Escrever e tentar de novo e fracassar de novo e fracassar melhor

Authors

  • Elisandro Rodrigues
  • Luciano Bedin da Costa

DOI:

https://doi.org/10.54033/cadpedv21n1-165

Keywords:

escrita acadêmica, escrita menor, fracassar, imaginação

Abstract

Este ensaio teórico disserta sobre a escrita acadêmica, não aquela salvacionista e que promete mundo, mas aquela que navega em tornos de possíveis e agencia-se com e pela arte e literatura. Fala-se aqui de uma escrita-saúde, de uma escrita desejante, de uma escrita menor. Coloca-se em movimento o pensamento e a escrita através da imagem que configura-se como uma função estética, que também seja ética e com um viés político, pois assim, cria-se um outro modo de viver a escrita [e a vida]. Ensaia-se uma escrita que fracassa enquanto potência, enquanto entre, enquanto montagem do pensamento.

References

AGAMBEN, G. Bartleby, ou da contingência. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2015.

AUSTER, P. Homem no Escuro. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.

BARROS, M. Poesia Completa. São Paulo: Leya, 2010.

BARTHES, R. A câmara clara. Lisboa: Edições 70, 2009.

___________. Sollers Escritor. Tempo Brasileiro. Fortaleza. 1982.

BARBOZA, J.F. Cinco perguntas a Eduardo Pellejero. Revista Paralaxe, 2013.

BAUDRILLARD, J. De um fragmento ao outro. São Paulo: Zouk, 2003.

BECKETT, S. Companhia e outros textos. São Paulo: Globo, 2012.

___________. O Inominável. São Paulo: Globo, 2009.

___________. Malone Morre. São Paulo: Códex, 2004.

___________. Molloy. São Paulo: Globo, 2007.

___________. Textos para nada. São Paulo: Cosac Naify, 2015.

CAMPESATO, M.; RODRIGUES, E.; SCHULER, B. Recolher e colecionar a leitura e a escrita: por uma montagem estética do pensamento. Pro-Posições, v. 33, p. e20200106, 2002. DOI: https://doi.org/10.1590/1980-6248-2020-0106

CECCIM, R. Equipe de Saúde: a Perspectiva Entre-Disciplinar na produção de atos terapêuticos In: PINHEIRO, R.; MATTOS, R. A. [Orgs.]. Cuidado: as fronteiras da integralidade. Rio de Janeiro: HUCITEC: ABRASCO, 2004.

CORAZZA, S. Artistagens: filosofia da diferença e educação. Belo Horizonte: Autêntica. 2006.

___________. Caderno de notas 3: Didaticário de criação – Aula Cheia. Porto Alegre, UFRGS, 2012.

___________. Caóides in: MONTEIRO, S. B. (org.). Cadernos de notas 2: Rastros de Escrileitura. Canela, RS: 2011.

___________. Introdução ao Método Biografemático In COSTA, L. B. da (org); FONSECA, T. M. G. (org). Vidas do Fora: habitantes do silêncio. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2010. P. 85-107.

___________. Notas. In: HEUSER, E. M. D (Org.) Caderno de notas 1: Projeto, notas & ressonâncias (p.31-96). Cuiabá: EdUFMT, 2011.

___________. O que se transcria em educação? Porto Alegre: UFRGS, 2013.

___________. Os Cantos de Fouror: escrileitura em filosofia-educação. Porto Alegre: UFRGS; Sulina, 2007.

___________. Pesquisa-ensino: o “hífen” da ligação necessária na formação docente. In: ESTEBAN, M. T. e ZACCUR, E. (orgs). Professora Pesquisadora – uma práxis em construção. Rio de Janeiro: DP &A, 2002.

___________. Infancionática: dois exercícios de ficção e algumas práticas de artifícios. In: CORAZZA, S.; TADEU, T. Composições. Belo Horizonte: Autêntica, 2003.

CORAZZA, S.M.; RODRIGUES, C. G; HEUSER, E. M. D.; MONTEIRO, S. B. Escrileituras: um modo de ler-escrever em meio à vida. Educação e Pesquisa (USP. Impresso), v. 40, p. 1029-1043, 2014. DOI: https://doi.org/10.1590/S1517-97022014121435

COSTA, L. A.; ANGELI, A. A. C de; FONSECA, T. M. G. Cartografar In: FONSECA, T. M. G.; NASCIMENTO, M. L. do; MARASCHIN, C. Pesquisar na diferença. Porto Alegre: Sulina, 2012, P. 45-48.

DALAROSA, P. C. Pedagogia da Tradução: Entre Bio-Oficinas de Filosofia. 2011. Dissertação (Mestrado Programa de Pós-Graduação em Educação/Linhas de Pesquisa: Filosofia da Diferença e Educação/PPGEDU/UFRGS), Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre.

DALAROSA. P. C. Caderno de notas 4: Pedagogia da tradução: entre bio-oficinas de filosofia. Porto Alegre, RS: UFRGS, 2012.

DELEUZE, G. A Ilha deserta: e outros textos. São Paulo: Iluminuras, 2006.

___________. Cinema 1. A imagem-movimento. São Paulo: Brasiliense, 1985.

___________. Cinema 2. A Imagem-Tempo. São Paulo: Brasiliense, 2007.

___________. Conversações. São Paulo: Ed. 34, 2010.

___________. Crítica e Clínica. São Paulo: Editora 34, 1997.

___________. Diferença e repetição. São Paulo: Graal, 2009.

___________. Foucault. Lisboa: Edições 70, 2005.

DELEUZE, G.; GUATTARI, F. Mil Platôs: capitalismo e esquizofrenia. Vol 1. Rio de Janeiro: Editora 34, 1995.

___________. Kafka: Para uma literatura menor. Lisboa: Assírio & Alvim, 2002.

___________. Mil Platôs: capitalismo e esquizofrenia. Vol 4. Rio de Janeiro: Editora 34, 2012.

DELEUZE, G.; PARNET, C. Diálogos. São Paulo: Editora Escuta, 1998.

___________. O abecedário de Gilles Deleuze. Entrevista com Gilles Deleuze. Editoração: Brasil, Ministério da Educação, “TV Escola”, 2001.

DIDI-HUBERMAM, G. Imagem apesar de tudo. Lisboa: KKYM, 2012.

___________. O que vemos, O que nos olha. São Paulo: Editora 34, 2010.

___________. S’inquiéter devant chaque image. (entrevista com Georges Didi-Huberman realizada por Mathieu Potte-Bonneville e Pierre Zaoui), in Vacarme, nº3 7, outono de 2006. Disponível em: http://www.vacarme.

org/article1210.html

DOSTOIÉVSKI, F. Noites Brancas. Porto Alegre: L&PM, 2009.

FOUCAULT, M. Entretien avec Michael Foucault, 2001, p. 860-861 apud FONSECA, T. M. G.; NASCIMENTO, M. L. do; MARASCHIN, C. Pesquisar na diferença. Porto Alegre: Sulina, 2012.

FONSECA, T. M. G; NASCIMENTO, M. L. do; MARASCHIN, C. Pesquisar na diferença. Porto Alegre: Sulina, 2012.

FRANCISCONI, L. Sol que gira. Porto Alegre: Nota Azul, 2010.

GAI, D, N.; FERRAZ, W. (Orgs.). Parafernálias I – Diferença, Arte, Educação. Porto Alegre: Indepin, 2013.

___________. Parafernálias II – Currículo, cadê a poesia? Porto Alegre: Indepin, 2014.

GAI, D, N.; MIANES, F. L. Experimentações fotocartográficas e deficiência visual: para pensar contra-sensos em educação. In: Seminário Pesquisa em Educação Região Sul. Caxias do Sul: UCS, 2012.

___________; GIORDANI, L. F. Parafernálias, artesanias e educação. In: 6º CBEU Congresso Brasileiro de Extensão Universitária. Belém do Pará: E-book, 2014. v. 1. p. 233-234.

___________; TREVISAN, L; FERRAZ, W. Atelier de Parafernálias: poesia, deficiência e educação. In: XIII Salão de Extensão UFRGS, 2012, Porto Alegre. XIII Salão de Extensão UFRGS, 2012.

GIORDANI, L. F.; FERRAZ, W.; GAI, D. N. PARAFERNÁLIAS – ARTES, EDUCAÇÃO E DEFICIÊNCIA. Revista da Extensão, 2013.

GUATTARI, F. Máquina Kafka. São Paulo: N-1 edições, 2011.

HEUSER, Ester (Org.) Caderno de notas 1: projeto, notas & ressonâncias. Cuiabá, EdUFMT, 2011.

HILST, H. Amavisse. São Paulo: Massao Ohno, 1989.

LEVY, T. S. A experiência do do fora: Blanchot, Foucault e Deleuze. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2011.

MACHADO, L. D. O desafio ético da escrita. Psicologia & Sociedade, vol. 16, n. 1, 2004. P.146-150. DOI: https://doi.org/10.1590/S0102-71822004000100012

MACHADO, R. Deleuze, a arte e a filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2010.

MEDEIROS, D.; RODRIGUES, E. GiZ de Hércia In: GAI, D. N.; FERRAZ, W. Parafernálias: Diferença, Artes, Educação. Porto Alegre: INDEPIN, 2013, P. 43-50.

MELVILLE, H. Bartleby, o Escrivão: Uma história de Wall Street. São Paulo: Cosac Naify, 2015.

MILLER, Henry. Primavera Negra. São Paulo: IBRASA, 1968.

_______. Nexus. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.

MONTEIRO, Silas Borges (Org.). Caderno de notas 2: rastros de escrileituras. Canela, RS: UFRGS, 2011.

ORLANDI, L. B. L. Elogio ao entrevaguear. Revista Lampejo, N° 2, Fortaleza, p. 03-09, 2012.

___________. Que estamos ajudando a fazer de nós mesmos? In: RAGO, M.; ORLANDI, L. B. L.; VEIGA-NETTO, A. (Orgs.). Imagens de Foucault e Deleuze: ressonâncias nietzscheanas. Rio de Janeiro: DP&A, 2002

PRECIOSA, R. Escrever/Balbuciar. Cadernos de Subjetividade. Núcleo de Estudos e Pesquisas da Subjetividade, PUCSP. Dezembro, 2010a.

___________. Rumores discretos da subjetividade: sujeito e escrita em processo. Porto Alegre: Sulina:Editora da UFRGS, 2010b.

REDIN, Mayra Martins. Impressões, anotações e distrações. Proposta de Dissertação. Programa de Pós-Graduação em Educação, Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2007.

RODRIGUES, C. G. (Org.). Caderno de Notas 5: Oficinas de escrileituras: arte, educação, filosofia. Pelotas: Editora Universitária/UFPel, 2013.

RODRIGUES, E.; SCHULER, B. A pele da escrita acadêmica. Currículo sem fronteiras, on-line, v. 21, n. 2, p. 653-678, maio/ago. 2021.

RODRIGUES, E. Clínica de Uma Vida: Estilhaços de Educação e[m] Saúde. 2015. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva, PPGCOL/UFRGS) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

___________. Pedagogia dos Pormenores: Rendi[o]lhando foto[car]tografias de formação. 2012. Monografia (Especialização em Educação em Saúde Mental Coletiva, PPGEDU/EducaSaúde/UFRGS) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

RODRIGUES, E.; GAI, D. N. PARAFERNÁLIAS, CUIDADO, EDUCAÇÃO ESPECIAL, SAÚDE MENTAL, LITERATURA E ETCÉTERAS. In: 6 SBECE/3 SIECE – Seminário Brasileiro/Internacional de Estudos Culturais e Educação, 2015, Canoas. Anais Eletrônicos, 2015. v. 01. p. 01-13.

ROLNIK, Sueli. Cartografia Sentimental: transformações contemporâneas do desejo. Porto Alegre: Sulina, 2006.

SALOMÃO, W. Armarinho de Miudezas. Rio de Janeiro: Rocco, 2005.

___________. Poesia Total. São Paulo: Companhia das Letras, 2014.

SARAMAGO, José. O conto da ilha desconhecida. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

SILVA, U. O. A fidelidade ao fracasso: Análise da peça Fim de Partida de Samuel Beckett. 2010. Dissertação (Mestrado em Artes Cênicas, PPG em Artes Cênicas/Escola de Teatro/UFBA) – Universidade Federal da Bahia, Salvador.

TADEU, T; CORRAZA, S; ZORDAN, P. Linhas de Escrita. Belo Horizonte: Autentica, 2004.

ULPIANO, C. Gilles Deleuze: A Grande aventura do pensamento. Rio de Janeiro: Funemac Livros, 2013.

___________. Uma nova imagem do pensamento In: BRUNO, M.; QUEIROZ, A.; CHRIST, I. Pensar de outra maneira a partir de Cláudio Ulpiano. Rio de Janeiro: Pazulin, 2007.

VILA-MATTAS, E. Bartleby e companhia. São Paulo: Cosac Naify, 2004.

Published

2024-01-31

How to Cite

Rodrigues, E., & da Costa, L. B. (2024). Escrever e tentar de novo e fracassar de novo e fracassar melhor. Caderno Pedagógico, 21(1), 3075–3092. https://doi.org/10.54033/cadpedv21n1-165

Issue

Section

Articles