado.php>. Acesso em: 29 jan. 2023.

CALAZANS, Maria Oliveira. Os sambaquis e a arqueologia no Brasil do Século XIX. Dissertação (Mestrado em História Social) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Universidade de São Paulo. São Paulo. 2016.

________. Bonding together the pasts: the mining of lime in Brazilian shell mounds. Plural: Journal of History and Geography, Moldávia, n. 1, p. 85-96, 2017. DOI: https://doi.org/10.37710/plural.v5i1_4

CAMPOS, Juliano Bitencourt.; RODRIGUES, Marian Helen da Silva Gomes; FUNARI, Pedro Paulo Abreu. O patrimônio arqueológico no licenciamento cultural: legislação, políticas culturais e gestão integrada. OCULUM ENSAIOS: Revista de arquitetura e urbanismo, Campinas (SP), n. 14, p. 331-347, 2017. DOI: https://doi.org/10.24220/2318-0919v14n2a3858

CHAPELAIN, Brigitte. De nouvelles médiations numériques au service de la culture augmentée. Hermès, La Revue. Paris (FR). n. 61, p. 106-108, 2011. DOI: https://doi.org/10.3917/herm.061.0106

CHAUMIER, Serge; JACOBI, Daniel. Nouveaux regards sur l’interprétation et les centres d’interprétation. La lettre de l’OCIM, Dijon (FR), n. 119, p. 04-11, 2008. DOI: https://doi.org/10.4000/ocim.348

Conselho Internacional de Monumentos e Sítios – ICOMOS. Paisagens Culturais Mundiais. ICOMOS-Brasil. 2023. Disponível em <https://www.icomos.org.br/

paisagens-culturais>. Acesso em: 29 jan. 2023.

DE BLASIS, Paulo; KNEIP, Andreas; SCHEEL-YBERT, Rita; GIANNINI, Paulo César, GASPAR, Maria Dulce. SAMBAQUIS E PAISAGEM: Dinâmica natural e arqueologia regional do sul do Brasil. Arqueologia Sul-Americana. Colômbia. n. 3, p. 29-61, 2007.

GASPAR, Madu. Sambaqui: Arqueologia do litoral brasileiro. 2. ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2004.

JAGUARUNA. Lei Nº 1385/2010. Altera a redação da Lei nº 900/2001 que considera área de preservação permanente a área do Sambaqui de Garopaba do Sul e dá outras providências. Leis Municipais. Disponível em <https://leismunicipais.com.br/a/sc/j/jaguaruna/lei-ordinaria/2010/138/1385/lei-ordinaria-n-1385-2010-altera-a-redacao-da-lei-n-9002001-que-considera-area-de-preservacao-permanente-a-area-do-sambaqui-de-garopaba-do-sul-e-da-outras-providencias>. Acesso em: 09/01/2023.

LAGUNA. Lei Nº 1139 de 20 de fevereiro de 2006a. Autoriza a instituição da Fundação Lagunense do Meio Ambiente, define as áreas de atuação e finalidade e dá outras providências. Estabelece o Plano Diretor do Município. Leis Municipais. Disponível em <http://leismunicipa.is/arngb>. Acesso em: 29 jan. 2023.

______. Decreto nº 1727, de 24 de julho de 2006b. Aprova o estatuto da Fundação Lagunense do Meio Ambiente. Leis Municipais. Disponível em < http://leismunicipa.is/eanhr>. Acesso em: 29 jan. 2023.

______. Lei Complementar Nº 268 de 11 de dezembro de 2013a. Institui o Plano Diretor Municipal, estabelece objetivos, diretrizes e instrumentos para as ações de planejamento no município de Laguna e dá outras providências. Leis Municipais. Disponível em: <http://leismunicipa.is/btrqh>. Acesso em: 29 jan. 2023.

______. Lei Nº 1658 de 12 de dezembro de 2013b. Dispõe sobre o zoneamento, uso e ocupação do solo municipal de Laguna, revogando a Lei nº 4, de 06 de março de 1979, bem como suas alterações, e dá outras providências. Leis Municipais. Disponível em: <http://leismunicipa.is/tmfre>. Acesso em: 29 jan. 2023.

______. Lei Nº 1691 de 18 de março de 2014. Institui o plano municipal de gerenciamento costeiro e dá outras providências. Leis Municipais. Disponível em <http://leismunicipa.is/tqbhr >. Acesso em: 29 jan. 2023.

MIRANDA, Rodrigo Simão; CAMPOS, Carlos Roberto Pires. Potencialidades pedagógicas dos sítios arqueológicos do tipo sambaqui: uma sequência didática para trabalhar a educação patrimonial. Série Cadernos Pedagógicos. Instituto Federal do Espírito Santo, Vitória-ES. 2017. 36p. Disponível em:

capes.capes.gov.br/handle/capes/552893>. Acesso em 29 jan. 2023.

PROUS, André. Arqueologia Brasileira. Brasília (DF): Editora Universidade de Brasília, 1992.

SANTA CATARINA. Decreto nº 5010, de 22 de dezembro de 2006. Regulamenta a lei nº 13.553, de 16 de novembro de 2005, que institui o plano estadual de gerenciamento costeiro e estabelece outras providências. Disponível em <https://leisestaduais.com.br/sc/decreto-n-5010-2006-santa-catarina-regula

menta-a-lei-n-13553-de-16-de-novembro-de-2005-que-institui-o-plano-estadual-de-gerenciamento-costeiro-e-estabelece-outras-providencias>. Acesso em: 29 out. 2023.

______. Governo do Estado. Proposta curricular de Santa Catarina: formação integral na educação básica. Secretaria de Estado da Educação. [S.I]: [S. n.], 2014. 192p. Disponível em <https://www.sed.sc.gov.br/documentos/ensino-89/proposta-curricular-156/4326-proposta-curricular-final>. Acesso em: 29 jan. 2023.

______. Governo do Estado. Lei Ordinária Nº 16794, de 14 de dezembro de 2015. Aprova o Plano Estadual de Educação (PEE) para o decênio 2015-2024 e estabelece outras providências. Disponível em <https://leisestaduais.com.br/

sc/lei-ordinaria-n-16794-2015-santa-catarina-aprova-o-plano-estadual-de-educa

cao-pee-para-o-decenio-20152024-e-estabelece-outras-providencias>. Acesso em: 29 jan. 2023.

SCHEEL-YBERT, Rita; AFONSO, Marisa Coutinho; BARBOSA-GUIMARÃES, Marcia; GASPAR, Maria Dulce; YBERT, Jean-Pierre. Considerações sobre o papel dos sambaquis como indicadores do nível do mar. Quaternary and Environmental Geosciences. Curitiba (PR), n. 01, p. 03-09, 2009. DOI: https://doi.org/10.5380/abequa.v1i1.10158

SCIPION, Sylvie Marie. Le Centre d’interprétation: au cœur d'un processus de valorisation. La lettre de l’OCIM, Dijon (FR). n. 61, p. 22-29, 1999.

SCOFANO, Guilherme Butter. Contribuições do cadastro territorial multifinalitário à gestão de sítios arqueológicos. Dissertação (Mestrado em Planejamento Territorial) – Centro de Ciências Humanas e da Educação. Universidade do Estado de Santa Catarina. Santa Catarina, 2013.

UNESCO. Orientations devant guider la mise en oeuvre de la Convention du patrimoine mondial. Anexo III. Paris (FR). 2008. Disponível em: <https://whc.unesco.org/archive/opguide08-fr.pdf#annex3>. Acesso em: 22 jan. 2022.

Published

2024-02-06

How to Cite

Vignes, Índio de A., & Hara, A. H. (2024). Education and heritage – subthemes: heritage education, interpretation and presentation of cultural heritage, heritage for our sambaquis generations in Laguna-SC: an Interpretation Center as a way to appreciate and safeguard cultural heritage. Caderno Pedagógico, 21(2), e2620. https://doi.org/10.54033/cadpedv21n2-005

Issue

Section

Articles