Comunica Tupi - tradutor para língua indígena Tupi Mondé

Authors

  • Ilma Rodrigues de Souza Fausto
  • Fabiana Rodrigues Leta
  • Ruth Maria Mariani Braz

DOI:

https://doi.org/10.54033/cadpedv21n1-156

Keywords:

Comunica Tupi, tradutor automático, tupi monde, inclusão digital, machine learning

Abstract

Com o objetivo de desenvolver um aplicativo de tradução, busca-se promover a preservação do tupi, facilitar o acesso aos conteúdos nessa língua e valorizar as culturas indígenas. A pesquisa envolverá compreender as necessidades dos usuários, criar uma interface intuitiva, implementar a função de tradução e garantir a segurança dos dados. O projeto visa preservar a língua, promover seu uso e fornecer materiais educacionais traduzidos, fortalecendo a educação em Rondônia e promovendo a compreensão entre as comunidades indígena e não indígena. O IFRO, com sua diversidade étnica, será beneficiado, proporcionando maior acesso e compreensão dos materiais didáticos para os alunos indígenas, além de valorizar as culturas indígenas.

References

Ambler, S. W., & Lines, M. (2012). Disciplined agile delivery: a practitioner's guide to agile software delivery in the enterprise. IBM Press.

Beck, K. (2003). Test Driven Development: By Example. Addison-Wesley Professional.

Cohn, M. (2010). Succeeding with agile: software development using Scrum. Pearson Education.

Fagan, M. (1976). Design and code inspections to reduce errors in program development. IBM Systems Journal, 15(3), 182-211. DOI: https://doi.org/10.1147/sj.153.0182

Fausto, I.R.S. (2021) A Infobetização dos Profissionais da Educação para o uso das tecnologias assistivas em sala de aula: Uma Abordagem Formativa. [Dissertação de Mestrado] Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar Mestrado e Doutorado Profissional – PPGEEProf. UNIR.

Fowler, M. (2002). Patterns of Enterprise Application Architecture. Addison-Wesley Professional.

Gamma, E., Helm, R., Johnson, R., & Vlissides, J. (1994). Design Patterns: Elements of Reusable Object-Oriented Software. Addison-Wesley Professional.

I. Rodrigues de Souza Fausto, F. Rodrigues Leta, RM Mariani Braz (2023) Indigenous Land In The Virtual World: Strengthening Identities Through Minecraft, Iceri2023 Proceedings, pp 810-818. ISBN: 978-84-09-55942-8. ISSN: 2340-1095. DOI: 10.21125/iceri.2023.0286 DOI: https://doi.org/10.21125/iceri.2023.0286

Jurafsky, D., & Martin, J. H. (2019). Speech and Language Processing (3rd ed.). Pearson.

Lima, A. B. (2018). Tecnologia como ferramenta para a preservação de línguas indígenas. In: Anais do Simpósio Brasileiro de Informática na Educação (SBIE), pp. 704-713.

Lima, J. S. D. (2018). O uso das tecnologias na preservação da língua tupi. Revista Eletrônica Científica em Estudos de Linguagem, 20(1), 37-44.

Lopes, C. E., & Pinto, G. V. (2016). Tradução português-tupi: desafios de uma experiência. In Anais do Encontro Nacional de Estudos do Envelhecimento (ENEPE) (Vol. 3, No. 1, p. 470).

Lopes, W., & Pinto, I. (2016). Estudo de caso sobre a tradução de conteúdos para a língua tupi. In: Anais do Congresso Brasileiro de Informática na Educação (CBIE), pp. 345-354.

Manning, C. D., & Schütze, H. (1999). Foundations of Statistical Natural Language Processing. MIT Press.

Martin, R. C. (2008). Clean Code: A Handbook of Agile Software Craftsmanship. Prentice Hall.

McConnell, S. (2004). Code Complete: A Practical Handbook of Software Construction. Microsoft Press.

Newman, S. (2015). Building Microservices. O'Reilly Media.

Pfleeger, S. L., & Atlee, J. M. (2014). Software Engineering: Theory and Practice (4th ed.). Pearson.

Pohl, K. (2010). Requirements Engineering: Fundamentals, Principles, and Techniques. Springer. DOI: https://doi.org/10.1007/978-3-642-12578-2_20

Pressman, R. S. (2014). Software Engineering: A Practitioner's Approach (8th ed.). McGraw-Hill.

Ribeiro, F. M. (2018). A tradução automática e a preservação da língua tupi. Trabalho de Conclusão de Curso, Universidade Estadual de Londrina.

Schwaber, K. (2004). Agile project management with Scrum. Microsoft Press.

Silva, E. S. (2016). Estudo sobre aplicativos móveis de tradução de línguas. Trabalho de Conclusão de Curso, Universidade Federal de Santa Maria.

Silva, F. R. (2016). Avaliação de aplicativos de tradução de línguas. In: Anais do Simpósio Brasileiro de Sistemas de Informação (SBSI), pp. 34-39.

Sommerville, I. (2015). Software Engineering (10th ed.). Pearson Education.

Stroulia, E., DiPenta, M., Systä, T., & Stroulia, M. (2010). The Impact of Test-Driven Development on Software Development Productivity: An Empirical Study. Empirical Software Engineering, 15(6), 1-28.

Sutherland, J. (2014). Scrum: a arte de fazer o dobro do trabalho na metade

Viana, R. S. (2017). Desenvolvimento de um aplicativo de tradução de português para tupi para aplicações web. In: Anais do Simpósio Brasileiro de Informática na Educação (SBIE), pp. 320-329.

Published

2024-01-30

How to Cite

Fausto, I. R. de S., Leta, F. R., & Braz, R. M. M. (2024). Comunica Tupi - tradutor para língua indígena Tupi Mondé. Caderno Pedagógico, 21(1), 2912–2927. https://doi.org/10.54033/cadpedv21n1-156

Issue

Section

Articles